30 de dez de 2008

CATARSE

Por favor não se assustem. Nada de grave aconteceu, eu só preciso escrever. Embora muitas das coisas aqui escritas sejam verdadeiras (pra não dizer todas) tenho medo de vcs acharem que estou de mimi-fazendo-drama.

*********

VIDA

Saio de casa pra tratar de assuntos com uma pessoa que está celebrando uma conquista da sua vida. Discutimos. Algumas coisas têm que ser acertadas, pq tudo tem que ser lindamente resolvido e milimetricamente.

Discutimos se 9 centímetros serão suficientes ou 10 centímetros. "Mas 1 centímetro fará tanta diferença assim?"- ele me pergunta e eu respondo que "Sim, que ás vezes é bom deixar um centímetro pra termos mais folga.".

Tudo foi escolhido a dedo, tudo foi pensado, tudo feito com o mais profundo carinho e esmero. Nada pode ficar meia-boca. Tem que ser perfeito, ou mais que perfeito. A vida e suas conquistas têm que ser celebradas e pra essas conquistas, a comemoração é feita aos pouquinhos. Uma cerveja na mesa do bar não será suficiente, nem duas.

Cores, texturas, aromas, acabamentos, luzes.... tudo isso foi estudado, pensado e merecido. Sim, pq a pessoa merece tanto planejamento para suas concretizações. Pq foi uma importante etapa da vida que foi cumprida.

Vida

Saindo de lá, do lugar feito pra ser perfeito.... ando pela rua de carro e vejo na rua, em plena luz do dia como diriam os antigos, mas eu serei mais precisa: 15 pra uma da tarde de uma Segunda -Feira; neste exato momento vejo um morador de rua, com as nádegas de fora e banhava seu sexo com a água que corria pela sarjeta. Morador de rua, pela sujeira, pela falta de identidade, pela falta de tudo por assim dizer; fica muito difícil distinguirmos o sexo. Mas eu e meus olhos inconformados vasculharam os detalhes que puderam me atestar que se tratava de uma mulher. Uma mulher, que frágil por toda a concepção e cheia de caprichos em seu sexo (pq sabemos que o Criador foi um arquiteto bem engenhoso e detalhista PRA NÃO DIZER MACHISTA) caso ela quisesse ficar limpa, a única saída que ela tinha era aproveitar a água que vinha pela sarjeta e usando um pote, lavava seu sexo. Em plena Segunda-Feira, no meio da rua, sem cerimônia. Ou pudor. Ou senso.

Na hora, o pensamento que veio à minha mente foi: " e eu discutindo centímetros em um banheiro, sendo que tem gente que se quiser um banho, usa a água da sarjeta e um pote.". Foi instintivo. Mesmo.

Mais tarde, recobrando o raciocínio, percebi que ambos estavam lutando pela vida. Um pq 1 centímetro faz diferença na luta pra outro banheiro melhor e ainda a ser conquistado. Outra pq entende que apesar de ter perdido quase tudo (incluindo aqui sua dignidade), seu corpo ainda estava vivo e exigia cuidados. Cuidados que lhe garantiriam a vida.

MORTE

Saindo dessa cena e dessa pseudo-reflexão de uma cena dantesca dessas pode provocar em nós, seres humanos que temos banheiros e podemos tomar banhos privativos dos demais, eis que passo por uma ponte de acesso a uma rodovia em Sampa e percebo que o tráfego vai afunilando os carros. Até que vejo um policial. Inerte. Ele mal fazia o movimento do famoso "circulando!". Na sequência, meus olhos percebem uma kombi da polícia e mais um policial e assim do nada, de chanfro mesmo, vejo um corpo estendido no chão. Não há sangue. Não há nada pra fora do seu corpo. Apenas um corpo, estendido no chão (a la Chico Buarque) e pasmem, com as calças em seus tornozelos.

A primeira coisa que pensei foi "putz grila, meu! (pq eu sou de Sampa, ?!) Hoje vi duas bundas alheias. Duas bundas estranhas. Duas bundas em cenas bizarras, dantescas. Como ele teria morrido? Pelo que entendi, era desses andarilhos bêbados que parou pra mijar na ponte e foi atingido por um caminhão. Pq a seguir do corpo, havia um caminhão. Então é tudo o que a minha dedução que nem é muito precisa, pode atinar.

Fiquei pensando no quão insensato era alguém escolher uma ponte, acesso de uma importante rodovia pra mijar. Mas pensei que talvez fosse mais um desses que andam por aí, sem ter um banheiro pra discutir se 9 ou 10 centímetros caberiam no plano perfeito.


Vida

Cheguei ao meu destino. Acompanharia o Namorado em duas cirurgias, procurando não atrapalhá-lo. Ficando calada e fazendo tudo o que ele mandasse.

O primeiro paciente, uma cadela que teve uma fratura exposta e valente, não se queixou nada nem pra sua proprietária e nem quando o Amigo Anestesista a pôs sobre a mesa pra anestesiá-la. Qualquer um de nós, entregaria os pontos, pediria todos os analgésicos e mais alguns. E ela só olhava com aqueles olhinhos dóceis e conformados. E não me venham dizer que bicho sente menos que gente. Não mesmo. Apenas eles não têm muita forma de comunicar o que sentem e acredito eu, se conformam com a dor. Pq sabem que por milagre humano ou divino, a dor passa. Pq esse é o caminho da vida. A vida passa levando as dores embora. As dores do corpo e da alma.


Morte

A segunda paciente. (Reparam que eram só fêmeas hoje?) Uma gata com um problema genético que empurrava seus intestinos rumo aos pulmões, fazendo que a única posição que a fazia respirar melhor, era em pé. Imaginem um gato em pé, em duas patas. E ela, foi recolhida da rua. Magra, sabe-se lá em que condições orgânicas.... ainda assim ela na sua luta pela vida, encontrou quem a adotasse e acreditasse que seria possível lhe dar a melhor vida possível. E não sei agora quem foi mais insistente, persistente nessa história:o coração dela que fraquejava nos momentos cruciais, o Namorado que massageava diretamente seu coração sem empecilhos ou o Amigo Anestesista que respirava pela gata. A cada sinalzinho mínimo, sutil de vida... eles insistiam e ela lutou com seu corpinho frágil, raquítico, mirrado, andarilho de rua de3 meses de vida.

Na luta pela vida, que durou cerca de 3 horas e meia, as pulgas que ela trazia junto, abandonavam seu corpo. Pq elas queriam viver também. "Assim como os ratos que abandonam o navio prestes a naufragar" foi o que pensei vendo elas pularem uma a uma....lutando pela vida.

Infelizmente as pulgas tiveram a mesma sorte que a gata.

