30 de set de 2008

AVISO:



Eu, na qualidade de presidente deste blog, quero avisar que não acaterei a reforma ortográfica. Reforma burra e inútil.

ELEIÇÕES

Como eu tenho certeza que este blog não influencia ninguém e que a minha opinião conta pouco pra certas pessoas, eu posso ser explícita.

Minha mãe outro dia perguntou, logo de manhã (Deus é pai, né?):

-Dé, vc já sabe em quem vai votar?

(Vale um parênteses aqui: minha mãe por ser portuguesa não naturalizada, não vota. E ela deve achar até bacana votar, pq saiu cedo da pátria dela e tenho quase que certeza que não experimentou esse processo obrigatório e burro democrático.)

-Sei sim, mãe-----respondendo com o meu bom humor matinal de sempre.

-E posso saber em quem vc votará?

-Vô votá no (nome do candidato).

-Pq vc não vai votar no Kassab? Só pq ele é gay?

Ruáááááááaáááaáááaááááááaááá!

Na boa, daí eu tive que rir e respondi:

-Mãe, desde quando eu sou homofóbica? Desde quando uma pessoa ser gay é fator pra gente votar ou não em alguém? Se o Kassab dá ré no kibe, problema dele. Eu preferia que ele fosse na fono que a voz dele sim me irrita.

Desconfio que a minha mãe sente certa simpatia pelo gay do Kassab.

Daí eu comecei a dizer para ela o pq eu ía votar no meu candidato e ela começou a ver outros pontos. Não gente, não votarei no Maluf. Aliás, vou dizer que esse segundo turno, se calhar o Kassab com o resto da turma, eu acho que anularei meu voto.

FICO BOBA

Tudo bem que eu mesmo mendigando aqui os ingressos que eu necessito muito gostaria de ganhar vcs não me atendem.

Mas além do Fuerza Bruta, eu gostaria muito de ir no Mistério da Irma Vap. Sério. Quando era com o Neila e o Nanini, apesar de eu ser criança uma adolescente, eu já sabia que era bom e não podia ir pela faixa etária.

Druega!

Agora eu tenho idade e não tenho dinheiro. Fico boba com essas coisas.

Marcelo Médici, se vc estiver me lendo (ele tem blog, tá?), saiba que eu gostaria muito de prestigiá-lo. E vc, Cássio Scapin, saiba que eu fui te ver na peça Andaime. Sim..... vc com o Cláudio Fontana.... e concordei que "duas folhas não bastavam"......

Como percebem, eu gosto mesmo de teatro. Não desses que todo mundo vai pra dizer que é in. Eu vou pq eu gosto, pq sou apaixonada pelas letras e de ver os atores declamando uma por uma como se o texto fosse naturalmente seu.

Por exemplo, o Hamlet com o Capitão Nascimento, eu dispenso. Não pq eu não goste dele ou pq eu não entenda Hamlet. Na minha opinião essa peça é apenas um caça-níquel. Sorry, falei mesmo.

29 de set de 2008

PIADA INTERNA



"-Só me falta-me o gramûr!!!"

e

"-Eu 'tô pagano...."

É o que faz termos nossa própria Lady Kate.

BOA SORTE, LU!

À noite, fomos para a casa da Lucila que tb vai para Portugal. O irmão dela já está lá há um ano e escrevi aqui tb a despedida dele.

Estranho chegar lá e não ver o Gustavo. Faz parte da mudança que a vida nos traz.

Encontrei o Elói e batemos maior bom papo, encontrei o Renatzzz que é digníssimo leitor deste blog e irmão da Lucila e do Gustavo, encontrei os padrinhos do Gustavo, tios e batemos o maior papo bom de seeeempre.

Pena que tínhamos que ir embora logo por conta de outro compromisso.

Aqui, a menina que virou mulher e agora está indo além do horizonte:

(Eu, de verde e Lu)Perto da Lu, qualquer mulher fica bronzeada.......

Lu, muita sorte nesta nova jornada. Que tudo o de melhor te aconteça. Mesmo.

Renatzzz, vê se da próxima vez, tira uma foto minha (não essa) que não aparento estar grávida, ok?

P.S.:"Juro que a minha blusa está larga."

RESULTADO DA COMILANÇA

7:15 da manhã eu acordo..... uma dor imensa na barriga. Cólica mesmo do centro do peito até às pernas. Colocar o pé no chão, nem pensar....

Fiquei deitada esperando passar e não passou. Esperei o namorado que em função da profissão, não pôde chegar no horário combinado. Levantei, tomei café (sim, pq além da fome que eu sentia apesar da dor, eu tinha ciência do dia que teria pela frente) e gemia.....A dona mãe só dizia: "Déééé, tá tudo bem?"----mas não vinha na cozinha.....

Tudo bem, deitei de novo. Quando o namorado chegou, eu 'tava com aquela cara e ele, coitado, começou a mexer na barriga pra ver se não era a famosa apendicite. Ele fez a seguinte pergunta: "Dé, o que é que vc comeu?"

Mais fácil ele me perguntar o que eu não tinha comido, não é?


Respondi baixinho (por causa da dona mãe) a lista de doces que eu tinha comido e ele começou a rir...... disse que eram peidos gases e que ele é quem sofreria pela minha imprudência. Bom, levantei e fui dar tchau pra minha dona mãe e ela perguntou o que eu tinha comido. Respondi só a parte da minha janta..... e novamente tive que escutar que eram gases....e ver as pessoas rindo da minha cara.....

Me vinguei como? Peidando. Quando fui ao epicentro do inferno número 2 centro comercial de Sampa, a 25 de março; e vi aquela multidão toda, não tive dúvidas: pisei na mercadoria dos ambulantes que ocupavam o espaço que deveríamos andar e mandei tomar nos cús, nos rabos de cada um que gritava na minha orelha; mandei todos os que me empurravam pra o inferno, àqueles que pisavam no meu pé eu desejava que ficassem broxas.... sem falar sobre os comentários que fiz à guarda municipal.

Foi um dia incrível: apesar de tudo, achei o que eu precisava. E a dor passou.

EITA, QUE ACONTECEU DE UM TUDO!

Atenção: este post contém fotos que revelam a identidade de uma das personagens citadas nos últimos posts!

Gente, se alguém estiver com fome, segura aê. Sexta foi dia de uma festinha que não vem ao caso, pq pra bom entendedor da coisa, meia foto basta a qual fiquei muito ansiosa. Não bastava o "todo" que a coisa englobava, ainda teríamos muitos doces.

Daí eu fui né? Puta frio que tava fazendo a tarde toda. Tomei banho, troquei de roupa, me agasalhei mais do que devia e fui. Por que isso interessa? Mais pra frente vcs saberão.

Tudo bem que o Dé não se comportou como deveria, afinal ele perde um pouco a noção quando fica em grupo. Eu já estava quase socando ele, principalmente quando ele apelou e disse que eu parecia uma certa pessoa metódica que o pôs louco em certa ocasião. Ele não estuda/se informa o suficiente e acha que quando a gente se espanta é porque queríamos encontrar tudo o quanto imaginávamos. Dé, se vc estiver lendo, blééééé pra vc, bem dado!

Voltando. Sabendo que eu poderia fotografar mas não tendo muita intimidade com todos os que nos rodeavam, fiquei um tanto quanto tímida. Ainda assim eu consegui fazer alguns flagrantes que ficarão para arquivo pessoal. E já fico maior feliz.

Mesinha de doces é só apelido:


O Dé, fez um flagrante nosso:

Débora(mais conhecida como "eu") e Daniela, a dotôra-adêvogada.

