30 de abr de 2008

TEMPINHO RUINZINHO

Mas olha só.... eu vou ali e já volto.



Trago no retorno, mais algumas histórias que não interessam os leitores emocionantes!



Se der, dou uma blogadinha por aí.

29 de abr de 2008

ENTREVISTA

Ontem de noite, escutei uma entrevista maravilhosa com uma antropóloga que entre outras coisas, discutia sobre sexualidade.

Não na forma de sexo propriamente dito e sim, a coisa mais no nível comportamental. De vestir uma garota de cor de rosa dos pés à cabeça e torcer para que os meninos sejam exímios jogadores de futebol.

Ela também falou sobre as Barbies, contos de fada e o quanto as mulheres são infelizes. As expectativas que colocam pra si, os modelos de mulher que a maioria segue.... O que acontece com garotas que destoam da maioria...... os garotos que de repente têm interesse por moda e a estigmatização que sofrem....

Fiquei com vontade de ler os livros dela. Mesmo.

Curioso é que ela entrevistou 1279 homens e mulheres no Rio De Janeiro, adultos. Ela perguntou para as mulheres, o quê elas invejavam dos homens e a maioria ESMAGADORA respondeu: "Liberdade".

Daí ela perguntou para os homens, o quê eles invejavam em uma mulher e a maioria, ES-MA-GA-DO-RA respondeu: "NAAAAADA".

Dá o que pensar, não é?

A maternidade para os homens, aparecia em 5%.

Enfim, apresento a professora Miriam Goldenberg que a partir de hoje, terá link permanente no meu blog.

AI QUE FOFO!

Ganhei flores do meu amadinho......



Rosas brancas..... tango amarelo que se estivesse próximo da minha gata, já não existiria.

Já disse que estou feliz, ansiosa e com medo?

Pois é.....

28 de abr de 2008

QUERO APENAS DIZER ALGUMAS COISAS

  1. Não deixe de ler a revista da Folha de Sampa deste domingo, falando sobre os carroceiros. Um repórter viveu 72hs como carroceiro. Eu, que já fui bem discrimanda por conversar com alguns deles, ou ainda ter a audácia de separar lixo para eles levarem em frente ao meu prédio (de pseudo lucho), fiquei muito feliz que alguém tenha escrito uma matéria como essa. Quem sabe essa gentinha de crasse, não aprenda que se não fosse pelos carroceiros, Sampa estaria pior no quesito lixo?
  2. Comi muito no Domingo, a ponto de perder a fome até na Segunda. Não, isso não se faz, eu sei.
  3. Ainda me admiro com gente mesquinha, tapada, cretina e careta. Não, isso não se faz, eu sei.
  4. Comi fruta-do-conde geladinha. Nham! (De novo, comida)
  5. Estou muito feliz, mas com medo também. Ansiosa, idem. Mas isso vai passar. A ansiedade e o medo, a felicidade, não!

ADORO ATENDER CLIENTES

Food Mixer & Sandwiches


Esses pagam de verdade, pelo menos.

25 de abr de 2008

MAIS FOTINHAS DE SEBÁ

Durante nossas andanças, uma loja me chamou atenção:
Só pudemos voltar de noite. E resolvemos entrar. Trata-se de uma loja com artigos de decoração e pra quem tá muito afim de fazer lista de casamento. Tem também uns sabonetes cheirosíssimos.

A dona da loja, uma mulher que além de bonita é distinta, logo puxou papo. Quando vimos, estávamos dentro do balcão dela, lhe ajudando a achar um site que ela estava louca procurando. Trocamos os cartuchos da impressora dela.... enfim.... quem diria?
E no dia seguinte, após o trabalho cumprido, lá fomos nós de volta pra o aconchego casa e curtir o feriado no dia seguinte, com mais folga

Pena que o tempo não estava muito bom, mas mesmo assim, a paisagem era deslumbrante:
Praticamente, durante toda viagem vc vê o mar. Imagino como deve ser lindo em dias de sol com céu azul.

E aqui, uma das vistas :
Só que daí...... vendo tanta água, vontade de fazer xixi apareceu. Sim, eu faço antes de sair.... mas sei lá.... vai ver foi água que tomei

Paramos na praia grande de São Sebastião (que de grande não tem nada) e estava tudo em obras. Tudo bem que eu estava de biquíni por baixo, mas não rolava de eu ir até o mar pra fazer xixi e ficar a uma hora da viagem molhada, salgada e xixizenta. Bar, padoca, boteco, quiosque? Nenhum

Até no meio das obras avistamos um banheiro:

Isso mesmo, banheiro de obra. Sem romantismos ou eufemismos

Ô dilema.... fazer ou não fazer? Daí mandei pedi pro namorado fazer xixi primeiro. Tudo bem que eu não sou dessas pessoas que sentam em privadas alheias, mas sabe como é, né?

Por incrença que parível, tudo razoável. E lá fui eu.... Foi uma experiência que além de ser aliviadora, foi bom pra eu parar de ser fresquinha

Sim, tinha papel... não, não tinha onde lavar as mãos.

VENTO QUE TRAZ MUDANÇAS

Alguns bons ventos sopraram.

Não quero ainda contar. Mas com esses ventos, as notícias que chegaram, foram suficentes pra deixar meu coração que aposta no futuro, mais confiante.

Passei a noite em claro pensando em tudo o que já me aconteceu e a importância desses acontecimentos. Enumerei pela milionésima vez as coisas que preciso urgentemente fazer e a ansiedade dessa vez me encontrou mais corajosa.

Os amigos, as pessoas da família que me foram fundamentais (e aqui incluo meu amado); por outro lado vieram os maus amigos nos meus pensamentos (mas com felicidade é que lembro deles, pois eles não fazem mais parte do meu cotidiano) todos eles, juntos com as imagens dos bons e maus acontecimentos, me passaram pela cabeça.