Infelizmente não aceitamos ainda as pulgas, os gatos andarilhos, os andarilhos.

Infelizmente, nos perdemos nos centímetros da vida. Nos planos perfeitos que idealizamos. E esquecemos do mais importante.

Vida.

23 de dez de 2008

NHÁ PRA TODOS VCS



Seguinte, eu ficarei ausente. Mesmo.

Poderia desejar um Feliz Qualquer Coisa pra vcs, mas muitos diriam que seria hipocrisia. De certa forma é até verdade. Mas não me impede de desejar para aqueles que gostam dessas festividades, os votos que aproveitem bem nessa data.

Eu encaro como feriado.

Não que pra mim faça muita diferença, mas pelo menos posso dizer "hoje não vou estudar feito camela, pq é feriado", dando aquela risadinha e angariando apoiadores.

E Deus me dê forças.... pq eu vou mentir pra pequena Fifia. Ou tentar. Pq crianças logo perdem interesse por uma estória mal contada. Espero não trair minhas expressões e que ela acredite um pouquinho no velho sacana e capitalista.

E coitada da minha mana..... longe do meu sarcasmo natalino, ouvindo falar de doenças, tudo acompanhado de um frio quase que negativo. E nós duas sabemos que de glamurosa a neve não tem nada. E a nós que somos desprovidas de capa de gordura, o frio dói na alma, nos ossos. Detestamos.

Vou me entupir de comida? Não. Pq o mundo não vai acabar. (Embora nos supermercados as pessoas se comportem de outro jeito). Vou chorar? (provavelmente não, uma vez que choro até em propaganda de detergentes (mas o detergente deixa as mãos mais macias e por isso é motivo de emoção) não é difícil eu chorar só por ver gente feliz. Vou ganhar presentes? Definitivamente, não. Quer dizer, já ganhei sim alguns presentes, mas seguindo a lógica natalina "do ser boa menina", não mereci nenhum dos que ganhei e nenhum dos que eu gostaria de ganhar. Vou dar presentes? Não, definitivamente. Pq gente como eu sem renda, não pode se dar a esses luxos.

Presente não é luxo.

Eu é que estou out.

Nhá pra vcs!

"FELIZ QUALQUER COISA!"

P.S.:" Eu hoje vou pra SJC, depois volto pra Sampa, tipo, amanhã. Só vou ajudar o Namorado. Depois eu volto mas ficarei sem net. Sem drama, tá?!"

18 de dez de 2008

ME CHAMEM DE LOUCA

Mas eu digo e repito isso pra quem quiser: na minha casa (não a atual, a futura) quem cozinha sou eu. Empregada? Sim, ela lava, arruma, passa e faz qualquer outra coisa, menos cozinhar.

Quando o Namorado fala sobre os planos pra o futuro e diz que quer isso ou aquilo e eu digo que ele tá louco de querer tanto, pois não sobrará tempo pra nada, nem pra usufruir as coisas que ele tanto quer; ele sempre vem com a praticidade masculina:"mas nós não vamos ter empregada?".

'Tá, vamos ter empregada, mas ela não cozinha. Não é por nada não, mas tirando os "TOC's" que eu tenho e etc, sempre achei muito fácil alguém envenenar outras pessoas pela comida. Talvez sejam resquícios de outras vidas, sei lá.

Fato é que depois da cândida na mamadeira de uma criança, de bombons envenenados e estrategicamente postos em cima de uma mesa na casa de quem foi viajar "para que o ladrão caso entre, morda o bombom e morra", do bolo de brigadeiro dado a 3 crianças por uma inimiga da mãe delas..... tudo isso me fez prudente no assunto.

Sem contar aquela cena clássica e surpreendente do "Sexto Sentido" que a madrasta coloca pinho sol na sopa da enteada doente.......

Hoje, temos mais uma suspeita.

E eu quem sou a cismada, né?

17 de dez de 2008

TÔ CORRENDO

Mas mesmo assim vim aqui dar um "alô".

Enfim terminei o Caçador de Pipas e recomendo muito. O meu livro será emprestado para o Ramirez que por sua vez, me emprestou o Ensaio sobre a Cegueira. Como eu espero em breve viajar novamente, daí terei como ler rapidamente o livro e devolvê-lo.

E ando estudando, trabalhando um pouco, estudando e por aí vai.

E será que rola Podcast natalino amanhã?

16 de dez de 2008

PARA SEU CABELO

Brilhar maaaaaaaais.

Sabe aquelas luzinhas que vendem nas portas das baladas? Aqueles abajures più bregas que vendem nas escadarias próximas ao metrô, feitas de fibra ótica?

Pois então, alguém teve a brilhante idéia de fazer o quê? Punhar isso no cabelo das katiulcys!

Veja que glamoooour:

.

Então, não perca tempo. Vá no site e compre já! Para aquela sua cunhada adorável, sua enteada boazinha, para aquela prima que smepre olha suas coisas e diz "Eu sempre quis ter um/uma dessas/desses"..... e por aí vai...

P.S.: "Este não é um post publicitário. Eu tenho ética! Por Deus, receber dinheiro pra anunciar uma coisa dessas.... se bem que estou anunciando de graça, não é? Burralda!"

AXÉ PRA COMEÇAR A ESQUENTAR

Gente do céu..... nem vou comentar muito sobre Papai Noel e etc. Até pq , podem apostar que, assim que os fogos do reveillon estourarem, teremos na Tv já o "esquenta" pra o Caranval, certo?

Pensando nessa outra manifestação popular ridícula outra festa popular, coloco aqui um videozinho bem interessante sobre o sucesso do axé.



Quem fez o vídeo foi o Grupo Olaria GB e eu vi de manhã no KibeLoco.

15 de dez de 2008

RETORNADA

Lá vamos nós para mais um post meio gigantesco.

Então, fomos o Namorado e eu pra Botucatu pra módi ver a defesa de tese de um amigo (e cumpadi) dele e vermos mais assuntos que, infelizmente por agora, não poderei dividir.

Fomos muito bem recebidos na república de amigos do Namorado. Amigos esses que eu já os chamo de meus há um tempão. Deixei o Namorado à vonts pra falar as besteiras que só homem fala, beber um pouquinho e comemorar com os amigos, jogar bola e falar de veterinária com os colegas com os amigos dele. Há dois anos que ele não os via e eu acho mais do que justo ele ficar à vontade.

Conheci uma portuguesa que está em Botucatu fazendo intercâmbio e conversamos um pouco. Entre as idas à Unesp pra rever os professores e colegas, ver como tão as coisas por lá, fazer as coisas que ele pretendia, eu consegui chegar bem pertinho de uma onça parda, de um lobo e de um macaca. Será que eu fiquei feliz?