E mais um flagrante da doce satisfação :

(-Dani, é tão bonitinho que dá até pena de comer....passou, nhac!")

Daí pra frente, meus amigos, foi só têta de nega, cocada, paçoca, doce de leite, abóbora....guaraná.....

As pessoas que não nos conhecem, perguntam se somos irmãs. Talvez pelas sobrancelhas mulçumanas, talvez pq quando a gente sorri não economizamos nos dentes, talvez pelos nossos comentários ácidos-sem-noção, talvez pq uma quando olha pra outra meio que sabe o que a outra está pensando...... Mas é muito mais legal falar de tudo o que já escrevi e agregar uma história que nós duas contamos e que faz o maior sentido e lógica pra gente.

O Dé, zarpou pq tinha que dar aulas. Acabou a festa e eu olhei pra Dani e perguntei se ela tinha compromisso. Ela disse que não e decidimos entregar os doces em mão para o Dé. E claro, levar a fofa da mãe dela em casa.

Chegando lá, encontramos bons amigos e resolvemos tais quais duas mocinhas avulsas colegas de trabaio e amizade, acompanhar (sem beber) os amigos no churrasquinho.

Voltamos felizes pra casa e eu, senhores leitores, à 1:15 da manhã, estava jantando. Sim, eu fui pra festa sem jantar. Chegando em casa, eu bati dois pratos de feijão com farinha de mandioca, ovo frito e muitos talos de brócolis, acompanhado de água com gás.

O que isso tem a ver?- Vc me pergunta.

E eu te respondo: vai lendo, vai lendo......

Menção honrosa: Eu, que tinha colocado uma pá de roupa pra me proteger do frio, fui me descascando conforme o calor que eu sentia. Parei na blusinha branca-confortável-que-eu-adoro, como vcs pode ver nas fotos. Daí em casa, na hora de tirá-la, descubro que embaixo do braço ela está più furada.......Vergonha..... muita. Alguém notou? Será? Será?

26 de set de 2008

CRIATIVIDADE CENÇUAL

Não precisa ver muito filme pornô para ver que a criatividade de quem bola as estorinhas é bem limitada. Sempre é a mocinha que tem problemas com seu carro/ar-condicionado/pia/encanamento/motor de qualquer coisa e um homem chega pra resolver, está sempre quente o clima e eles acabam um apagando o fogo do outro.

(Tirem as crianças e as moças puras da frente deste texto)

Daí a criatividade sexual tb não "vareia": sempre começa com sexo oral, vai pro vaginal, depois o anal e segue pra cena que o homem "deposita" o esperma na boca da atriz (ou atrizes). Não muda. Não entendo como é que o povo que se alimenta de pornografia, não enjoa. Sim, pq a pronografia vicia e aquilo que vc viu e "surtiu" efeito não surte mais: é preciso sempre novidade.

Daí hoje eu vejo isso aqui:



Genial!!!!!! Enfim, novidades criativas!

CITAÇÕES

-Sabe, Dé. Deus é um roteirista perfeito: ele vai escrevendo a história de um modo perfeito, entrosando bem as personagens e fazendo com que a história tenha todo o sentido para os protagonistas ao longo do que Ele escreve.....(disse o sábio prof, VanVan)

-Pois então Deus resolveu fazer da minha vida, o roteiro do próximo filme do Didi Mocó, só pode. Ele deve 'tá de muita sacanagem com a minha pessoa, fazendo da minha vida O pastelão digno de Fellini, só pode..... (respondi na lata)

Eu concordo com o prof VanVan: fico admirado como certas coisas vêm se encaixando perfeitamente e se querem saber, leitores, eu tenho até me emocionado com essas "coincidências". Mas às vezes, tipo sempre eu tenho quase certeza que eu devo ser uma ótima comediante, pq o Roteirista-Diretor-Mor, andou aprontando algumas comigo, só pode!

DEFINIÇÕES

Sorte de hoje:

Se seus desejos não forem extravagantes, eles serão realizados.

Ok, defina "extravagante", por favor. Sim, pq nesta sociedade o fato de vc ser mãe de família, esposa fiel, trabalhadora ética e honesta, filha prendada, cidadã higiênica e amante da natureza e dos animais; é algo pra lá de extravagante.

25 de set de 2008

TERCEIRO MILÊNIO

Você começa a desconfiar que é uma pessoa que tem uma vida um tanto quanto "exótica" quando reconhece em uma reportagem, uma amiga sendo entrevistada sobre um assunto polêmico:



("-Em um primeiro momento vc assusta (...) blábláblá.... ....Ahh, legal!!!!")


Daí outros amigos (fora a mesma da reportagem), começam a contar sobre uma intervenção de moradores de outras galáxias e com dia e hora pra acontecer:


Incrível! Quem me conhece sabe que eu me cago de medo estou dominando a fobia de ser contactada por um extraterrestre e/ou ser abduzida. E por mais que eu fuja do assunto, sempre tem quer quer saber a minha opinião a respeito. Eu acho que tudo o que vcs chamam de anjo, espírito, alma e sei lá mais o quê, são todos extraterrestres. Todos que dizem que fazem contatos com seres superiores (outros nem tanto), mas que ambos querem deixar uma mensagem, pra mim não são humanos,. Podem até terem sido, mas já não o são.



Agora, neste video da missão Interplanetária, uma coisa me intriga muito: Todos são muito bonzinhos, coisa e tal, eles chegarão trazendo amor na bagagem pra distribuir entre nós e tudo o que eles querem é que a gente escute o nosso maléfico coração e que abramos a nós mesmos com todo o amor..... Sei.... Sinceramente, eu tenho medo. Porque segundo este video , eles dizem que as verdades foram implantadas ao longo dos tempos dentro de filmes e coisa e tal.



Seguindo essa lógica, eu tenho motivos suficientes pra ter medo:


"-We came in peace!!!!"

24 de set de 2008

DOAÇÕES

Eu pedi pra vcs doarem um ingresso pra Mercedes Sosa e um ingresso pra ver o Iago do Diogo Vilela. Pois bem, não recebi nenhum dos dois. E eu dispensava camarotes.

Agora, por favor, eu quero ingressos pro espetáculo FuerzaBruta. Aceito doações pois eu não sou orgulhosa.

CHUVINHA, BOLOS E COISAS

Gente do céu! Chuvinha beeeeeem da fininha lá fora. "Bati" dois pratões de feijão pretos com farinha de mandioca e rúcula. 'Tô precisando me alimentar mesmo.

Falando em comidinhas, ontem a Dani-dotôra-adêvogada chamou o Dé e eu pra irmos no apê dela comer bolo e torta salgada. Conheci enfim a mãe da Dani que é um amorzinho de pessoa. E fez uma torta salgada deliciosa sem cadáveres com tudo o que é gostoso dentro.

'Tá, próxima pauta: maior da medeira que está me dando já, por conta da conclusão do projeto. Agora é a história dos "quase-finalmentes" e estou em um misto de ansiedade em ver tudo dar certo e não fazer cagadas uma por cima da outra.

Na minha conta, estão na lista 4 casamentos e uma formatura. Haja caminhada! Haja abdominais! Haja cinta modeladora. Amém!

Enfim, o Orkut diz que estão falando bem de mim. Eu gostaria de perguntar ao Orkut, "Defina 'bem'". Sim, se é na quantidade ou na qualidade.

Não contabilizei uma festinha de comes e bebes doces na Sexta. Dammit!

Minha franja já está crescendo e eu juro que não a corto mais curta sozinha nem a pau. Só em salão de cabeleireiros e com tratamentos químicos mil. Talvez daqui a uns....2 anos, certo?