Acredite, meu recente passado de dois anos, passarou por mim esta noite todinha. E saiba que cada palavra de amor e afeto, de incentivo e de provocar meu renascimento, está aqui vívido, mais do que nunca.

COMPLETAMENTE ENTENDIDO

Ontem, na hora de eu ir dormir, senti muito perto um helicóptero.

Agora tá tudo explicadinho: meu bairro ficou falado ontem. Mas ó..... não foi por motivo torpe, viu? Simplesmente mais um inconformado, mal-amado no mundo.

Tem gente que não sabe mesmo a hora de parar.


Update!

Olha só: dizer que pouco antes, eu estava no mesmo quarteirão, só que do outro lado......






Agora, repare no portão em forma de triângulo que aparece no fundo da reportagem. Do seu lado direito, está o consultório que foi o primeiro emprego da minha mãe....

Vc vê só que mundinho pequeno?

24 de abr de 2008

MAIS NOTÍCIAS SOBRE UM MUNDINHO BOM

Reciclagem.

Não estou falando sobre reciclagem de latinhas de alumínio, pq isso daí é mais do que manjado, certo?

Estou falando de reciclagem de coisas mais "exóticas".

Aqui.

HOJE

Uma das turmas que estou ensinando português (no voluntariado), concluiu a carga horária. Foi maior legal ver as redações bem escritas. Sensação de missão quase cumprida.

Espero que eles tenham curtido tanto quanto eu.

Eu quero é mais!!!!!

23 de abr de 2008

PRONTO, JÁ TEMOS TUDO

Chega dos ufanistas de plantão dizerem que aqui, no Brasil, não há tufões, neve ou terremoto. Terremoto já temos, ou pelo menos um tremorzinho de terra.

Não senti nada. Mas há quem diga que aqui no bairro foi sentido. Sei não... tá me parecendo mais um capítulo da "roupa nova do rei".

Bom, o caso é que de tantas mazelas que temos, ainda fomos premidos com tremorzinho. Pronto, sem inveja das ôropa.... oks?

Mudando de pau pra porrete: parece que o mocinho que faz o hérri póter, ficou apaixonado por uma garota que ele viu de relance, em um evento na Austrália. Lembrei do espisódio do Charlie Brown que ele vê de relance a garotinha ruiva e se apaixona..... Vai até o que poderia ser a casa dela.....

Desculpa, Charlie Brown é minha paixão.... não teve como não associar.

PAISAGENS DE SÃO SEBASTIÃO

E fomos bater perna como bem gostamos de fazer. Eu como boa ignorante, não sabia que S. Sebstião é uma das cidades mais antigas do Brasil. A vila inicial da cidade, está toda restaurada e é muito lindinha e charmosa:


Como percebem, o tempo não estava muito do nosso lado. Mas, isso não tirou a nossa admiração por este lugar.


A orla da praia, foi toda reformada, caprichadamente. As lojas todas acolhendo os turistas e dando um charme bem especial. As luminárias com flores, jardins.... e tudo com o mar ao longe:


A parte histórica é bem presente. E lamentei o fato de eu não conhecer o suficiente pra admirar mais.


À noite, conhecemos a casa Esperança, que é um reduto artístico na cidade. A casa é original e esta ultra conservada: os afrescos no teto, não passaram por resturação e incrivelmente, as cores estão vívidas. Por dentro, rolava uma expô de um artista moderno.

Foi um contraste interessante: ver obras tão modernas em um ambiente tão sofisticado e clássico. Rolava boa música lá dentro. Pena não poder fotografar por dentro.

TIRADENTES, FERIADO E AFINS

Então era feriado. Aproveitei e fui ver meu namorado na cidade dele, aqui do ladinho de Sampa. A sorte é que eu sempre levo de "um tudo" na mala: desde biquíni à capa de chuva.

E foi sorte.... mesmo. Meu respectivo ía a trabalho pra São Sebastião (litoral norte paulista). Ainda não estava chovendo, porém o tempo estava bem feiosinho já. Consegui chegar relativamente cedo em SJC. Carregando minha mala nas costas, depois de trincar de frio do ar condicionado da viação Pássaro Marrom. Sem cinto de segurança em ordem. Sim, meus caros. Eu viajo de ônibus e ponho cinto.

Oks, cheguei e lá fomos pegar a estrada. Quero antes dizer que o coitado do meu respectivo, tentou em vão reservar uma pousada pra apenas um dia. Mas foi impossível graças ao feriado. Ninguém queria alugar por apenas um dia. Intenção de ficar mais tempo por lá, estava descartada. Então a solução que meu respectivo achou foi alugar um quarto de hotel. E foi sorte encontrá-lo.

Enfim.... vc tem sinais do que será sua viagem, quando ao abastecer o carro vc encontra coisas assim:

Este lindo artesananto pedurado no retrovisor do carro vizinho. Uma pantera-cor-de-rosa feita de bolinhas.... E vou dizer, o carro não era nenhum chevette 72, nem monza classic 86. O quê explica tamanho mau gosto?

Tudo bem... seguimos viagem. A estrada pra lá é linda. Florida em alguns pontos... mas muita neblina, muita curva. Conseguimos chegar cedo, encontramos o Hotel e ainda estavam limpando nosso quarto, pq o filho da dona do hotel, estava hospedado até o dia anterior.

O quarto minha gente:

Meu pai de Deus!

Quando nós dois entramos no quarto e vimos o contraste desse vermelho com esse amarelo das toalhas, a colcha ganhou um efeito interessante: parecia que os desenhos tinham ficado tridimensionais.