Chovia só à noite, aquela chuvinha boa de escutar no telhado. Infelizmente, não pudemos estender nossa estadia por lá pois o Namorado tinha uma ciru em Sampa na Sexta e eu não deixaria de ir à aula de encerramento dos meus alunos, que também era na Sexta.

No Sábado iríamos pra SJC pra que o Namorado fizesse outra cirurgia e eu retomar o meu trabalho e estudos. Sei que foi bem apertado sair de Botucatu, ir pra Sampa e na sequência SJC. Conte as horas que passamos dentro do carro.

Dessa vez eu fui bem preparada com filtro solar e eu não me desmanchei. Brincando passamos 6 horas dentro de um carro....E dessa vez, só tomei um comprimido pra dor de cabeça. E nem foi culpa da viagem que tive dor de cabeça.

Mas, surgiu mais uma emergência: um cão atropelado com fratura na mandíbula. E quando que o Namorado fez a cirurgia? Acertou quem disse "Domingo". Acho ótimo vê-lo trabalhar, porém ele quem dirigiu todo o trajeto, não descansou nada.

E hoje, estou aqui, em Sampa. Cheguei bem zonza. Com vontade de dormir e ao mesmo tempo sem sono. Vai entender. Milhões de coisas pra fazer, pois essa semana não será fácil. Mas ó, fazia tempo que eu não sabia o que era ar puro. Que não via vaquinhas de todos os tamanhos e cores de tão pertinho....

Aqui, uma foto quando estávamos bem pertinho de Botucatu:


Até, povo!

13 de dez de 2008

TC DE ONDE?

Pois é, estou tc de SJC.....

Foi assim: Quarta fomos pra Botucatu e Sexta já estava em Sampa e na noite da mesma Sexta já estava em Sanja.

Como estou: cansada mas muito feliz de ter reencontrado pessoas boas que estão fazendo coisas ótimas e sendo bem recebida. Estou muito acarinhada também.

Que farei daqui a algum tempo? Não sei...... estou sem rotina só fazendo as coisas que aparecem e resolvendo tudo o quanto posso.

Destaque: resolvi ler o Caçador de pipas e tipo assim, consegui ler tudo só faltando o último capítulo que ainda não consegui ler pois faltou tempo. Acreditam que li o livro praticamente inteiro em uma tarde? E faltou justo o último capítulo. Estou assim me coçando pra saber como termina. E claro que a estória é maior legal, que eu chorei em certas partes e fiquei mais próxima de um Afeganistão que nós ocidentais do lado de cá não conhecemos.

Enfim, esse foi um post pras pessoas que eu converso todo o dia e não entramos em contato nesses dias. Serve pra dizer que estou bem e que está tudo se saindo melhor do que eu tinha imaginado.

Assim que puder, volto a escrever contando mais coisas.

9 de dez de 2008

ESSE É UM DAQUELES POSTS

eu eu ponho ***** pra separar os diversos assuntos porque se passou tempo demais pra fazer um post sobre cada assunto.


******
Ontem fui mais uma vez no consultório do dr Renatzzz, leitor deste blog. Meu, que dor que eu passei. Não, não fui culpa dele e sim dos meus dentes que insistem em se comportar mal ficando cheios de coisas pra o dr fazer. Durante doeu pouquíssima coisa pq o dr. é bem delicado (odontologicamente falando, que fique claro!) o depois é que doeu bem mais.

**********

Cada dia que passa a violência continua aí bombando e isso não é novidade. Só que quando a violência chega bem pertinho da gente, é que a gente se dá conta. Nos perguntamos o que a gente pode fazer pra diminuir, uma vez que eu não acredito na erradicação, e chego a conclusão que a coisa é bem complexa. Drogas é um dos fatores. Ponto. Não adianta me dizerem e tentarem argumentar comigo que usuário de drogas não é violento ou que certas drogas não incitam à violência. Eu discordo.

**********

Fiz arroz com curry. Fazia tempo que eu não fazia e modestia à parte, ficou do balacobaco. Fizemos tb um bolo de chocolate. Mas não tinha forma. Então improvisamos com um panela de alumínio sem alças nem cabo. O resultado? Um bolo que parecia um pequeno vulcão. Mas ficou bom. Ficou docinho e era de chocolate. Isso naquele momento já me bastava.

********

A cada dia me apaixono mais pelo Ceagesp de Pinheiros. Variedade e preço mais do que bom. Melhor que de feira livre. E digo mais. Aliás, digo uma coisa que nem imaginei dizer um dia: ir cedo é a melhor coisa a se fazer.

***********
São muitos os planos pra 2009 e as metas que eu escrevi aí estão batendo à minha porta gerando certas frustrações e ora certas alegrias. Sei que determinadas metas eu bati, mas estou esperando a confirmação mesmo. Esse é meu lado capricorniano que quer ver tudo preto no branco.

********

Sabe que depois que certas coisas e pessoas saíram de cena as coisas pra mim melhoraram bastantão? Se eu soubesse teria descartado no lixo já há mais tempo!

***********

Em breve, volto aqui pra mais notícias!

4 de dez de 2008

RÁ..... VOLTEI

Gente que correria maluca....

Parece que no final do ano todo mundo lembrou que eu existo e que sirvo pra alguma coisa. Bom pra mim: afinal tenho dinheirinho aí pra poder pagar o banco e outros etecéteras que só me tiram o sono.

*********

Veremos se tudo dará certo para que eu possa concretizar outras coisas e poder experimentar, conhecer uma coisa nova. Coisa essa que já senti que me trará alguns resultados não tão positivos. Não positivos sob o olhar dos curiosos que nem sabem direito certos motivos meus.

*******

Feliz pelas boas notícias que têm vindo, feliz por alguns amigos queridos estarem bem e conseguindo os seus sonhos e feliz por eu estar envolvida em um projeto que poderá ajudar muita gente. De verdade.

**********

Lamentável nesse mundo ainda existir gente que se importa com as pessoas que nem dão importância pra elas.

**********

Depois eu volto.

3 de dez de 2008

AGRADECIMENTO



Ontem tive um dia maior legal... cheio de coisas boas. Não tenho outra atitude a não ser agradecer pelas pessoas gentis que sempre aparessem, as boas oportunidades que me escolhem e principalmente, pelo apoio que tenho todos os dias.

Grata!

2 de dez de 2008

ASSIM QUE EU GOSTO.

Eu sou uma pessoa que acredita piamente na transformação. Olhando pra SC, sei que precisamos de muito positivismo e continuidade, esta última mais difícil pq brasileiro se esquece rápido das coisas.