Ontem eu disse pra os alunos em sala de aula: "Gente, ter religião não faz de vc uma pessoa melhor, não é nenhum tchan ou coisa a mais. É como ter uma perna, um braço..... é normal ter religião!"

Na boa, nada contra religião. Mesmo. Até acho um ótimo freio social. Mas eu e o resto das pessoas que têm bom senso no mundo dos empregos/empresas/negócios, estamos cansados das pessoas misturarem pessoal com o profissional e fazerem todo e qualquer horário, momentos de pregação. Chega, né!?

23 de set de 2008

O QUE É VIRGINDADE?

Pois é.... há tempos ser virgem virou piada ou motivo de estranhamento. Total comportamento diferente do que acontecia no tempo da sua avó que o fato de não ser virgem era sim piada, preconceito ou motivo de estranhamento.

Daí essa semana, rolou que a Daniela Hipólyto disse que aos 24 anos "ainda" é virgem e a sobrinha da Gretchen, nova rainha do bumbum, afirma que é virgem e que fará um filme pornô.

A princípio achei que ela "perderia" a virgindade em frente às câmeras. Mas, o mote do filme dela é "farei um filme pornô e continuarei virgem"..... hã? Como assim? "Será que ela vai usar a velha jogada do 'não foi com amor, por isso continuo virgem'"?
Lendo as diversas reportagens que ela tem dado, ela afirma que no pornô, ela fará apenas sexo anal.

Agora a pergunta: sexo anal..... não é......SEXO?

Se não é, pq não chama outro nome?

Comecei a lembrar dos papos de homem que eu presenciava no colegial, pq só tinha amigos homens, sobre o quanto eles "avançavam" em intimidades e pelo que me consta, sexo oral e sexo anal, contavam sim como modalidades sexuais. E motivo de "glórias".

Será que a virgindade continua sendo avaliada pelo estado intacto ou não do hímen?

Para mim, que "perdi" a virgindade com idade avançada nos parâmetros de hoje, nunca achei que ser virgem se atestasse com o hímen e sim com a sexualidade vivida. Também nunca achei que se eu praticasse sexo anal, eu continuaria virgem.

Sei lá, vai ver que eu sou estranha mesmo.

E aliás, nunca entendi pq mulher "perde" virgindade e o homem "deixa de ser" virgem. Eu não quero entrar em um negócio "perdendo" já...... coisa mais negativa.

Além do quê..... vc já re-encontrou sua virgindade alguma vez? Então mà che catzzo vc "perde" a virgindade?

Em pleno ano 2008 e o povo discutindo virgindade.....

DIÁLOGOS

Encontrndo ontem Dani, a dotôra adêvogada, seguiu-se entre outras coisas faladas e naturalmente censuradas, o seguinte diálogo:

"Dani: -Fui assistir o Blindness....

Eu: -Gostou?

Dani: -Não.

Eu: -Poxa, só "não", não vai falar nada?

Dani - (risos) Não. (mais risos)......

Blábláblábláblábláblábláblá

Eu: -Fui assistir o Bezerra de Menezes.

Dani: - E aí? Gostou?

Eu: -Não. "

Nós duas nos olhamos e ......caímos na risada.......

Vai entender as maluquetes!

PERDOEM

meus erros de ortografia e concordância dos últimos posts. Enxaqueca é fooooooooooooda complicado.

22 de set de 2008

CONVERSANDO

Outro dia conversando com a minha irmã, falávamos da nossa possível senilidade quando chegássemos à terceira idade. Depois comnetávamos sobre as coisas que a nossa mãe faz e fazia que nos deixava envergonhadas. Aliás, vcs tb devem ter vergonha de algumas coisas que as vossas senhoras mamães fazem, pq isso é coisa mais natural do mundo.

Meus sobrinhos morrem de vergonha de ver a minha irmã dançando. E cada vez que as minhas fotos saem com careta proposial ou não, vexatórias ou não; ela faz questão de mostrá-las para meus sobrinhos pra convencê-los que loucura é coisa normal de família ela não é tão ridícula assim.

Daí vem uma tiazinha que faz coisas que me dão motivos sufientes pra poder gritar satisfeita: "Graças a Deus, não é minha mãããããe!":


Cençualidadji


Xuveno homi!

Se liga nas meinhas:


Juro que vejo essa mulher tocando os filhos de casa, com o pretexto que tem muito a arrumar e limpar.... e fica assim, curtindo a tarde! Ahahahahahahahahahaa.

Mas assim, melhor ela se divertir assim que falar mal da vida alheia ou sufocar os filhos. Que bom que ela se diverte sem ligar para os comentários. Que bom que ela consegue viver um momento de vaidade dela.

Eu continuo com medo dos olhinhos arregalados dela....

DE TUDO UM POUCO

Esse fim de semana fui pra São José Du Champs, mais conhecida como "cidade do Namorado". Foi muito bom, apesar do frio, apesar da chuva....

Entre outras coisas como estudar, trabalhar e tals, ainda deu pra fazer algo que nós não fazíamos há um tempinho: cinema. Depois de ver os filmes em cartaz e os horários, decidimos assistir o "Bezerra de Menezes", estrelado pelo ma-ra-vi-lho-so Carlos Vereza.

É pra ser sincera? Então vamos lá. Eu não suporto pessoas e isso não é novidade pra ninguém. O filme, graças ao bom Deus, não atrai aquele tipo de púbrico que grita, conversa, faz piadas e etc. Ponto pro filme.

O filme não retrata a vida do Dr. Bezerra como um herói. Ponto pro filme. A produção é muito boa. Ponto pro filme. A atuação do Vereza, não podia ser diferente de tudo o que ele já fez: ponto de novo. Não tem nada se sobrenatural: pontos eternos pro filme.

O filme é lento: dois pontos menos. O filme se arrasta: dois pontos. Faltam informações sobre o protagonista: ponto a menos. Quem não conhece a história do Bezerra, sai do cinema igual: ponto a menos. No fim, não falam que o Bezerra morreu mais pobre que mendigo: pontos a menos afinal, esse era o trunfo do protagonista.

Conclusão: vá assistir se vc for fã do Vereza. Do contrário, eu que adoro cinema nasional, que adoro a vida do Dr. Bezerra, que amo o Vereza de paixão e sou adepta/curiosa/praticante do espiritualismo, se pudesse teria alugado o DVD e assistido em casa.

_________________________

No domingo, a Quase-Sogra avisou que perto de casa teria uma audição de piano e voz e no fim desta, um coffe-break. Chegamos tarde demais pra audição, pontualmente no coffe-break. Pobre é uma merda: só vai à cultura por comida.... eheheheheheheheheheh.

Tudo bem, da próxima a gente chega cedo. Pq perdemos a hora? Pq o Namorado foi pintar pratos em cerâmica. Então de qualquer forma, a cota de cultura ficou garantida, certo?

____________________________________

Chego em casa no Domingo às 10 da noite. O cheiro de cigarro na casa impera. Hoje acordei com um mega enxaqueca. Se eu pudesse, fazia o fumante engolir o cigarro aceso.

18 de set de 2008

DÉ, MEU AMIGO

Dé acabou de sair daqui. Trouxe nos seus 15 minutos de almoço, 4 barras de chocolate.

Assim que eu gosto, cristões!

PÁTRIA



Verde, Amarelo, Azul e Branco...

Essa rua que eu sinto ser tão minha, que já foi palco de idas e vindas em diferentes épocas da minha vida. Cada vez que eu fico em certo trecho dela, sinto que estou no meu país.