Mas, somos pessoas que não ligam pra luxo. E como bem vimos, o quarto estava limpinho.

'Bora andar pela cidade, comer e encontrar o endereço e tals. À noite, na hora de ir domir, nos surpreendemos com o cheiro de cigarro carregadíssimo pelo quarto....

Liga o ventilador, abre a janela.... nada.... A cama, as roupas de cama, tudo empesteado. Lamentei o fato que na minha mochila que cabe de "um tudo", não ter trazido um incenso.

Agora, pra vcs verem como a situação de acomodações estava grave na cidade, ouvimos a noite inteira, gente batendo lá e perguntando se tinha lugar no hotel. Em vão. Tudo tão disputado quanto a noite que o JC nasceu.

22 de abr de 2008

POVO DO MEU BRASIL VARONIL

Eu voltei....

Tivemos um feriado prolongado. Daí que eu prolonguei mais um bocadinho e voltei só agora.

Teve uma viagem curta, paisagens lindas e muita cafonice pelo caminho. Aguardem!

No mais, quando digo viagem curta, verdade: tipo bate-e-volta. Mas não foi rápida o suficiente pra quebrar a tradição de eu ser picada por um parente de mosquito pra lá de fortinho dos dentes e me deixar avariada do pé....

Sim, tinha Autan, Off e essas coisas.... mas sabe como são tradições, não é?

Mas, breve venho aqui pra contar tudo pra vcs.

17 de abr de 2008

AI QUE MAIOR LEGAL

Imagina: vc pega carona com seu vizinho que te deixa perto de alguma estação de metrô. Daí pra vc chegar até o seu trampo, vc vai nessa estação do metrô, pega uma bike emprestada e vai pro trampo....

Sem poluição, mais rápido, sem trânsito e com alguns quilos a menos.

AQUI, Ó!

COMO MEIRE BEM LEMBROU


Amanhã é dia da Blogosfera se unir contra o Analfabetismo.

Saber ler não é apenas juntar as palavras: é ler com discernimento, saber interpretar, ter espírito crítico.

E a Blogosfera se uniu simplesmente pra dizer que é engajada? Acho que a proposta do blog que partiu essa idéia é bem clara: qualquer ação que vc faça para que as pessoas se alfabetizem. Daí, eu acho que vale tudo: até ler estorinhas infantis em hospital para que a criança tome gosto pela leitura, dar livros para quem precisa, valorizar as bibliotecas, voluntariar-se para a alfabetização ou o aprimoramento da leitura.....

Sei lá... são tantas idéias.

E vc? Colou no seu blog/site o selinho da campanha?

Uma inicitiva belíssima do SAIA JUSTA, apoiado integralmente por mim.

E me diz uma coisa? Por que escolheram o dia 18 de Abril? Alguém sabe? Essa é uma mão levantada? Responda.....(valendo um beijinho)

BOMBOU

Gente, se eu soubesse que falar da Ana Maria Braga ía atrair tantos leitores, já o teria feito.

Pensa comigo: a mulher é formada em duas faculdades, uma delas é Jornalismo. Está com um programa diário, logo a chance de cometer deslizes, é maior.

Mas um dia, assitindo a Ana Maria Braga no Mais Você, calhou justamente aquele dia que ela tentava explicar para a sua audiência que o símbolo que ela tinha no pescoço, não era de nenhuma religião do mal, (como inúmeras cartas e e-mails chegaram dizendo.....) e que era o símbolo do Paz e Amor, que a filha dela tinha lhe presenteado com muito amor.

Isso mostra pra mim, que mesmo entre os fãs dela, há os xiitas que antes de pesquisar, já vão falando besteira a torto e a direito.

Eu poderia também falar sobre o fato dela ser tendenciosa no que diz, ser velha ou não, gorda ou não, namorar/casar com homens errados ou não.....

Mas, eu vejo que a Ana Maria Braga, que revolucionou a posição das donas de casa lhes dando a chance de aprender um artesanato, ou uma técnica nova de culinária suficientes pra que elas (donas de casa) não dependessem mais dos seus maridos (ou enfrentassem o mercado de trabalho), tem sim que se preocupar com a língua, com o português.

Porque, minha gente: LÍNGUA É PATRIMÔNIO!

E é assim que no voluntariado hoje, ao ensinar que não se fala "mindingo" e sim "mendigo", um aluno teimou comigo que ele "viu no dicionário mendingo". E eu o posso culpar? Se a família, a televisão e os amigos fizeram ele ouvir por dias a fio uma palavra mal falada?

Agora, eu me calar vendo uma coisa dessas na TV que alardeia por aí que tem Q de qualidade?

Vejam bem.... a Ana Maria Braga pode errar? Pode.... Mas assim como os jornais, ela tem que vir a público dizer das suas "erratas", do contrário..... mais pessos falarão "atora". E tenho certeza que comigo, a Ana concorda.

Admiro a Ana por diversas coisas, outras, sou totalmente contra. A parte que me tocou no video, foi simplesmente uma palavra errada e não a Ana como persona. E para o bom entendedor, eu escrevi no meu post "diz pra mim que esse 'atora' foi brincando", pq eu naquele momento, quis acreditar que a Ana quis usar de uma brincadeira pra se expressar.

Mas sabe como são os xiítas....

16 de abr de 2008

ANA MARIA BRAGA

eu parei de assistir logo no começo:





Ana, diz pra mim que esse "atora" foi brincando,vai....please!

PENA QUE NÃO POSSO FALAR MUITO SOBRE


Sim, é a pata de uma jaguatirica na mão do meu respectivo.

Aguardem.

ME DIGAM

o que faz uma madrinha de casamento, exatamente?