Pois bem, pra SC se reeguer, o governador já disse, vão dois anos.

E entendo como é que tem gente de bem que se esforça em fazer com que as pessoas flageladas tenham o que comer, vestir e como reeguer a vida. Pois bem, isso se chama empatia: colocar-se no lugar dos outros.

E sabemos que as catástrofes não escolhem pessoas. Simplesmente acontecem. E me pergunto pq é que tem gente que não tem essa consciência.... que não entende que poderia ser com ela.

Muitos abandonaram os empregos, as ocupações e etc pra ajudar. E fiquei muito contente quando vi isso aqui:

Presidiários que estão trabalhando em prol das vítimas de SC.

Não há melhor transformação que esquecer de si e trabalhar em prol de quem precisa. Não há melhor transformação para quem pratica o mal, que ser forçado a praticar o bem. Infelizmente certos estatutos dizem que os presos não podem ser forçados a trabalhar. E que este trabalho não pode ser indigno. Mas me pergunto de que forma um trabalho pode ser considerado indigno.

Sim, porque vários são os pais de família que sobem em andaimes altíssimos pra limpar janelas correndo o risco de virar atum no saguão do prédio, pais de família que descem no bueiro das ruas pra limpá-los de toda a sorte de imundíce, podendo contrair as doenças mais malucas do Gugu, pais de família que enfrentam o sol para limpar a cidade mais que poluída, podendo contrair um câncer de pele bem devastador.....

Enfim, esse detentos aí que estão trabalhando em prol das vítimas de SC são ao todo 10 e estão em regime semi-aberto. Ou seja, número ínfimo face à catástrofe. Dos 270 dos 360 detentos da mesma unidade decidiram doar as marmitas do jantar e encaminhar a refeição às famílias prejudicadas pelas enchentes e deslizamentos.

Temos que aumentar o nível de conscientização dos presidiários. E isso só será possível quando todos tiverem um tratamento digno, garantias de recolocação no mercado de trabalho e principalmente, quando a impunidade deste país deixar de ser a tônica de todos os dias.

Aliás, quero saber quanto dinheiro os políticos doarão de seus salários em prol das vítimas. Pq ajudar os flagelados com os cofres públicos não é mais do que a obrigação deles.





1 de dez de 2008

EU.... UMA LIGAÇÃO E UMA SURPRESA

Estava eu fechando tudo aqui no meu bat-esconderijo e eis que recebo uma ligação com chamada não identificada no celular:

"-Alô!

-Dona Débora?!

-Eu..... pois não? (pensando ser cobrança, chateação, pedidos de dinheiro pra SC-de-golpes)

-Aqui é da TVA e a senhora participou de um concurso cultural...

(nessa hora eu fui do "aqui é da TVA" pq a TVA e eu temos uma relação de amor e ódio e parei no "concurso cultural"... mas logo percebi que era uma ligação de fato verdadeira pq há algum tempo eu participei de várias promoções do site deles.)

-..... e a senhora é ganhadora de dois livros.

-Nossa, que maior legal! Que livros são?

-O caçador de pipas e A cidade do Sol.

-E eu tenho que escolher um deles, né?

(Creia, eu perguntei isso.....)

-Não senhora, os dois livros são seus. São do mesmo autor. A promoção que a senhora participou é o "Leitura em Dobro".

(Nessa hora ela deve ter amaldiçoado o emprego que ela ocupa ou se perguntado como é que uma pessoa consegue responder uma pergunta tão criativamente e não consegue inferir uma simples informação: "dois livros" ou ainda "leitura em dobro".)

-Então a senhora vem com seus documentos blábláblá whiskas sachê....."

E lá fui eu em pleno Sábado de Sol, buscar meus livrinhos. Assinei a bagacinha lá e perguntei se eu podia tirar foto de lá pra pôr no meu bloguito:

Rááááá, eu ganhei, eu ganhei, eu ganhei........

(Por que eu estava de lenço no cabelo? Simples, tinha casamento à noite e eu não queria desmanchar o meu cabelo. E Dona Florinda é a sua mãe, 'tá?)

Aqui um close dos meus livrinhos:

Comecei o Caçador de pipas ontem enquanto o namorado estava no Morumbi vendo o time dele empatar jogar.

A narrrativa é bem cativante e estou interessada pela história. Sei que demorará muito pra eu terminar de ler, tendo em vista as várias coisas que tenho que estudar pela frente. Mas veremos.....


Então o jeito é participar. Acho que essa história toda que vivi com a TVA, que sempre eu tive que ir atrás dos meus direitos, no fim, me fizeram conhecer mais do site e das vantagens que eles juram que eu como assinante tenho.

Eu quero é mais!

P.S.:" Qual era a pergunta do concurso? Não lembro. O que eu respondi? Não sei.....Assim que a TVA colocar a lista de ganhadores, eu venho aqui e publico, 'tá?"

AHHHHHH, SEU MOACYR!

Pois o meu querido e ilustre Prof. VanVan também escreveu sobre o ..... seu "Moa" como ele o chama.

Aqui a história contada de outro prisma e claro, em um evento que eu não fui!

28 de nov de 2008

SÃO PAULO

Que eu tanto amo e tenho carinho.

Nem só de antigas edificações eu vivo. Há as moderninhas (de verdade) que eu me apaixono.



Prédio super "fininho" com heliporto em cima e refletindo copas de árvores.

P.S.:"Detesto essa onda de neoclássicos de telhados tudor. Coisa de novo-rico sem identidade. Eca!"

26 de nov de 2008

DESABAFO

'Tá, lá vou eu angariar mais fãs raivosos pra este blog....

Seguinte, eu como pessoa super mega descolada ouvinte de rádio, percebi que tinha uma música nova do Marcelo D2. Eu de-tes-to Marcelo D2 por toda a apologia à maconha. Queria saber a reação dele quando ele souber que o filho dele usa.... mas como ele e o filho dele não são problemas meus, deixo eles pra lá e apuro os ouvidos.

A música em questão é essa:



Ok, avance até o 1:38m pra pular a estorinha ridícula do videoclip, ignore o estilo brega do Marcelo D2, suporte a voz de pia entupida dele e se tiver saco, "escute" a letra que eu fiquei sabendo ser do Ivan Lins.

Mas aquela vozinha feminina que eu ouvia ao fundo ("Deixa, deixa, deixa eu dizer o que penso dessa vida.....") me seduzia como sereia cantando pro marinheiro.....

E fui atrás, lógico!

E achei:



Claudia!!!!! A mesma que cantava a canção que ainda prefiro com o Jessé....