Nestes dias tão frios, o que me consola são os dias de céu azul. Hoje, acordei com um sol otimista, um céu bem azulzinho, árvores bem brilhantes e flores amarelas que chamavam toda a atenção.

Adoro Sampa, adoro o Brasil. só não gosto das pessoas que moram aqui, incluindo eu

PUTIZGRILAAAA, MEU!

Frio do k7 que 'tava ontem. Daí antes de ir aplicar a provinha-da-professorinha-que-faltou, eu fui na padoca pra mamã. Ok, surrupiei R$ 1,06 pra comprar aquele chocolate Lancy. Pra quem ainda não teve o prazer orgasmático de conhecê-lo eu explico: são 3 bolotas recheadas de chocolate com avelã. Por fora, um crocante tablete de chocolate.

Putz, maior da feliz que eu tava. Atravessando a rua e descascando o chocolate, eis que 'tava tão frio, mas tão frio que cocei minha orelha e ela caiu que a primeira bolota do chocolate foi ao chão............no asfalto..... não deu tempo nem de resgatá-lo, soprar e comer pq já vinha um carro e seria a minha vida ou o chocolate..... Não sei como, preferi deixar o chocolate se esborrachar.

Putizgrilla, meu! Puta desperdício.....comi as duas bolotas e foi insuficiente.

Daí cheguei na Fundação e encontrei minha amiga que a professorinha-que-faltou a chama de "assistente". Meu, que provinha mais água com açúcar, bem a cara da professorinha-que-faltou. Dei uma breve explanação antes da prova, com direito a fotos legais que os alunos adoram. Eles gostaram.... pediram pra vir nas aulas extras nos sábados. Essas horas eu vejo que mais vale ser azeda que professorinha-maior-legal.

ORKUT

Sorte de hoje:

A sorte destinada a você será cobiçada pelo próximo.

Considerações:

  1. Não acho que eu tenha sorte, digo, proteção.
  2. Tenho nada, sou ninguém porém já sou cobiçada.
  3. Se o meu destino trouxer um bando de invejosos, sei não.....quero não.
  4. Orkut, vai andar, vai!

CHEGAMOS

20 mil visitas.

Gratíssima!

RESUMINDO RAPIDINHO

O dia de ontem começou com uma dor de cabeça por causa do frio. Já tiveram esse tipo de dor de cabeça? Bem no dia que a Fifia ía ver a Vila Sésamo no shopping. Não fui e fiquei chateada.

A dor de cabeça foi parar pra umas 3 da tarde.

***************

Escrever e-mails tem sido uma ocupação. Acreditem: ocupação. E nem secretária eu sou..

**********
Daí a Fifia chegou com a mãe e um quadradinho de plástico cheio de pinguinhos de chocolate que a avó lhe deu. Começou a descascar aqueles mini-ovos e a minha mesa virou um mosaico de papéis espelho coloridos. "Dá um pra tia?"----perguntei e ela: "..... não do vermeio, tá?"

Comi um prateado que tinha um gosto horrível. E olha que eu gosto de tudo com chocolate. Depois que ela acabou com os vermeios, foram os verdinhos, depois os prateados e quando 'tava chegando nos amarelos eu perguntei: "Não vai deixar nenhum pro papai?" e ela: "Não....", respondeu isso com a boca cheia de chocolate, com a maior calma do mundo e com olhinhos de quem sabia que não estava sendo "boa moça". Essa menina promete......

****************

Mostrei para a Fifia vários gifs de Pikachu, sua nova paixão. Ela encantanda..... achando lindinho. Depois fomos pro tutube e mostrei alguns episódios curtinhos, clips e etc. Quando mostrei a cara da dubladora do Pikachu, foi curioso ver sua reação: será que essa mulher imita o Pikachu? O que leva um adulto a ter uma voz de Pikachu?

***********

Fomos no mercado. Depois brincamos de comidinha. Só não curtiu a máscara que o Namorado ganhou no hospital, embora o presente não foi dele: foi meu. Explico melhor: ele ganhou a máscara de um basset usando máscara na campanha da vacinação do hospital. O cachorro tem aquele olhar triste de todos os bassets do mundo. Daí o Namorado disse que ela era capaz de se assustar. Fifia achava graça quando eu colocava a máscara, latia e "abanava o rabo"; mas como bem avisado pelo Namorado, ela não curtiu nada usar a máscara.

Ok, namorado, vc tem razão.....
************

Hoje me deu uma vontade MONSTRO de comer doces. Bolo quente de chocolate, com calda de chocolate em cima. Alguém se habilita?

*********

Ah! E arrumei mais um bocadinho meu pc.

17 de set de 2008

GENIAL

Se vc assim como eu, adora o dr. House, agora vc pode perguntar o que quiser pra ele:





Ahahahahahahaa, passarei horas conversando com ele!

ENGAJAMENTO

é a palavra.

Quando vc descobre que tem amigos engajados, é muito legal. Quando vc descobre que tem uma família engajada, garanto, muito mais satisfatório. Embora eu, uma aquariana, não faça bem distinção entre família e amigos.

Saber que a família se importa com o que vc se propõe a fazer, e efetivamente ajuda, me dá muita força pras coisas que quero fazer.

Só posso dizer que sou grata a todos vcs: amigos e família.

16 de set de 2008

PINÓQUIOS DA VIDA REAL



Quem já teve a oportunidade de ler a estória do Pinóquio, pela edição Paulinas (livro lindamente ilustrado e comentado pela ótica da psicanálise) entende que a fábula conta da nossa procura pela identidade.

Querer ser algo que não somos, contrariando nossa índole. A madeira pode ser moldada, esculpida na verdade. Se o Pinóquio fosse de ferro, teria que se derreter por completo pra dar nova forma a cada descoberta do "eu" que fizesse.

Curioso é que o Pinóquio era muito egocêntrico pra quem não tinha uma identidade. E a mentira era a maneira como ele encarava a sua insegurança.

Isso me faz lembrar, do quanto eu fantasio certas situações pra que eu possa superar o que estou passando. Porém, mentira nunca foi minha defesa. A minha defesa sempre foi uns sopapos bem dados, associados à uma língua bem ferina.

Certo é que cansei de certas pessoas que precisam mentir pra poder viverem socialmente. Aqueles que dizem que fazem certas trairagens, "pq era melhor assim". Ou ainda, aqueles que vivem mentido pra si mesmos, achando que um mau relacionamento vai como mágica se transformar; que certas pessoas não são tão más quanto parecem; que conseguem superar o desprezo dado por certos "superiores" se fazendo de persistentes pq a sua péssima auto-estima os obriga a horas de esperançosas migalhas de atenção.

Na boa, quer viver assim, viva. Mas não espere que eu faça o mesmo.

Das fábulas, ainda prefiro a da princesa pele de burro.Se quiserem, um dia eu a conto aqui.

Não bastava eu conviver com um vizinho mitômano há anos. Por favor, peço a todos os que eu amo de coração que não mintam pra si mesmos. Não esperem que eu acredite nas mentiras que contam pra si. Nós, vamos gostar de vcs do mesmo jeito: pobres, com péssimos relacionamentos, galgando uma posição social melhor.

Já dispersei muitas "borboletas" que "viviam renascendo". Curioso é que sempre estavam "renascendo" no mesmo âmbito. Entendem? Será que estavam renascendo mesmo?

Cansou. Sinceramente, cansei. Eu encaro a minha vida do jeito que ela é e talvez por isso ainda não encontrei a paz. Talvez por isso, quando encontro alguém que queira me ouvir, eu diga com tanta precisão os meus erros, meus obstáculos. Mas isso não me impede de viver com criatividade. Só que eu uso a minha criatividade de um modo saudável. Não perco mais tempo me enganando.

