10 de jun de 2008

SEM RECLAMAR

minha mãe não pode mais dizer que eu nunca dou nada pra ela: ela está gripada!

(momento malvado ehehehehehe)

DEPOIS EU QUEM SOU FRESQUINHA, NÉ?

Falamos sobre muros nos post abaixo. E esse muro do colégio Ascendino Reis, já me deu muita dor de cabeça.

Me fala o que é que se passa na cabeça de um infeliz que acha que entulho e móvel velho, assim, com uma privada e o assento dela, podem ser jogados na rua.... Só pq no paredão não tem ninguém?


Meu.... que merda. E dizer que é gente que mora do lado, que acorda todos os dias e vê isso numa boa antes de ir trabalhar.


Tipo, adianta ter a casa, a loja, toda arrumadinha se a rua tá parecendo um lixão?

Super chique, né?

Há quatro anos eu não tinha problemas desse tipo. Até hoje. Daí fotografei pela milionésima vez e mandei pra prefeitura de Sampa. Toquei o terror nas comunidades do Tatuapé pra ver se o dono do lixo se toca. Ou se pelo menos alguém na casa dele comenta.

Depois eu sou fresquinha né? Mas quem é que aguenta lixo? E daí na comunidade já falaram "pra mandar pra tv pressionar a prefeitura". Meu..... ahahahahahahahahaha

Pressionar prefeitura pramódiquê? A culpa é do povão-lixão.

Pedi pra prefeitura uma placa como vi em Pinheiros, dizendo que é proibido ter lixo fora de hora e entulho. Quero mais é denunciar quem fez e fazer a pessoa passar vergonha.

Tenho uma coleção de fotos como essas e pretendo pôr no jornal com o endereço de quem fez essa imundície.