Meu, tudo bem, Marcelo D2 moderno, descolado, hiphop é legal... mas eu ainda sou bem mais a Claudia!

25 de nov de 2008

ENQUANTO OS OUTROS ASSUNTOS NÃO VÊM

Vou contanto mais do meu fds. E fomos à Paulista em um domingo bem ensolarado ver "qual era ". Nossa, maior malandra falando.

E começou a temporada do fucking Natal-sem-identidade própria-brasileiro.

Tudo embaladinho pra fugir da chuva:

Santa breguice, batman! Só falta cair neve nesse país tropical pra módi cumbiná!

'Tá, sem mais delongas, pq vcs gostam do Natal e eu não e sabemos onde isso vai parar. As fotos falam por si no quesito breguice.

Esticamos até o Shopping Iguatemi e quem eu vejo por lá?

Brito Jr.:


Que encontra vários fãs e que um deles pede a cafonagem de tirar uma foto com o filho:


Gente, deixa o Brito passear!

O coitado não podia nem ficar à vonts com o filho e a esposa. E meu, pra quê serve uma foto do artista? Só pra vc dizer que conhece o cara? Mas o que seria conhecer? No máximo diga que vc o encontrou, reconheceu e que ele foi legal com vc. Daí dizer que "conhece"? Vc não conhece nem tua mãe......

Credo! Vida besta!

Ah, esse é o Brito Jr. que vc não conhece!

"Não quer ajudar, não atrapalha.... "tá?"
"Vá pra puta que te paril!

24 de nov de 2008

CEAGESP---PINHEIROS

Então Sábado o Namorado me buscou cedinho pra fazermos feira. Mas o melhor é que não fomos à feira. Cá pra nós, eu de-tes-to fazer feira pelo simples fato que é muita gente andando em um espaço muito pequeno e os feirantes gritando na minha orelha.

Não bastando isso, já fez feira com chuva? As tiazinhas tem o dom de dar com o carrinho na canela da gente. Enfim, não curto. Mas quando é preciso eu vou, afinal R$ 2,70 por um pé de rúcula não hidropônica, faz uma vegetariana re-pensar a questão da fobia social à feira livre. Penso no pastel pra fazer tudo compensar de uma forma imediata.

Então fomos ao Ceagesp de Pinheiros, tipo, umas 9 da manhã:


Maior silêncio, muito capricho das bancas e os preços..... eu pirei.... decidimos que quando formos donos-de-casa, voltaremos sempre lá. Pra se ter uma idéia, o pé de alface que habitualmente pagamos R$ 1,29 por lá estava a R$ 0,50.

Sendo que era um alface graaaande. Frutas, comi um monte por lá e agora como é temporada dos pêssegos, tinha de todos os tipos.

Ns marginais desse pátio, tem as barraquinhas de pastel, de carne, frango, frios e etc. No fundo do pátio, ficam as flores e as plantas.

Ok, decidimos que iríamos fazer a nossa própria massa e nada melhor pra combinar que molho de tomate, tomate mesmo.

Daí no meio do percurso, vimos uma banca de frutas exóticas e lá fomos nós provar por insistência do feirante, que nos deu um maracujá colombiano pra provar. Sacou duas colherinhas e guardanapos em uma presteza e gentileza que nem em restaurantes eu encontro mais.

Foi muito simpático e decidimos levar o tal maracujá pra casa. Pedi que ele me deixasse tirar foto dele e ele prontamente aceitou. Daí ele mudou de idéia e disse que tirava a foto desde que fosse comigo......

Eu tímida? Com vergonha? 'Maginaaaaaa.............

E daí choveram mais frutas e frutas pra provar. Quase não precisaria almoçar se eu não fosse uma magali sem-vergonha.

O tal maracujá:

Bem mais doce e menos ácido que o nosso. Vale a pena experimentar. Acho que até pra crianças ele é mais indicado.

E os tomates já sem pele, prontinhos pra virarem um delicioso molho de talharin e de lasanha:


E o manjericão que trouxemos e usamos no molho? Fresquinho..... que delícia. Melhor que isso, só se fosse plantado em casa.

Menção honrosa: o queijo parmesão ralado que compramos lá. Normalmente nós compramos aquele queijo que já vem em saquinho, mas é muito salgado. O ralado de mercado é rançoso. De qualquer mercado. Esse era leve, saboroso e combinou perfeitamente com nossa massa de espinafre.

Definitivamente, lá é muito mais vantajoso.

PODCAST 4

E Quinta rolou mais um Podcast, Garotos são Espertos.

Uma fotinha pq tínhamos o 4º Elemento:

Armud, Gabriel, Eu e Diogo.....

Gabriel foi um dos meninos que começou a escrever o Garotos São Espertos, mas a vida como é uma caixinha de surpresas, afatou o garoto. Ele lê, comenta de vez em nunca e aceitou o convite pra gravar.

E ele é um cara bacana, viu? É inteligente, trabalhador da bolsa e ex-quase-seminarista franciscano. Então imagina como conversei com ele enquanto os meninos preparavam tudo pra gravar....

A ponta da mesa na foto anterior, já dava demonstrações da alegria do nosso encontro:

E foi tudo o que restou.....

Aqui, Podcast 4!

21 de nov de 2008

DINÂMICA?

Falo aqui tanto do voluntariado que eu faço e me deixa tão feliz....... aqui as fotos que foram tiradas com a câmera de uma aluna da última aula que dei a dinâmica:

Eu só rindo do bololô que formaram:

E vejam.... estou magra!

E eles aqui na corrente...... ahahahahahahahaa:

O Foéger que sempre comenta aqui, está no cantinho esquerdo da foto.

Eu sei que sou rígida, disciplinadora, mas entendo que uma boa bagunça pode ser muito educativa. E tenho certeza que eles gostam da aula.....

E eles me fazem muito feliz ada vez que me contam dos progressos profissionais e pessoais que tiveram fruto das aulas.

MEDO

"-Oi, posso conversar com vc?

-Claro, mas vc é TJ, não é?

-Sim, mas só quero conversar.....

-Tudo bem, mas se vc vier com esse papo que eu vou morrer no Armagedom, juro que chuto sua bunda até meu pé se cansar..... combinado?

-......"

E isso foi o que me lembro de ter sonhado....

Daí acordo, faço a rotininha de manhã e leio ISTO. (faça como eu: leia até o fim pra entender o porquê que esse link 'tá aqui)

Que medo!

20 de nov de 2008

RESUMO

O dente, acho que estava sensível. Agora não dói mais quando mastigo, porém quando acordo, acho que de ranger os dentes, ele fica sensível.
Ainda continuarei o tratamento, afinal, há muita coisa pra fazer.