CONVERSAS AO TELEFONE

-"kjreioiuoer, por isso, blábláblá!

-Dé, não entendi nada que vc disse...... vc 'tá comendo?

-.......... hum.... se eu estivesse comendo, que eu estaria comendo, hein, Ivan?

-Hããããã, chocolate? COM CERTEZA É CHOCOLATE!

-Droga, quanto mais as pessoas nos conhecem, menos a gente pode se esconder..... vc 'tá com os dons telepáticos afiados, hein?! (ler com ironia a parte da telepatia)

-Pois é, eu te avisei que eu tenho telepatia....."


Ivan, vc nesta conversa, poderia/deveria ter dito a sua célebre frase: "Intimidade é uma merda!"


Ahahahahahahahahahahahahahahahaha

15 de set de 2008

RUBÉOLA III


Clique na imagem pra ler as falas.

RUBÉOLA II

Então foi assim: o namorado ficou argumentando 2 horas comigo pra que eu tomasse a vacina contra a rubéola. Eu expliquei por tudo quanto foi santos engraçados sagrados que eu já tive a doença e que não precisava tomar.

Daí ele disse que eles queriam erradicar a doença de vez, porque é uma doença que se confunde muito com viroses. Daí expliquei pra ele que o meu médico é catedrático da USP até hoje e que ele é muito respeitado no meio da medicina, portanto, a chance dele ter errado meu diagnóstico era nula.

Bom, pra calar a boca do namorado de vez encerrar o assunto, topei ir com ele até o posto médico (atrás do apê) pra provar que eu não precisava da vacina. Chegamos lá o posto fechado. Ótimo: uma unidade de saúde, em plena campanha de vacinação, fechada.

Namorado teve a brilhante idéia de me levar ao Instituto Pasteur. Argh! Que memória!

Chegando lá, a enfermeira nem perguntou nada: simplesmente foi me encaminhando de mão em mão. Uma outra perguntou minha idade, pediu meu RG, entre em uma sala e a terceira enfermeira me aplicou a vacina.

Na boa, não doeu nadinha. E olha que enquanto vcs tomavam vacina de revórvinhu aqui no Brasil, eu tomava todas de agulha lá em Portugal. Portanto quando digo "não doeu nada" é pq não doeu mesmo.

A coisa toda levou 3 minutos. E o Namorado ainda queria que eu tomasse a vacina contra o tétano (que está mais do que vencida na minha vida).

E nem pude fazer charminho depois, dizendo que estava doendo e que eu precisava de mais mimos ainda.....

A do tétano ele disse que dói mesmo. Vou tomar outro dia. Daí eu conto pra vcs.

12 de set de 2008

CAMINHO ILUSTRADO

Ontem eu tinha coisas pra fazer na rua. Então achei legal colocar aqui os caminhos por onde passei.

Na hora do almoço (sol a pino) fui pegar comida pra o povo de casa e sacar dinheiro pra minha mãe no banco. Acreditam que eu sei a senha dela e tudo o mais? Confiança ou preguiça? Confiança ou agilidade? Hum......

No caminho, um pé de:

É não dá pra ver direito......Mas está bem carregada a ponto de,

cair tudo no chão:

Amoras.
Pelo menos os passarinhos têm o que comer. Acho maior legal árvore frutífera no meio da cidade.

Saquei o dinheiro e atravessando o Bom Parto:
Feirinha de coisinhas. Algumas são legais, outras breguinhas, mas o mais legal é que são todos regularizados, usam o espaço e não estragam em nada a pracinha.

Depois de deixar a bóia em casa, fui resolver minhas coisinhas, entre elas, comprar o malfadado trim.
Ainda temos árvores que dão sombra na rua.


Nessa hora um infeliz quis ser engraçadinho comigo e disse que "eu precisava pagar direitos autorais pra fotografar o carro dele". Nossa, super engraçado, não é? Eu saí andando e nem confiança.

Estão construindo sei lá o quê no meio da Silvio Romero,mas eu quis mesmo era fotografar essa belezura:
Os vovôs estavam jogando baralho e dominó nas mesas. O movimento de pessoas na praça é muito grandes. Criançs sem pais, brincavam nas escadarias da igreja.
Na volta pra casa:

Meu bairro tem palmeiras onde cantam os bem-te-vis.

E acabaram as fotos.

Depois ainda voltei ao Bom Parto pra buscar a bota que foi consertar e bati maior papo de ecologia com as donas da sapataria. Foi muito bacaninha....

Gostaram do passeio visual?

TELEPATIA?

Muito freak o que aconteceu. Como escrevi antes, meu trim tinha desaparecido e olha que eu procurei feito louca, pq detesto unha comprida. torce, retorce, procuro mas não vejo E toca a procurar em todos os lugares e nada. Isso pq eu o guardava no meu estojinho de bolsa.

Não teve jeito, tive que pegar meu R$1,00 e ao invés de gastá-lo com dois bombons Ouro Branco, tive que comprar outro cortador de unhas.

Daí a diarista que ri que nem o Rodela do Ratinho foi ontem e lavou tudo e mais um pouco.

À noite, quando vou lavar o rosto e etc pra dormir, me deparo com isto:

O trim, rindo da minha cara.......

Não sei se em casa alguém lê meu blog. Vou continuar testando até saber.... Não sei se a diarista tem aptidões telepáticas, não sei se o zombeteiro que gosta de me ver louca, anda brincando mais ainda.....

Achei freak.....

Anyway: cortei minhas unhas usando o novo trim. Nada contra o antigo. Mas achei mais prudente.

11 de set de 2008

ORKUT

Sorte de hoje:
A estrela da fortuna brilha sobre você


Brilha, brilha estrelinha
Como és tão bô-ni-ti-nhááá

PARA TESTAR

As novas ferramentas do blogspot, resolvi dar uma mudada.

O negócio é o seguinte: a parte onde tem os blogs dos amigos e de gente que eu acho que escreve bacana, eu usei a nova ferramente, portanto:

  1. Não me xinguem, estão todos aí
  2. Para ficar no topo, você tem que escrever mais vezes no seu blog, então se vc ficar por último a culpa é sua e não minha que te gosto menas
  3. Ainda estou testando a ferramenta
  4. Se vc tinha um blog com senha só pra convidados, vc sumiu. Se ponha no lugar do leitor, tente acessar um blog recomendado e dar com a cara na porta. Vc fica super feliz , não é?

Em breve novas mudanças virão. Aguardem!

NESSAS HORAS

Eu dou graças a Deus cada vez que meus irmãos me falavam o quanto eu era sou ridícula. Isso fez de mim, além de um ser humano melhor, um ser humano prudente:


EI,EI; QUINTA!

Bom, vamos falar de outras coisas que não sejam apenas comida, como escrevi no outro post.

Quinta, quase acabando a semana. Acordei como todas as Quintas: a diarista vem e fica conversando com a minha mãe. As duas não falam baixo nem a pau. E a diarista ri como o Rodela. Quem assistia o Ratinho vai entender minha analogia.

Andando pelo bairro outro dia, fiz essa captura:


Tô pensando em fazer várias capturas de imagem hoje pra vcs verem por onde eu tenho andado.

***********

Apresentaram na nossa sala, trabalhos sobre aborto. Sem estipularmos uma posição política, os alunos escolheram e montaram como bem quiseram. Rolou muita coisa emocionante e eu fiz o possível pra não chorar. Claro que eu chorei, mas "devagarzinho", como falei hoje de manhã pra o prof. VanVan. Ainda assim, abri meu orkut ontem e um aluno "brincando" me chamou de fria pq "com tanta coisa triste, vc não chorou, Déhbora".