No casamento que meu namorado foi padrinho, o padre disse que os padrinhos zelariam pelo bem-estar dos noivos, mantendo o casamento em um nível de entendimento, paz e harmonia.
Quero acreditar que o padre não estava sugerindo swing, do contrário eu ficaria preocupada com a missão do meus respectivo no casamento dos amigos deles.

Daí que me convidaram pra madrinha de um casamento. Vou omitir quem e quando. O caso é que não me sinto à vontade com esse papel, por vários motivos que eu poderia enumerar.

Um deles é que eu não conheço bem uma das partes desse casamento e pra mim, madrinha ou padrinho deveria ser uma pessoa que apóia o casamento. Como eu posso apoiar um casamento entre pessoas que eu não conheço direito? Tudo bem que um deles eu conheço até demais e eu poderia ficar feliz só pelo fato dessa pessoa ser feliz. O caso é que por eu gostar muito dessa pessoa, me preocupo com ela a ponto de fazer inúmeras perguntas e uma delas é "essa outra pessoa fará bem a ela?"

Outra, parece que eu serei madrinha por ser respectiva do meu namorado. Portanto, isso me daria papel de figurante. Sendo eu figurante, deveria receber cachê, afinal, prometi a mim mesma que eu não trabalharia de graça pra mais ninguém.

Já pûs meu cargo à disposição dos noivos, disse que se eles quisessem, que chamassem outra pessoa no meu lugar, mas eles deram a impressão que eu era pessoa indispensável. Por quê? Então.... vou deixar aqui um espaço pra que vc que me lê complete com um motivo, pq sinceramente, eu desconheço o motivo pelo qual eu sou indispensável.

Ambos são da opinião que eu falo muito, desnecessarimente e que eu não chego a lugar nenhum com meus assuntos. Sim, eles já disseram isso na minha frente e na frente de uma pessoa que eu estava conhecendo, em um primeiro encontro. Coisa que além de me deixar constrangida, me deixou triste por motivos que vou omitir aqui, mas que tem a ver com uma das partes que nunca se importou das minhas "conversas que não chegam a lugar nenhum" quando o leite derramou pro lado dele.

Voltando ao primeiro parágrafo deste post, como eu poderia zelar pelo casamento das pessoas que me chamaram pra ser madrinha, sendo que um não é aberto ao diálogo quando temos algo que contrarie suas vontades e convicções e outro que suspira e levanta os olhinhos (fazendo cara de enfado) cada vez que eu abro a boca e digo coisas simples como um "parece que vai chover"?

Estou errada em me perguntar qual meu papel neste casamento? Estou errada em pensar e sentir tudo o que falei? Se estiver, por favor, me digam. Pq está me deixando muito triste este assunto, uma vez que eu tenho muitos defeitos, mas não sei ser hipócrita.

Está me sufocando já.

TRÂNSITO

Quando fui na mnhã de domingo pra Barueri, vimos 3 acidentes de carros acabadinhos de acontecer. Pelo visto, muita gente chegando bêbada da balada, imprudência e sono.

Na madrugada de domingo pra segunda, chamaram o namorado pra uma cesárea de emergência... Não sei onde vcs moram, mas neste exato momento, o mundo caía em Pinheiros. Ventava tanto que a impressão que eu tinha era que as venezianas iriam embora pra nunca mais voltar.

Do telefonema que ele recebeu, até ele retornar, não consegui dormir.

Na segunda, pela manhã, retornando pro Tatuapé, flagrei um acidente, do lado do muro do cemitério da Consolação:

O cara cruzou a pista e conseguiu encaixar o carro entre árvore e o muro. Por quê? Seria a chuva a culpada? O carro com alguma falha mecânica? O sono? Imprudência?

Não sei, só sei que isso me assusta demais.

CONVERSAS NO MSN

Substitua "Alexandre" por André, meu querido sobrinho que tem verdadeira fascinação por grandes conquistadores da história:

(...)

Débora, diz:
a tia quer te pedir desculpas por não ter falado com vc esses dias

Alexandre, diz:
tudo bem, sei que não foi por mal

Débora, diz:
a tia está estudando pra que um dia vc tenha muito orgulho dela

Alexandre, diz:
mas tia, eu já tenho orgulho de ti, pq és minha tia e és muito fofa.

(...)

Fofa=gíria em Portugal para "querida", "linda"....

E eu, chorei..... sim, eu sou boba.

15 de abr de 2008

EDUCAÇÃO NADA ARTÍSTICA

Então, lembra da olaria que vc pega, pinta, queima e leva? O namorado no sábado de manhã, foi buscar nossas peças. E sorte que foi ele a buscar, pq se eu tivesse visto a minha peça na frente dos estranhos, teria dado vexame de tanto que eu iria chorar.....

Primeiro a peça dele, baseada em uma jaguatirica:


Vejam que ele conseguiu fazer o malhado da pelagem....

As costas da jaguatirica-gato-cofre:

Ficou lindinho, né?

Agora o meu, que ainda terei a cara de pau coragem de entregar pra pequena Fifia, pra que ela tenha uma recordação da tia e que possa juntar dinheiro pra sua velhice (coisa que a tia aqui não consegue fazer).

Atenção leitores, retirem os cardíacos, as crianças e as pessoas de bom gosto da frente do pc. Risco de chiliques e crises de riso sem fim:




Pior é vc ouvir o namorado dizer: "Ahhhhhhhhhh, mas ficou bonitinho, Dé......, gostei mais do seu do que do meu....."

As costas do gato-desastre-cofre:
`
Podem rir agora....

Tudo bem que eu sei que a minha coordenação motora não é lá essas coisas, que eu não fiz pré-escola... mas sabe quando vc tem a esperança de que algo vai sair mais bonitinho? Então, não saiu....
Buáááááááááááá!