########
Os meninos do Garotos São Espertos acabaram de sair daqui com mais um podcast gravado. Dessa vez sem chiadeira e muito mais hilário (eu acho).

#######

Aquele projetinho que bolei e tive a ajuda de muita gente boa e participativa, foi muito elogiado na reunião da diretoria e conselho da fundação que sou voluntária (e eu que não estava presente). Como o Ministério Público tem como premissa o incentivo à cultura, educação e saúde; meu projeto foi lembrado por reunir tudo isso e ainda mais: a integração da família à fundação.

Só tenho a agradecer aos amigos invisíveis que me plantaram a idéia e aos amigos visíveis que abraçaram a idéia. Sem eles, eu não teria feito nada.

E ano que vem tem mais, então vcs todos estão convocados. Conto com vcs mais uma vez.

###########

Sexta chegando e nem por isso terei descanso. Mas essa quebra na rotina de conversar e falar bobagem com os garotos....... deu uma aliviada. Agradeço a eles tb por me darem uma cadeira cativa e respeitarem quando eu não quero tocar em certos assuntos.

####

E logo, terei mais novas pra contar.

MÁGICA

Sala de estar:


Parte da sala de Jantar:


A nova sala de estar


Nova sala de Jantar:


Usando uma contraposição de amarelo-açafrão com chocolate. Linhas para criar a ilusão de espaço.

Esta, senhores leitores, é apenas uma das mágicas que eu faço.

Se quiserem até ponho outros pedacinhos da mágica, mas sempre resguardando a intimidade da minha cliente.

19 de nov de 2008

CERTO, CERTO

Vamos lá, dr. Renatzzz consertou o dente, mas ainda dói. Acho que a minha boca inteira já era. Incluindo a língua.

Depois, saí nesta Terça e visitei a biblioteca da Unifesp. Mais tarde, acompanhei o Namorado em cirurgia. À noite, dei as provas corrigidas para os alunos e dei 3 dinâmicas. No final algumas fotos com eles. Começou já a emoção da despedida.

No fim, pizza com o prof. VanVan e a Dani-adêvogada. Cheguei em casa cansada, mas maior feliz.

Esses últimos meses, passei direto pelos dias sem sentir.

17 de nov de 2008

MAIS UMA PARTICIPAÇÃO

Quinta após a enxaqueca, foi dia de gravação de mais um PodCast dos "Garotos São Espertos". Pena que eu não fotografei: nossa mesa farta de batatas fritas (assadas) com cerveja.

A microfonia foi diminuída, mas prometemos que no próximo, estará tudo 100%. O assunto desta vez: seriados americanos. Minha paixão televisiva é por seriados de tv. Não gosto de novelas.... mas seriados.....difícil achar um que eu eu não goste.

Aqui o link pra vcs curtirem minha linda voz e meu humor contagiante.

MOACYR FRANCO

Seguinte: na Quarta eu fui pra Fundação que sou voluntária para ajudar no vestibular e entrevista dos alunos do próximo ano. Coisa de 80 pessoas pra entrevistar. Enfim. E seria um dia de vestibular e entrevista atípico porque nós sabíamos que o coral da Fundação (com participação dos alunos e ex-alunos) receberiam o maestro do Moacyr Franco.

Bom, terminei o meu selviçu e morrendo de fome fui à cozinha assaltar a geladeira ver se tinha alguma coisa pra eu comer. Daí fiquei sabendo que o Moacyr Franco in person estava por lá no auditório. Meu.... Moacyr Franco..... tipo, o cara que escreve coisas bacanas de humor (sem aquele "super bom gosto" das piadas do Zorra Total), que faz músicas que viraram cool, que escreve e fala sobre política com uma lucidez bacana e, pra mim o motivo mais motivo do mundo, ESCREVEU LETRAS PRA RITA LEE GRAVAR.

Tipo, ele é velhinho mas tem rock'n'roll na véia veia!!!!!

Com vergonha de encontrá-lo, decidi que iria embora sem vê-lo. Tipo, eu ía chegar lá e dizer "nossa, seu Moacyr, sou super sua fã e adorei as músicas que o senhor fez pra Rita Lee"? Tenho certeza que ele escutaria até o "sou super sua fã" e o resto ele ouviria "blábláblá whiskas sachê"....... E eu detesto quando não prestam atenção quando eu falo porque eu sou egocêntrica/carente

'Tá, só que o próprio Moacyr estragou meu plano de fuga à francesa: estava bem na saída, na frente da mesa do café e com a minha coordenadora pedagógica, o cordenador/chefe do coral e o prof VanVan (ilustre deste blog). Ou seja, no mínimo eu teria que ser educada. Foi o que fiz: "Boa Tarde!"---- e estendi a mão.

Meu.......

O Moacyr me puxou-me e me deu um abraço que eu fiquei vermelha........ e todos começaram a rir de mim pq eu fiquei vermelha......

Daí ele me perguntou se ninguém me abraçava lá e eu, com o pouco de cara de pau/defesa que me restou disse "que nunca ninguém me abraçava" e daí seu Moacyr me puxou de novo, me deu beijos.... e eu fiquei .....púrpura.

Meu discurso pra agradecer as músicas que ele fez pra Rita Lee, nessa hora..... sei lá onde estava.

Como é seu Moacyr? Exatamente como vemos nas fotos:

Quer dizer, ponha no fotoxópi mais cabelos brancos. De resto, ele é magrinho, mas é fofo. Não sei explicar. Ehehehehehehehehee.

Eu gostava mesmo é desse visual aqui:



Belas costeletas:

Enfim, sei que os alunos adoraram ele e vão gravar uma música juntos. Dizem que ele ficou bem surpreendido pela solista do Coral.

No mais, poxa, ele é o pai do Guto. O cara que dirige o Didí Mocó (vegetariano como eu) e por isso ele também merecia ser elogiado.

Nhá! Conhecer celebridades/pessoas notórias/artistas, sempre é desconfortável pra mim. Me ponho no lugar da pessoa e fico imaginando como deve ser todos olharem pra vc e te conhecerem e pra vc essas pessoas serem todas estranhas.

Na verdade, acho que me ponho no lugar dos outros mais do que deveria. Eu deveria ter falado em alto e bom som: "Adorei o 'Tudo vira Bosta!', seu Moacyr!". Mesmo que depois os meus coordenadores me olhassem estranho......

o seu Moacyr entenderia......

ENTÃO

Como eu ía dizendo.....

Na verdade eu fui atropelada por um caminhão de acontecimentos. Dentre eles, uma enxaqueca filh da mãe que me deixou inválida por um dia inteiro. Bom, o caso é que eu dei a volta por cima. E no dia seguinte, parecia que um trator tinha passado por mim.