Claro.....ahã.

**********
A dor no braço voltou e por isso eu achei bem reler a resposta pro meu aluninho.

**********

Nosso projeto ganhou mais uma participante e mais uma colaboradora. Ótimo ver gente engajada. Me dá maior confiança. E vou dizer que apesar de eu ter feito grnde parte da coisa, me dá frio na barriga sabendo que eu terei que apresentar.... ao púbrico, meu bem. Creiam, eu sou tímida.

********

Meu cortador de unhas sumiu. Deve estar com todos os guarda-chuvas e chaves que perdi na vida. Não entendo como uma coisa dessas por aí sai perdendo. Eu hoje entre outras coisas, vou comprar novo trim. E cortar essas garras. Eca, odeio unha grande. Eu sou higiênica, por Deus.

*******

Depois eu volto.

9 de set de 2008

VOLTANDO, INCLUSIVE RETORNANDO

Foi assim o fds: estudando e assistindo filminhos. No Domingo, o telefone toca e é o prof VanVan que me convida pra um café. ("mas eu não bebo café, oras!")

Ele chegou acompanhado de mais um amiga nossa e como se tivesse ouvido o meu pensamento, mudou a rota pra um barzinho. ("é.... cerveja eu bebo.....")Lógico que eu fui pelo papo. A cara que ele fez quando me viu beber, foi maior engraçada. Nós já tínhamos saído pra beber várias vezes, mas eu estava fora dos dias de beber.... não encaro não. Talvez na concepção dele, eu era moça "direita" e não bebia eu não bebia....

Bom, maior bate-papo legal como sempre é. E sabe o ponto alto? O VanVan trouxe CHOCOLATE. Comi quatro tabletinhos de uma vez só.

Daí cheguei em casa e a fofíssima Fifia estava lá; brincamos muuuito: fizemos várias comidinhas. A cunhada me disse que se a filha dela ficar gorda, a culpa é minha porque nas receitas de brincadeirinha, só rolou coisa gorda: bolo e mousse, banana frita, macarrão....

Na Segunda, terminei o texto do meu projetinho, passou por quem entende do negócio. Não precisou ser corrigido ou sugerido outra coisa...ó que milagre.
Entre um intervalo e outro, me liga quem? A fofa Dani-doutora adêvogada perguntando se eu queria/podia ir na casa dela pra comer bolo.

Meu, esse tipo de pergunta não se faz: todos sabem a resposta. Eu+qualquer comida/guloseima= felicidade estonteante.

Fui pra casa da Dani e ela fez um bolo de cenoura com chocolate, que era a coisa mais fofa do mundo. Bolo morninho fofo com casquinha croncantinha. Jesuis da horta, que era aquilo? Eu fui bem gulosa e comi 3 pedaços. Sabe como é, ela 'tá me conhecendo, é bom não assustar a moça.

Quase fotografei pra vcs verem o bolo. Mas aí pensei bem: eu ía ver a foto em outras ocasiões.....a fome ía bater...... deixa pra lá, não é?

Depois rolou que me ofereceram pedacinho de cuscuz, mas passei a vez: tem sardinhazinha e como ela é um cadaverzinho dentro do cucuz e a minha barriga não é cemitério, recusei com todo o respeito do mundo.

E hoje? Não sei..... O dia amanheceu com o chão molhado. Eu com preguiça e muita coisa pra fazer. Sem bolo, nem chocolate e tampouco cerveja.

7 de set de 2008

SEMANA DA PÁTRIA

Então se vc tem a mesma idade que eu (ou um pouco mais) vai lembrar-se que nesta semna, nós crianças éramos obrigadas a desenhar em todos os cadernos duas litras verdes e amarelas em diagonal na folha de todos os nosso cadernos.

Depois, no meu caso, a semana toda íamos em uma ruazinha que ficava em frente ao colégio pra cantarmos o Hino Nacional. A menina mais puxa-saco ativa na escola, geralmente era escolhida pra hastear a bandeira.

Tudo muito patriótico.....

Aliás, no final dos cadernos tínhamos duas opções: a oração de são Francisco de Assis ou o Hino Nacional. Somos uma geração que pelo menos sabemos que o Hino tem duas partes. Mesmo que alguns não saibam cantar a última.

Mas meu, que garantia tem um país que, se todos souberem cantar o Hino, seremos mais zelosos, mas patrióticos? É como o povo que acha que pra resolver os problemas criminais, o ensino religioso deveria ser obrigatório nas escolas.

Olha só: toda a vez que algum ladrão vai assaltar, ele faz a cruz e pede proteção de Deus, pra que o roubo seja bem sucedido. Vai na cadeia e puxa um "Pai Nosso que estais no céu......"
A maioria, pra não dizer 95%, sabe o Pai Nosso de cor. E a mesma coisa é o Hino.

Dizem que quando a pessoa assume um cargo público, seja por concurso ou não, ela faz um tipo de juramento com a bandeira nacional presente e deve até rolar uma estrofe do Hino. Pois bem, isso não impede a corrupção e a má vontade em durante o exercício das suas funções.

Eu sei que, eu acho lindo o Hino Nacional. Acho a Bandeira uma coisa legal, pq enaltece a Natureza. Acho lindo o desfile dos Dragões da Independência. Acharia lindo eu não ter que sofrer pra assistir a parada de 7 de Setembro.

Eu sou do tipo que me emociono nas manifestações artísticas e esportivas. Principalmente se juntar um montão de gente. E quando começa o Hino, juro, meus olhos se enchem de água. Depois quando termina o Hino e a favelada emergente de meu Brasil população bate palmas, eu tb choro: mas de raiva. Não se batem palmas no final do Hino. É como palitar os dentes. Brega, feio, de má educação.

Gostaria mesmo que os dizeres da bandeira fossem seguidos ao pé das suas letras: Ordem e Progresso. Tb concordo com o parlamentar que acha que deveria se acrescentar na bandeira a palavra "Amor". Mas tô de saco cheio de ouvir que o "Brasil é o país do futuro". O país já existe ao que me consta há 500 freaking anos. E o futuro é agora.

Um dia, quero assistir a parada de 7 de Setembro. E prometo colocar fotinhas aqui pra vcs.

A QUEM INTERESSAR POSSA:

Minha dor no ombro melhorou bem. Tudo apenas trocando o meu sapato de todos os dias.

E essa noite consegui dormir. Não digo nem dormir bem, pq pra eu dormir bem eu precisava de vida nova, mas consegui dormir.

Daí eu consegui sonhar. E vejam só: no sonho eu namorava o ABÍLIO DINIZ. Tem noção? O velho Abílio Diniz. Tipo, eu quando olho pra ele (em fotos), juro que vejo a cara de uma tartaruga. Pra mim ele tem cara de tartaruga.

Sonhei que apesar de eu ser namorada dele, eu já não vivia mais com a minha mãe. E que ele se encheu de ter que ir almoçar na casa da minha mãe porque eu e meu irmão ajudamos lavando louça e acabei demorando pra ir embora. Detalhe: em casa temos máquina de lavar louça, portanto, não entendi pq eu e meu brô lavamos louça no sonho. E meu irmão não mora mais conosco.

Enfim, sei que ele virou pra mim com aquela cara de tartaruga e disse: "Querida, da próxima vez que vc quiser almoçar com sua mãe, a levamos em um restaurante, ok?"

Tipo, tudo bem que ele só queria meu bem, mas achei assim que ele se enfadava de tudo sem motivo e por pouca coisa. Não sei se eu teria saco pra namorar alguém assim, entende? Ou seja, Abílio, meu caro: mal começamos a namorar e já estou cheia de vc.

