5 de out de 2008

O PROJETO

Hoje quero registrar sobre o projeto que falei há alguns dias (e posts).

Só uma prévia e dica do que aconteceu:



Da esquerda pra direita: Dani, Diego Ramirez, Ivanildo (mexendo no pc) e Eu.

Apesar de eu estar de preto e vermelho e com os braços arqueados na cintura, não estava de pomba-gira e sim de palhaça. Ok, essa foi uma piada sem graça.....

Pensamos muito e era de nossa vontade fazer algo para as crianças que não fosse simplesmente distribuir balas e bexigas. Conhecendo nossos alunos no voluntariado, percebi que muitos eram mães e pais; e que alguns sentiam até vergonha por isso.

Então decidimos fazer uma ação para crianças, estas de nossos alunos. Assim, integrávamos todos.

Fiz o texto, a Dani prontamente ensaiou quantas vezes quis, o Diego veio pra dar um tempero na peça (uma vez que ele sim é do teatro), trouxe o seu violino e encantou as crianças com a sonoplastia; o Ivan ajudou na sonoplastia tb e em tudo o que precisávamos, a Janice (nossa diretora) não só "abraçou" a idéia como cedeu o espaço e falou com pessoas que pudessem nos apoiar. Com isso, distribuímos livros educativos (graças a um professor que trabalha na Sabesp), distribuímos balas e doces (graças à psicóloga que trabalha na Fundação) e assim aconteceu.

Sem contar que a minha irmã "extraiu" o vídeo que apresentamos lá, a minha vizinha doou retalhos para elementos cenográficos e a Dona mãe costurou e recortou tudo o que usamos.

Pude provar mais uma vez que o comprometimento verdadeiro, de coração, sem vaidade, sem segundas intenções egoístas; faz com que encontremos pessoas que nos apoiem.

As crianças adoraram. Muitos alunos, além de trazerem suas crianças, trouxeram seus pais pra que nos conhecessem. E que gostoso foi ouvir da boca dos pais: "Meu filho(a) fala muito de vc, professora..." e eu dizia: "Espero que bem....." ahahahahahahahaha.

Com esse projeto, nasceu outro. E tenho certeza que muitos outros virão.

Agradeço de todo o meu coração tb, aos professores que apareceram lá só pra nos prestigiar e aos professores invisíveis que além de tudo, estiveram sempre presentes neste projeto, desde a sua elaboração até sua execução.

Esse projeto é muito mais destes últimos que citei do que meu ou do Idepac.



**********



E sem me dar conta, ontem foi dia de um grande professor invisível a qual tenho não só muita admiração como gratidão.




Essa vida é muito curiosa e intrigante. Pra dizer o mínimo.

Na hora de dormir, quando fui repensar o meu dia e percebi tamanha "coincidência", não pude contar a emoção que meu coração transbordava.

Só tenho uma palavra para marcar esse dia: GRATA!