Mas ó.... vcs me aguardem. Pq eu vou voltar lá e vou fazer outra bosta, com certeza mais peças até eu me convencer que eu não levo jeito mesmo fazer alguma coisa que preste.

Ah, se vou!!!!

PARTE DA PROMESSA

E domingo, fui de novo pra Barueri. Ainda acordei mais cedo do que deveria, pq do contrário, não sairíamos a tempo de poder tirar o carro da rua, por causa da Maratona de Sampa que rolou no domingo, bem na rua onde a gente fica nos fds.

Portanto, mais uma vez, desculpa pelas poucas e más fotos. Barueri como eu disse antes, é uma cidade de milhões de fontes. Todo o lugar onde couber uma estátua, um pequeno monumento, lá estará também uma simbólica ou farta queda d'água:

Uma cabeça de sei lá quem com água por todos os lados.

Aqui, um índio com sua particular "cachoeira":

"Débora, cadê a água?"

Verdade, é que era tão cedo quando fomos pra lá, que nem as cachoeira tinham "acordado".

Fomos na feira (que por sinal fica bem no centrão da cidade) para comer um pastel (sorry, mana) e depois de devidamente instalados, percebemos que estávamos na barraca errada: a outra era cheia de gente, enquanto a nossa estava minguada. A outra ostentava panos limpos, a nossa.... bom, o que importa é que o pastel quando frita, devido à alta tempertura, mata todos os vermes e bactérias, certo???

Fiz o que tinha pra fazer e lá fomos de volta à civilização Sampa.

Ah.... esqueci de falar: passamos por mais uma escola municipal.... que inveja das escolas de lá. Só vendo pra vcs acreditarem nimim.

ATO DE REBELDIA?

Sei que esquecemos de fazer a nova vacina do namorado. Depois de tirar o sangue, ver como tava a taxa de sei lá o quê e ainda saber que dentro de 15 dias tinha que repetir a vacina, esquecemos. Também, são tantas coisas pra lembrar, alguma falha.

Por causa de uma exposição que eu estava procurando soltei o "podia aproveitar e ir lá ver o lnce das vacinas"... e fomos:

Aqui a fachada do Instituto Pasteur, que fotografei disfarçadamente, pq vcs que me lêm faz tempo, lembram que fui desencorajada a fotografá-lo, "pq precisa de ordem da mulher"... seja lá qual mulher é essa que nunca está por lá

Era de noite, não pude usar flash pelos motivos óbvios e ainda tirei correndo que nem menino que toca a campainha e sai correndo....

E por dentro? Aháááááa, Serginho Mallandroo!!!

Enquanto esperávamos a vez do namorado tirar sangue (pq na verdade ele iria ser examinado novamente pra ver se ganhou a titulação ou não), ele vigiou o corredor dos funcionários e eu tirei um milhão de fotos com a câmera quase dentro da bolsa:

Pena que não deu pra tirar a foto no plano que eu gostaria. Mas daí vcs já têm uma idéia do quanto as portas são lindas.... todas com o monograma do Instituto. O prédio é lindo, com áreas arborizadas, pé-direito alto e arredondado, típico da contrução de época....

Mas ó.... ainda vou fotografar muito lá dentro, vcs vão ver!
Até pq fora o namorado, tô pensando seriamente em pôr a minha carteira de vacinação em dia.

11 de abr de 2008

POR ISSO, CADA VEZ MAIS

eu sou fã de documentários:






aqui, onde tudo começou pra o diretor José Padilha, do Tropa de Elite. Muitas personagens vc pode facilmente identificar neste documentário.

10 de abr de 2008

LULA LOL



é O blog !

Ahahahahahaa.

PERUA SONHA?

Opa, se sonha....

essa noite, eu estava me maquiando com uma sombra verde-bandeira, não cintilante, mas linda.... linda mesmo.

Justo eu que ouvi a vida inteira que verde não fica bem em morenas, não pude resistir àquela cor tão linda. Curioso é que me maquiei sem me borrar.

Só sonho mesmo.

FATALIDADES

Não me pronunciei aqui sobre o caso da menina que caiu do 6º andar. Não que eu não tenha uma opinião formada a respeito. Apenas me privo de falar qualquer coisa, pq a bem dizer a verdade, pouco iria amenizar a dor daqueles que sofrem de verdade pela morte da menina.

Hoje eu li no site da Grôbo que "a polícia tinha o caso 99% solucionado". Tipo... há uns 3 dias mencionavam 55%, depois 65%, ontem 77% e agora essa porcentagem ridícula de 99%.

Me explica, como eles podem ter certeza? Parece que o caso da menina é um programinha qualquer de computador que tem uma barra informando quantos por cento a coisa já "andou". Não sei quem são mais ridículos: as autoridades querendo se pronunciar com cuidado, ms demonstrar que estão trabalhando, ou a imprensa fazendo seu julgamento "imparcial" totalmente acusando o pai e a madrasta.

Daí falam que há de se ter cuidado pra não repetir a história da creche Base. A diferença é que dessa vez a vítima é uma criança. Diferente também pq o crime existe, logo não há o pq ter essa pseudo-cautela.

A imprensa querendo pousar de imparcial e prudente. Desde quando o jornalismo tem ética?

9 de abr de 2008

GANHEI


Esse tênis fofinho, levinho e tudo de bom, do meu querido mano caçula e da minha cunhada. Pq não dizer que foi a Fifia também que me deu?

Eles com medo que eu não fosse gostar pq tinha rosinha. Nunca tive preconceito com cor (inclusive em tênis... eheheh). Preocupação besta!

E vou dizer que esse tênis chegou em uma ótima hora. Sim, pq esta pessoa que aqui vos escreve, só tinha um par do guerrreiro All Star maior batido já.