Tenho muuuitas coisas legais pra contar. Mesmo. A coisa é que vejamos bem: acordei super cedo hoje, pq preciso ir ao dentista. Mas neste exato momento que escrevo este post, chove que é um beleza e meu dentista, é na outra ponta do bairro. Uns 20 minutos de caminhada.

Bom, espero poder ir mesmo, pq além de ser o único dia disponível, ainda dói o tal dentão. Veremos o que dá tempo de eu escrever até eu me despedir do pc e encontrar com ele.

14 de nov de 2008

ORKUT

Sorte de hoje: A pessoa que lê seu destino foi demitida. Enquanto não contratamos outra, visite o álbum de um amigo.

Rááá! 'Tá de brincadeira, né? [ironia]Como uma pessoa que acerta tanto foi demitida?[/ironia]

E meu, não me interessa ver foto de ninguém no momento. Quero mais é cuidar da minh vida.

11 de nov de 2008

AFF QUE NOJINHO

Acabei de vir via metrô. Logo assim que adentrei a Sé pra trocar de linha, o maior cheiro ruim.... eca.

Daí entre no vagão propriamente dito e tinha uma senhora lá tão ensebada que tinha cheiro de bunda, cecê, xulé e espirro. Credo, quase gorfei. Ela quis descer e ainda teve o dom de passar entre o ferro e eu. Jesus! Eu me estiquei toda parecendo gato evitando a tina d'água.

Gente.... pelo amor de Deus. Chuveiro é simplesmente abrir a torneira e se enfiar lá embaixo. Custa? Tipo, eu não tô pedindo perfume de grife nem roupas caras. Tô pedindo simplesmente um banho acessível. Custa?

Falando em custar.....

Eu estou há mil e anos sem um óculos de sol. Coisas de gente que não tem renda estável, não é verdade? Bom, vai daí que eu fiz algo que não faço mesmo: entrei em uma loja só pra perguntar o preço da coisa. Normalmente eu só entro nas lojas quando tenho dinheiro e vou comprar coisa. Detesto passar raiva.

Entrei, escolhi um óculos, pûs na cara e .... perguntei quanto custava. "R$ 500,00, moça. Esse é da Donna Karan".

Ou seja, sem dinheiro mas com bom gosto. Gosto de rica, bolso de pobre. Acho que me fiz entender né: sem óculos escuros por uma boa temporada!

TEMERIDADE

Quem lê meu blog já sabe que eu não sou chegada nem em Natal e nem em Papai Noel. E quando digo isso para as pessoas, parece que eu sou o próprio anti-Cristo. Elas ficam inconformadas e querem saber desde quando eu sinto isso. Mas é assim.

Daí que nos fins de semana que passo em Pinheiros, tenho visto este objeto bem em frente ao apê que ficamos:

Tipo, meu..... eu sei que é vintage e que ele deve significar muito pra dona dele.

Mas ele é feio demais: vesgo, pernas pra dentro.....e meu.... é feio demais da conta.

Sei que a dona do apê tem 3 crianças e o mais bizarro disso tudo é que as crianças já se acostumaram com esse boneco feio! Isso sim é bizarro. Eu não gosto de Papai Noel, mas tenho senso de estética.

Várias vezes tentei surrupiar pegar os presentinhos que estão nas pseudo-botas do papi noel. Daí eu iria pisar neles e deixar no tapetinho do apê mesmo. Mas o Namorado nunca deixa.

Pra quê? Oras, a figura do Grinch tem que sobreviver, não é? Faz parte da lenda natalina.

10 de nov de 2008

AÊÊÊÊÊ---GAROTOS SÃO ESPERTOS?

Será?

Sei que muitos de nós que somos leitores de blogs e sites, temos curiosidade de conhecer quem está por trás do teclado. E sei que alguns de vcs já conhecem a minha testa gigantesca cara. Hoje vcs conhecerão um pouquinho mais de mim.

Fui convidada pra gravar um podecast com os meninos do Garotos São Espertos:

Só faltou meu óculos para eu nerdear mais, né? Da esquerda pra direita: Armud, Eu e o Diogo.


E por meio deste dispositivo de última geração, vcs poderão conhecer mais do meu papo charmoso, minha voz maviosa e as minhas sacadas bem humoradas meu jeito de ser.

Rolou quase uma hora de um ótimo bate papo sobre Descontrole.

Divirtam-se!

P.S.:"Meninos do GSE: obrigada mesmo pelo convite. Adorei cada minuto e o estúdio. Quando quiserem, podem me chamar novamente. Dispenso as frutas frescas do meu camarim."

7 de nov de 2008

ORKUT

Sorte de hoje: Você nunca mais vai precisar se preocupar em ter uma renda estável.


Ahahahahahahahahahahahahahahahaha!

AIÊ

Bom, pra ajudar a minha vida atribulada, eu senti que meu dente do lado esquerdo do peito 'tá me dando umas pontadas filhas da mãe quando eu mastigo. A melhor coisa a se fazer é mastigar do outro lado e ir ao dentista só quando a cara inchar feito um balão.

Mas, eu resolvi contrariar o meu bom senso de sempre e vou ao dentista o quanto antes. Ficou marcado com o Renatzzz (meu dentista e leitor sumido preferido) pra Segunda às 11.

Bom, tirando isso, as mesmas coisas zilhões de sempre pra fazer. Nem bater papo com a mana consigo mais, nem com o namorado, muito menos com meus sobrinhos. Mea culpa, mea culpa, mea maxima culpa!

6 de nov de 2008

INVEJA PARTE II

Deixa contar uma coisa pra vcs. O negócio é que aquele outro presente do Google, eu achei que deveria estar com uma pessoa que me apoiou muito esse ano. Que me deu força e recursos pra que eu continuasse. Na verdade, queria dar pra todas as pessoas que eu acho que me ajudaram.

Bom, com aquela ponta de arrependimento eu dei o estojinho pra pessoa, que me devolveu um dos lápis, pois sabia o quanto esse presente do Google, representava pra mim.


Daí que Deus é bom. Você não, só Deus E na aula de Terça, a nossa diretora subiu com vários brindes para serem distribuídos entre os alunos que foram na palestra. Distribuímos e sobraram brindes que, devolvi pra diretora.

Como boa pedinte pessoa que se arrisca em conquistar as coisas, perguntei se eu poderia ganhar alguma coisa. E então:

Rááááááaáááá

Coloridinho, bonitinho....... Tem a marca Google em branco na "bundinha" dos lápis e a caneta.... maior legal.