Francamente.

P.S.:"Não, não uso drogas de nenhum tipo para dormir. Nem analgésico eu tomei."

6 de set de 2008

CONTO PORQUE AGORA É PÚBLICO

Enquanto aqui é verão, na Europa é inverno e vice-versa. Como todos sabem. A minha irmã aproveitou bem as férias de Julho dela, pq em Portugal o inverno dura quase que 8 meses. Ah, pra quem não sabe a minha irmã mora em terras lusitanas.

O caso é que quando chega verão, a minha irmã que o adora fica como gordinho em loja de doces. Além de descer a Anastácia nela e ela faz aquela faxinona na casa, pq afinal tem sol pra secar todos os cobertores, tapetes, colchas, edredons e blusas de lã; a moça ainda aproveita pra tomar todos os sorvetes que ela quer, cerveja, coca-cola e etc.

Esse ano, a coitada ainda teve uma coisa boa pra contar das férias: viajou para a Espanha. Sinta aqui o naipe das praças públicas (com muita gente que passa todos os dias) da Espanha:

Bem feio e sujinho, não é?

Bom, ela melhor que ninguém, conta AQUI sobre as férias dela. E eu, que não viajo mais nem pra Cubatão, só posso dizer como o Charlie Brown: "Eu, uma pedra....."

5 de set de 2008

ROTININHA DA VIDA

Então é assim: por causa do meu tênis de correr, estou fora de eixo. Minha coluna reclamou muito e pra concluir a sessão hipocondríaca, estou com muita dor no ombro direito. Então digitar não está sendo nada prazeiroso.

Fora que dor, faz com que a nossa paciência fique na PQP.

Vamos para as coisas boas? Vamos.

Meu projetinho ganhou aprovação, colaboradores e está quase que totalmente terminado. Em breve mais notícias sobre isso.

Além do quê, esse projeto me deu vontade de fazer outras coisas. Vôos mais altos. Vejemos.

No mais, fds se aproxima e estou pensando em terminar com algumas coisas inacabadas e dar um gás nos meus estudos. Claro que quero tb assistir um filminho que há muito eu queria.

Falando em filminhos, nós passamos Juno para a nossa classe e claro que eles adoraram: o filme é fofo, as personagens têm a idade deles, muitos passaram pela situação....
A experiência foi tão positiva, que o filme será passado para outras duas salas. A pedido da nossa pedagoga/diretora.

62 ANOS

Aqueles que me conhecem, sabem da minha devoção. Não é simplesmente qualquer devoção: se trata de uma pessoa extremamente talentosa.

Infância:

Embora os dentões denunciem, sei que muitos por essa foto não iriam reconhecê-lo.

Aqui, a faceta mais conhecida dele:
Cantor de reconhecimento indiscutível. Musicista por excelência, desenhista de mão-cheia, intérprete de expressão corporal desprentesiosa e graciosa. Movimentava milhões em shows como ninguém.
Duvida? Escute ele falando os "didididi derô eêêêôooooooo " com a multidão e entenda o que quero dizer. Depois de cantar por meia, quase uma hora (com voz perfeita) não deixava a "peteca" cair nos shows e entretia o público. Coisa que mais tarde foi imitada por diversas boyband.

Quando ele desencarnou, os amigos se prontificaram a cantar no tributo a ele. Prova do que estou falando, está gravado no making off do tal tributo, em que os cantores foram ensaiar e não saiam do backstage, cantando de cor todas as canções que os colegas estavam ali tentando cantar. Sim, pq vendo outros cantarem, é que se percebe o quanto o talento dele é insubstituível.

A última vez que o vi, ele estava parecido com essa imagem:
Visual mais clean.

Tem dias que eu sinto falta de ter alguma coisa nova dele. Sinto falta das rádios tocarem as coisas dele. Sinto vergonha alheia quando em cada formatura, cada evento para funcionários da empresa, tocam o "We are the champions"..... Mas sinto alegria cada vez que escuto qualquer coisinha dele.

Hoje, ele completaria 62 anos, se ainda vivesse conosco.


Prefiro encará-lo como um mocinho de 17 anos, que "mora do lado de lá".

E sinto muito ciúmes, se querem saber.....

4 de set de 2008

APRENDAM NOIVAS-COCÔS

Achar que em casamento, as convidadas não podem ir de branco pra não chamar atenção, é totalmente retrógrado. Nada como fazer com que as pessoas que vão ao seu casamentos, estejam felizes. Só isso.

Ficar impondo certas condições, além de deixar sua cerimônia maior sem graça, maior plastificada e brega, mostra o quanto vc é controladora, possessiva e chata!

Aprenda como é o casamento de quem deixa a vida levar e tem amigos:



Nada como ser uma pessoa legal de verdade. Vc conquista amigos pra vida toda.

NOVO PROJETO



Não posso dizer mais que isso.
Estou maior empolgada.

3 de set de 2008

SOBRE A INTERNET (AINDA)

Descobri algumas coisas legais, fuçando por aí.

Uma delas é que aquela minha reclamação antiga na Anatel sobre o fato da TVA vender telefone+internet e quando pifa tudo, vc fica ad eternum esperando eles resolverem, uma vez que não tem como vc ligar (afinal está sem telefone) pra resolver o problema da sua conexão (a menos que vc ligue de um celular e aí, lá vai barão....)

(nossa, quantos parênteses......, o que eu estava falando mesmo?)

Anyway, o negócio é o seguinte. Reclamei sobre o fato da minha operadora não ter um 0800 para resolver nossos problemas e voilà: descubro em uma comunidade do Orkut que sim, que a TVA tem um 0800 pra resolver os teus problemas.

Meu, depender de um Orkut pra saber dessas coisas é de funhanhar com a vida de uma pessoa, não é?

Anote aí, caro assinante da TVA : 0800 704 2813. (E divulgue)

Bom, hoje de manhã fiquei sem internet e soube que estavam realizando alguma manutenção pela região. Daí veio o mocinho que iria arrumar a bagaça que aumentava os meus K de conexão. Curiosamente ele veio antes do horário marcado. Palmas pra TVA!!!!!!

Daí ele teve que subir no poste da rua e constatou que a minha ligação com a central, a rebimboca da parafuseta, estava pra lá de oxidada, zoada a ponto de que ele pra desconectar, teve que cortar o cabo, tamanha ferrugem.

Ele limpou, arrumou, engraxou, lustrou e sei lá mais o quê e testou a minha net, que por conta da manutenção da região, continuava sem pegar.

Depois que tudo passou, testei e a minha conexão está além dos 600k contratados. Mas ó, não é culpa minha. Quem subiu no poste e arrumou as bagaça não fui eu, né?!

Se eu soubesse, já teria reclamado ANTES!

DESABANDO

Basta eu resolver alguma coisa, que parece que as coisas antigas, velhas e adormecidas, pra não dizer apodrecidas, voltam à baila.

O pior é que eu acabo me desgastando com a pessoa que menos teve culpa em todas as coisas. Acabo fazendo com que essa pessoa que tanto quer me ajudar, acabe desistindo de me ajudar.

Sei que a minha vida por deveras está complicada e isso não é um papo aiaiai-uiuiui-como-sofro. Se vcs soubessem em que ponto e encruzilhadas a minha vida chegou, fariam a mesma pergunta que as pessoas que querem me ajudar me fazem e eu todas as freak noites antes de "dormir" me faço: "Como é que as coisas chegaram a esse ponto?"