Então agora o jeito é lavar muito bem o All Star, colar as partes soltas de plástico e doar pra quem não tem nem um "velho de guerra". Lembrei que como eu ganhei um outro sapato do namorado, preciso doar também outra sandália que eu tenho quase nova que eu não a usava pq a mim, me doía o pé.

Não dou coisa estragada pra ninguém, afinal o que eu não quero pra mim, não faço pros outros. Não sou do tipo que faz caridade com as coisas que jogaria no lixo. Isso não é caridade, é falta de humanidade, sobretudo.

Mano, Zê e Fifia. Obrigada pelo mimo. Eu sei pq vcs me deram ele. Saibam que ainda é cedo pra comemorar. Juntos, um dia, (espero que bem breve) a gente vai poder comemorar 100%.

ACELERADA

Bom, dar aula é uma coisa muito legal. E esta frase que eu acabei de escrever, eu jurava na minha vida nunca dizê-la/escrevê-la.

Eu e o Dedé, de amigos que somos, descobrimos que temos um timming perfeito pra dar aula em dupla. A classe parece estar bem motivada e satisfeita. Pedem por exercícios e ficam competindo pra quem acerta mais.

O Dedé vai mexendo com a cabeça deles, estimulando o espírito crítico e eu vou lapidando a forma como eles se expressam. Nós pegamos dois vídeos e algumas fotos com frases escritas errado pra que eles identificassem o que estava mal escrito.

Adoraram. E isso foi só o tira-gosto. Pq Sábado daremos um reforço pra eles. Prometi que terá muita música, mais fotos e uma batelada de exercícios. Estou pensando em músicas populares, de axé, mpb, samba... o que tiver rolando nessas rádios podres.

Pq ensinar uma classe de adolescentes com música erudita ou de letras muito chicobuarqueanas, é pedir que eles te odeiem pro resto da sua vida.

Quando distribuímos as revistas.... que alegria (e briga pq faltou pra algumas pessoas).

Um menino se despediu da gente, pq tinha arrumado um emprego e não poderia vir mais. Foi emocionante.

Agora, chegando em casa, quem consegue dormir? Eu fico acelerada, pensando nas coisas que eu deveria ter dito e não fiz, nas coisas que eu poderia ter feito melhor e não fiz e ainda.... noq ue pretendo fazer na próxima aula, seguindo as sugestões do Dedé.

Alegria. Pura alegria.

8 de abr de 2008

DICA ESPERTA

Pra vc que aprecia bons produtos. Estou falando da linha de produtos naturais, sem conservantes químicos e produtos orgânicos.

A marca SuperBom, já é bem conhecida no mercado. A geléia de morango deles, de longe é mais melhor de boa que eu conheço. Daí fiquei sabendo que nos dias 25/04/ e 27/04, eles vão abrir pra uma liquidação.

Terá até sorteio e tudo o mais. Procura salsicha de soja, arroz integral, produtos naturebas já feitos, para comer melhor? SuperBom tem. E realmente o gosto dos produtos faz jus ao nome da marca. Sucos orgânicos a preço acessível de verdade......

Serviço:
Dias:25 (sexta), das 8 às 15
27/04 (domingo), das 8 às 16
R. Domingos Peixoto da Silva, 245 - Santo Amaro
Telefone: 6842-1830

Site.

DEUS QUE ME PERDOE

mas eu adoro esta segunda versão.

Pena que quando eu "donwlodei" a versão completa pelo 4shared, ficou muito lento.

ANDANDO POR AÍ


Foto da igreja que fica em frente à Pça Benedito Calixto. Sim, onde rola aquela feira de pulgas antiguidades e coisas bacanas... onde muito artista prástico se encanta e se perde.

Mas, veio uma curiosidade: quem foi o Benedito? Daí que fiquei sabendo que o cara era arquiteto, decorador, pintor e os escambau. Quero ir mais a fundo nas pesquisas.

Quanto à igreja: ano passado estivemos lá na quermesse. Primeira vez que ganhei alguma coisa em um bingo: uma cartela de carrinhos de plástico. Os carrinhos foram doados para o primeiro menino malabarista de farol. Pra desespero da mãe aliciadora dele.

Me lembro que eu e o namorado fomos acompanhados de uma pessoa, que estava triste porque a namorada nunca estava presente. E nós até então éramos a melhor companhia. Claro que a pessoa sempre dizia que a gente podia contar com ela pra o que precisasse. E mesmo a gente não acreditando por todo um histórico.... não custava a gente ser solidário.

Pois bem... nem um ano se passou e o cenário dessa pessoa mudou completamente: hoje namora uma pessoa mais presente e nós, como amigos (sobretudo) que somos, ficamos muito felizes. Porém, a gente sabe como é começo de namoro e é claro que não "exigimos" mais a presença dele nos nossos passeios, mas claro que por vezes convidamos. (Quando a gente consegue planejar com tempo os passeios, coisa rara).

Mas esse fds, essa pessoa acabou fazendo mal pro meu namorado. E eu fiquei muito puta. De verdade. Pq eu sou bicho ruim mesmo e não me importo quando me fazem mal. Não é falta de auto estima não, viu? É que já fiquei calejada. Mas meu namorado que é um doce e que tanto deu a cara pra bater por essa pessoa.... não merecia.

A essa pessoa, só desejo toda a sorte do mundo. Pq ela vai precisar.... e muito. (Entendam como quiser)

7 de abr de 2008

SAINDO DA ROTINA

Há algum tempo, por circunstâncias que não te dizem respeito que mais tarde eu falarei delas, acabamos conhecendo uma loja pra material de cerâmica que tinha um diferencial: vc pode pintar sua peça por lá, queimá-la e tudo....

E este sábado, resolvemos experimentar. Quer dizer.... eu... pq o namorado já andou flertando com as cerâmicas e pinturas.

Eu que não fiz pré-escola, tenho uma "super" coordenação motora. Por isso escolhi uma peça pequena e mais criançona lúdica para tentar alguma coisa:

É um gatinho-cofre... pra sair da mesmice, certo? E pra provar que somos um casal bem sem graça, sem sal, nem açúcar unido.... fizemos a mesma peça. Pra confessar mesmo, o namorado escolheu a peça... e achei que seria melhor pra eu treinar.....(tosca...)


Aqui o namorado começa sua idéia. Veja ao fundo uma fonte feita a partir de cerâmicas que a loja produz. achei a idéia muito legal.


E para justificar a minha falta de habilidade minha boa intenção, eu vou dar a peça do gatinho pra Fifia. Aqui o riscado:


Eu juro que eu tinha uma idéia legal pra pintá-lo, mas a execução.....

Caso foi que a gente começou pintar às 10:30 da manhã.... não percebemos a hora de terminar e a loja aos sábados, fecha às 13:00. Há muita família, filhos que os pais deixam por lá pra fazer compras sossegados... o ambiente é pra lá de agradável e artista plástica responsável/dona da loja, é muito simpática e com alma (e paciência) de professora.

Quando o namorado disse que meu gato parecia a vaquinha da cow parade que tinha as peças de corte pintadas (e ameacei chorar), ela veio e me elogiou.... tá?!

E lá eu apressei os últimos detalhes pq a moça tinha a loja pra fechar. Quem olha a foto, não percebe a minha pressa.

Mas ó, como é relaxante...... Deu vontade de fazer mais coisas. E a minha mente está trabalhando já. Difícil será ir buscar a peça e não fazer outra...

OLARIA PAULISTA

4 de abr de 2008

TENHO BOAS NOVAS

porém, não posso contar ainda.... Ainda.
Ei! Vcs continuam torcendo por mim?

A BOLA DE NEVE DO VOLUNTARIADO

Como bem contei aqui, estou de voluntária no IDEPAC. Daí que todos os dias eu vou à biblioteca estudar as minhas coisinhas e preparar as aulas. (Nossa, me sinto maior adulta falando assim... ehehehe)

Os funcionários de lá sempre pegam as coisas melhores pra mim, acabam se engajando. Conversando com a diretora da biblioteca, pedi ordem pra fotografar a biblioteca, pra fazer algo como o quadro a quadro de uma pessoa que chega lá pra emprestar um livro. Na exposição da aula, eu falaria sobre a importância de manter os livros em ordem, conservados e principalmente, devolvê-los.

Ela disse que pra eu tirar fotos, teria que falar com a Secretaria de Cultura, etc e tal. Vi que ía rolar uma certa burocracia. Porém, ela me disse do trabalho árduo de propaganda que ela tem que fazer pras pessoas frequentarem o espaço. Isso pq as pessoas nem desconfiam que os 4 jornais principais do estado de Sampa, estão lá todos os dias gratuitamente pra gente ler.

Daí ela me pergunta: "pq vc não vem fazer uma visita com eles aqui?" e eu desconfiada perguntei se precisava falar com a Secretaria.... e ela disse que não... que agendasse com ela e eles seriam muito bem vindos. Me perguntou quantos alunos eu tinha em classe... respondi ... ela entrou no balcão e me entregou:


Revistas de circulação interna dos principais pontos de cultura de Sampa, com TODOS os eventos gratuitos. Ou seja, aquilo que eu e o Dedé íamos fazer por conta própria, já estava li prontinho.....

Pela foto, vcs vêm que ela tb entregou folhetos, explicando o que a bilbioteca tem pra oferecer e como fazer pra participar. Abri o maior sorrisão. E ela ainda me insistiu "traz eles, vai!"

Achei muito legal... mesmo. Quando um estende a mão pra ajudar, tem um monte que estende tb. Se eu conseguir, junto com o Dedé, Idepac e biblioteca; fazer com que 5 dos 35 adquiram o hábito frequente da leitura.... meu pai de Deus....

MAIS UMA LEI A SER IMITADA

Sabe quando vc está andando pela rua, tomando aquele sorvete bem gostoso e um desgraçado na rua, escarra bem na sua frente e cospe no chão?

Pois é.... na China, agora é proibido. (Não sei propriamente se é agora no sentido literal, se a proibição já existia).
Com a vinda da Olimpíada e o número de estrangeiros com seus costumes e educação nojentos diferentes vai aumentar, eles estão fixando esses lindos cartazinhos:


Pensando seriamente em copiar e imprimir um desses, viu?

2 de abr de 2008

MÃE É UM TROÇO CURIOSO

Eu tava saindo de casa do almoço, minha mãe olha pra mim e diz:

-Débora, vc tá gorda, filha. Vc nunca foi assim.... olha só sua barriga de
fora.... dá um jeito nisso! Tá feio!

Meu..... realmente é o melhor jeito de vc estimular uma pessoa a perder peso. Aliás, meu peso atual é 56, pra 1,63 cm de altura.

Eu concordo com ela que a minha barriga está gigante, mas a calça que eu estou usando hoje é 38 e ainda assim está larga. Verdade é que eu sempre pesei menos que 50 kilos. E sei que os 6 a mais ficam distoantes da minha imagem de sempre.

O que eu posso fazer por enquanto pra perder ou endurecer a barriga? Nada! Infelizmente eu tenho TODA uma meta a cumprir. E enquanto eu não conseguir a primeira, o resto vai ficando pra trás. Mas eu estou firme na batalha de perder os 86 cm de circunferência barriguística.