Dependo da boa vontade, de gente que esteja interessada em ajudar e de uma maneira filantrópica. Não me dando dinheiro: apenas uma orientação que me dê pelo menos uma diretriz. Você conhece alguém que pode dar informações EXATAS, seguras e sem cobrar nada? Eu não conheço, sorry.

Não durmo mais como há 4 anos dormia. Comer, viver, andar pela rua. Tudo isso parece um fardo pra uma pessoa que trabalhou já por 6 anos de domingo a domingo e nunca que se queixou por isso. Nem ficava doente.

De certa forma, acho bons as coisas desabarem para que eu não me acomode. Mas sabe, cansei e 'tô começando a desconfiar que não é justo tudo o que estou passando. Ou se for justo, que pelo menos eu não mereça. De verdade. Pq eu sempre cumpri com meus compromisso e com a minha palavra.

Preciso de ajuda, mesmo. Como? Pra quê? Não sei ainda. Preciso de alguém que me diga que tipo de ajuda e ação eu preciso pra ganhar a minha liberdade.

E creia, quando falo em liberdade, estou até dizendo sobre aquela que a Receita Federal pode me submeter.

Se vc pensou nisso, uma privação total de liberdade, vc acertou. Se vc pensou que pra chegar nesse ponto eu cometi um crime, sinto dizer que vc errou.
Infelizmente eu sou tão patética que 'tá perigando eu ir pra cadeia, sem ter feito nada. Nada não: sem fazer nada, simplesmente por ter sido omissa, por ter me comportado como a sociedade me trata por eu não ter dinheiro: NADA.

2 de set de 2008

INTERNET: VC AINDA VAI BRIGAR POR CAUSA DELA

Hoje acordei disposta a diminuir minha mensalidade da internet. Qual a forma que eu uso pra fazer isso? Simples, entro em contato (no meu caso via online) com a operadora, finjo ser uma nova cliente e pergunto todos os planos de assinatura.

Curiosamente, sempre oferecem mais velocidade por menos reais do que eu pago. Por exemplo, minha velocidade anterior era de 400k e eu paguei ontem mesmo, R$ 73,95 de assinatura.

Hoje, ligando para lá, descobri que estavam oferecendo um plano de 600k por R$ 69,90. Lindo e ético, não é? Eu que sou assinante há um tempão, não mereço pagar menos. Que bela maneira de fidelizar o cliente!

Então deixei o atendente explicar tudinho e falei que eu queria mudar meu plano. Pelo histórico que eu tenho lá na operadora, ele nem discutiu nada: pediu um minuto e disse que já estava atualizado para o tal plano.

Só que eu fui fazer o teste de velocidade e não acusou os (ironia on)maravilhosos (ironia off) 600k. Agora estou aqui na fila de espera pra ver o que eles me dizem.

Dependendo da resposta, vcs já sabem: converso com a Anatel.

O que eu faria se eles não mudassem meu plano? Simples, conversaria com a Anatel e depois eu mudaria pra concorrência. Geralmente eles nem deixam isso tudo acontecer: eles abrem mão dos "procedimentos/normas" para não perder clientes.

Outra coisa, soube que a minha operadora tem um plano de fidelidade com descontos em vários lugares. Mal divulgado. Já me cadastrei. Quero só ver agora.

Update: me fizeram ir no seguinte endereço: www.rjnet.com.br/velocimetro e testar minha conexão. Daí como ela 'tava baixa (novidade) marcaram um atendimento técnico pra amanhã. Curioso é que meia hora depois eu fui testar a conexão e voilà, ela estava muito mais alta.....

Por isso eu digo, criaturas: se informem e sejam cricris até conseguirem o que por lei vcs têm direito.

1 de set de 2008

PEQUENAS ALEGRIAS

Há muito tempo eu não fazia a peregrinação pelo bairro resolvendo as pequenas pendências como: banco, sapateiro e etc. Houve um tempo que eu fazia disso todos os dias.

Confesso que agora, com todo o tempo do mundo pra usar/gastar, ainda ando no ritmo que eu andava: acelerada, como se fosse perder a hora para algum compromisso.

Pois bem, andei tentando relaxar acompanhada da felicidade de eu poder pagar as minhas contas totalmente all by myself. Aproveitei e fui tb comprar uma calça jeans. Sim, pq no total eu joguei fora 4 calças. Todas rasgadas no lugar do saco, sendo que eu não tenho bolsa escrotal pra desgastar essa parte da calça. Isso continua um mistério pra mim.

Felicidade: levei para o provador algumas calças e tirando a teima percebi que a 36 encaixou per-fei-ta-men-te em mim. Isso que calça jeans depois da lavagem ainda laceia. Felicidade ainda por não precisar fazer barra nela e mais felicidade ainda poder pagar com o meu dinheiro a calça jeans. Tudo bem que a calça nem chegou a 20 reals mas mesmo assim, pra mim, foi uma pequena felicidade.

E eu como tinha levado minha bota ao sapateiro para trocar o saltinho, usei a minha sacola retornável. Na loja de calças, precisam ver a cara da katyúlci que me atendeu, quando eu disse pra ela que rejeitava o saquinho da loja e que preferia levar no meu......

Pobre adora uma sacola de loja só pra mostrar pras amiga que comprou coisa. Eheheheheheh.

Enfim, o dia, além de tudo ainda esta com um incrível céu azul:

(Faltou o branco para compôr a bandeira nacional)

Depois, fui ver o André trabalhar e coitado, uma fila gigantesca pra ele atender. Passei o recado e vazei.

Encontrei uma pilha de lixo em um lugar estratégico e estou pensando seriamente em me engajar na causa. Vamos ver se consigo apoiadores.

Quem sabe, em breve eu escreva aqui mais episódios emocionantes (de verdade) sobre meu cotidiano, não é?

P.S." Esqueci de contar que vi uma vereadora muito famosa aqui no bairro, que eu não vou falar o nome já que é época de eleição, mas posso dizer que já falei dela aqui. Ela com aquela cara de mãe do Supermouse, estava lambendo os dedinhos e os beiço com as frutas da banca do Bom Parto. E meu, já a tinha visto pessoalmente mas nunca a tinha visto usando calça jeans. Que bunda gorda que ela tem! Jesuis! Será que é de tanto ficar sentada na Câmara de Vereadores, fazendo tipo..... nada?"

SAMPA, FDS, TEMPINHO COCÔ

Há quem goste do frio. Esse alguém não sou eu, definitivamente.

O Namorado veio me buscar e eu não botei muita fé no agasalho. Sorte é que eu sempre levo casaco na mala. Paramos estrategicamente entre a Sé e a Liberdade. Havia coisas pra fazer nesses lugares, incluindo na República.

Na boa, o tempo Sábado 'tava um cocô: frio demais, cinza demais, garoa demais. Só não era um dia deprimente, pq eu estava com o Namorado.

Aqui, a "bunda" da Sé:


Incrível que mesmo sendo um tempo cocô, a cidade continua cheia.

Entramos em alguns sebos. Não vi nada legal e olha que eu curto um sebo. Depois, caminhando pela cidade, fiz algumas fotinhas:


Andando pela rua, vc via pessoas de um casaco só e os braços cruzados em uma explícita demonstração de "caracas, não botei fé no frio!"


Alguma cor no mundo cinza:


E um raro momento patriótico sem contexto esportivo:


Paramos em uma padoca pra tomar alguma coisa e lá eu comi o maior pudim de leite que já vi na vida. Juro, porções individuais que duas pessoas comem numa boa. Quase fotografei, mas fiquei assim meio constrangida. A casquinha do pudim, era toda convidativa.

Um dia volto lá e fotografo (e como, claro).

Mesmo com tudo o que eu citei, não tem como eu não gostar de Sampa.