Fiquei tão triste e derrubada com o comentário da minha mãe, que saí pra comprar carolinas. Fui no mercado, nada.... fui na padaria, nada de carolinas... na terceira... elas estavam mais duras que eu.

Praga de mãe! Só pode ser.....

NOVIDADES SOBRE AS METAS

O Dedé, que é amplamento falado aqui, semana passada me convidou pra ver a fundação que ele dá aula, "pq eu não manjo nada de português, Dé... pode me ajudar?"....

Lá fomos nós. Chegando lá, vi que era uma sala cheia, cerca de 35 alunos. O caso é que eu tive acesso às redações que o Dedé dava pra eles fazerem. Os erros, minha gente.... os erros... são de assustar. Parece que o Estado e o Município, assim como a família... deixaram muita coisa pra trás na vida destes jovens.

A fundação é voltada para jovens de baixa renda e o foco é a capacitação profissional. São todos jovens formados no ensino médio à procura de uma colocação no mercado de trabalho.

Logo no começo da aula, o André falou, corrigiu algumas coisas... mas sabe como somos eu e a minha língua. Logo pedi pra falar, me apresentei e comecei a falar as coisas que eu julgava pertinentes à ocasião. Claro que eu peguei pesado com eles, pq é praxe da minha pessoa pegar pesado.

Curiosamente, eles me adoraram. E eu me apaixonei por eles. Daí que eu peguei a ficha pra ser voluntária e ontem, oficializei: INGRESSEI NO SERVIÇO VOLUNTÁRIO. Tiraram a minha fotinha e tudo....

Quando o André contou a novidade, a classe me aplaudiu, disse o famoso "Aêêêê". Nunca me senti tão querida.....fiquei em um tom vermelho-roxo, muito constrangedor. A classe é muito bem equipada, contando inclusive com datashow. Dá pra montar muita coisa legal pra deixar a aula bem interativa. E foi o que fizemos ontem.

Atenção: eu não sou formada em letras. Mas não pense que eu sou uma ignorante. Eu conheço as regras, pelo menos, de ortografia. Fiquem tranquilos, vcs professores e pessoas formadas, graduadas pq eu não tiro a vez de ninguém. Piso em terreno seguro, falando aquilo que eu sei e que facilmente pode ser constatado pelos alunos consultando um dicionário e/ou uma gramática.

Claro, se vc julgar que pode fazer melhor do que eu, faço um convite: apresente-se no IDEPAC e ofereça sua ajuda. Todos iremos adorar, incluindo eu! (sei que fui redundante agora e não obedeci à norma culta....ehehehe)

E assim, oficialmente, entro pra o trabalho voluntário e já posso riscar um ítem da minha listinha.
Obrigada ao IDEPAC pela confiança, obrigada aos alunos pela oportunidade e obrigada André por sempre dividir comigo as oportunidades da vida.

1 de abr de 2008

DIA DA VERDADE, OU DA MENTIRA?

Todos nós quando crianças (ou não) adoramos este dia de 1º de Abril pra contar uma mentirinha e depois dizer: "Ahááááá, pegadinha do Mallandro!!!!"

Mas e aquelas pessoas que vivem de mentira? Ah... vc conhece.... são aquelas que dizem que tem mil homens (ou mulheres, ou os dois) correndo atrás delas, que adoram o trabalho que fazem, que tem mil projetos rolando, que conhece Deus e o mundo.... e por aí vai.

Será que hoje, elas se permitem encarar a vida com verdade? Pq se a mentira é uma inversão dos fatos, logo quem conta a mentira/ilusões/fantasias/devaneios usualmente, deveria usar da verdade pelo menos um dia do ano.

É como o Caetano canta: "o avesso, do avesso do avesso".

O bom mesmo é encarar a verdade: sou pobre, sou feio, sou gordo (ou magro demais), ninguém na vida que me quer, tenho porra de projeto nenhum, meus contatos não prestam....

E olha gente, encarar a verdade, não é assumir um tom pessimista, um tom derrotista. É ter a noção real do que é a vida pra poder transformá-la. Enquanto vc ficar aí com seus devaneios, com as mentiras que vc acha que as pessoas acreditam.... desculpa... sua vida não vai sair nunca disso e mentir, de vício.... de insegurança; passará a ser uma necessidade.

Se a sua vida é insuportável demais pra vc poder encará-la.... comece a mudá-la, mas não tape o sol com a peneira, pq nós não engolimos.

P.S.:" Ser pobre, feio,gordo/magro; não é defeito. Mas é que as pessoas estabelecem certos padrões pras suas próprias vidas que depois, não acontecendo, a vida fica mais insuportável. Grande erro!"

PRESENTEANDO

"-Dé, eu queria te dar um novinho, mas eu sabia que vc não ía aceitar. Então, eu comprei um novo pra mim e vou te dar o meu xodó que está impecável!

-Dedé.... do que vc tá falando?

-Do meu DVD portátil.... eu sei que vc não tem aparelho de DVD e muitos cds que eu já quis gravar pra vc, deixei de os gravar pq vc não tinha onde assistir.

-...... mas, meu... é um aparelho de DVD! Dá pra vc .....

-Agora é seu.... ele é o meu xodó, vê se vc cuida bem dele, tá?"

E assim o Dedé foi até a minha televisão, instalou o aparelho e pôs pra rodar o Tempos Modernos que ele tinha gravado pra mim.....
Isso mesmo, minha gente: eu não tinha aparelho de DVD, pq quando virou modinha, eu tinha um leitor de DVD no meu antigo pc. Neste novo, eu não tenho e dentre de tantas coisas importantes que eu ainda tenho pra fazer, este pequeno luxo foi ficando pra trás....

Daí o Dedé, gentilmente, fraternamente, amorosamente fez essa caridade. E eu adorei. Ele sempre acerta!