Rááááááá! Eu tenho e vc não tem, eu tenho e vc não tem, eu tenho e vc não tem, eu tenho e vc não tem

Pé de pimenteira, pé de pato, mangalô, 3 veiz.

UEBA

Gente, eu queria contar, mas não posso.

Estou feliz pq terá novidade aí no caminho. Duas, três novidades, ainda não fiz bem a conta. Mas terá.

E daí que o Barack ganhou e estou feliz, mesmo sabendo que não sou americana, nem negra, nem democrata/republicana. Mas sabe quendo vc cansou do ranço? E eu acho que o Brack não tem ranço.

Se não fosse pelo Lula, que todos depositavam grandes esperanças de renovação no setor da corrupção, e deu no que deu; eu poderia dizer que estou bem confiante na vitória do Barack. Pelo menos ele tem o crédito pq nunca fez merda.

Bom, no mais. przos, datas, provas a fazer e provas a aplicr na minha turminha.... ehehehehehehehee. (piada interna)

E estou tããããão feliz de ver o avanço que os meus alunetas tiveram. Tanta desenvoltura que eles ganharam pra falar em público. É a quebra de muitas barreiras. Minhas e deles.

4 de nov de 2008

NÃO É POR NADA NÃO

Eu sumi pq ando vivendo..... momentos de pura agitação. UI!.



Acontece que algumas coisas resolveram surgir, todas elas de uma vez só para que eu fique bem louca feliz. E é isso: estou ajeitando as coisas conforme elas aparecem. Só que no meio disso tudo, ainda há os imprevistos e improvisos.



Cada coisa que me pedem, eu tenho que parar um poquito e providenciar o mais ágil possível.



Veremos as notícias sobre o que rola a seguir:



Fizemos uma receita básica, boa e barata de sequilhos. Muito fácil e não vejo a hora de fazê-los em grande escala..... ehehehehehehehee.



Conhecemos um hospital veterinário de uma colega do Namorado. Hospital lindo, moderno. Ficamos de queixo caído e felizes por ela ter conquistado metade de um sonho. Sim queridos, pq metade é vc construir, metade é neste país, uma empresa (de qualquer porte) pagar todas as contas e sobrar algo pra o proprietário.



No que depender se nós, ela terá pelo menos nossa energia positiva para que tenha sucesso.



Daí almoçamos com uma gracinha de pessoa, que eu tinha já me apaixonado por ela e pela família dela. Amiga do Namorado tb. E da outra que abriu o hospital. Almoçamos e batemos papo. Foi muuuito bom.



Ligaram. Era um amigo pedindo que a gente fosse encontrar com ele e voilà: surgiu mais um um trampo pra mim. Bom, né?!



Depois, andamos bastante visitando lugares, mapeando clientes e forncedores, essas coisas chatas e divertidas ao mesmo tempo.



E ainda há o de sempre pra fazer. Apesar de tudo, estou feliz. Apesar da falta de grana e de melhores estabilidades.



Mas sabe que dispensar peso morto fez toda uma diferença na minha vida?



Bom, ontem fui até Diabodema ® (marca registrada da Dotôra adêvogada Daniela) e foi positivo pra estudar. Também conheci meu advogado, finalmente. Conversamos sobre os processos futuros e eu de certa forma, me arrependi não ter deixado com a Daniela de uma vez.



Hoje, ainda vou enfrentar a fila do Bradesco. Deus tenha misericórdia de mim.



E dizer que essa semana estou sem macumba a meditação de todas as semanas. Deus tenha misericórdia de vcs!

31 de out de 2008

CONTAS COM O PASSADO

Eu era nova demais quando o filme passou na tv. Não aguentei ver, principalmente a cena que incitam prostitutas a beijarem a personagem. Implorei pra que a Dona mãe desligasse a TV. Mesmo sendo eu uma criança, sabia a maldade contida naqueles adultos fictícios (ou não).

Agora, com a tv arrumada, pude acertar contas com o passado. Assisti o "Homem Elefante".


(Cartaz: "eu não sou um elefante, eu sou um ser humano."

Talvez, como eu sempre fui meio que defensora dos frascos e comprimidos, fiquei surpresa no auge dos meus 9 anos, com o fato de muitos lucrarem com a desgraça alheia. Aliás, esse é um dos questionamentos do médico que descobre a personagem e acaba cuidando dela.

O médico? Ah, meus caros, é o ma-ra-vi-lho-so canibal ator:



Magnífica atuação, como sempre.

O filme trata de um caso verídico que ocorreu em Londres. É bem interessante. O que faz o filme mais charmoso na minha opinião, é que ele é em preto e branco. Eu sou fã de preto e branco.

Bom, o caso é que se você não viu, veja. (Igual o Silvio Santos :mà oiiiiii!)

É um filme muito bonito.

30 de out de 2008

DESCULPEM A FUTILIDADE

Mas eu preeciso comemorar uma coisa. Pedi pra Dona mãe modificar um vestido que tenho há anos mas nunca o usei pq ele tem babados no fim do vestido, fazendo um look meio Sandra Rosa Madalena.

E fora que com a pancinha que eu estava, ele marcava demais. Não queria responder pela milionésima vez que eu não estava grávida. Como terei mais um casamento aí na agenda, precisava usar uma roupa diferente dos outros casamentos e lembrei desse vestido. Pois bem, Dona mãe o arrumou e hoje fui fazer a "prova" do vestido.

Genteeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!

Sem cinta, sem nada, eu entrei e o vestido não marcou NADA de pança! Mesmo. Dai fiquei pensando que com cinta o vestido até dará uma "dançadinha". Que beleza, que maravilha....

Uma coisa a menos pra pensar e digo mais: fico mais decidida a perder ainda o que me resta. Perder não, eliminar. Vai que eu acho essa pança por aí de novo, néam???

29 de out de 2008

MORRAM DE INVEJA-BLOGUEIROS OU NÃO

Esse é um post que eu deveria pôr uma foto de pimenteira, olho grego, sete espadas ... eu sei que estou provocando toda a sorte de pessoas...... ehehehehehehe.

Take a look:

Ó meu Deus, Google? Marca registrada..... na mão da Débora.... que seria isso?

Devagarzinho é mais totoso:


Oi, vcs 'tão bem? Como têm passado? E aí, tem alguma novidade? Eu vou bem graças a Deus.... blábláblá whiskas sachê.....


'Tá bom..... vamos desvendar:

Ganhei uma caixinha de lápis do Google. Linda. Clean. Chique. Fina.... Cool.

Como? Fácil. Vc vai ao Banco Bradesco, Agência da Silvio Romero e deposita 50 dinheiros na conta 065980-0.......

Não, antes que o Google venha aqui tomar a minha caixinha de lápis, eu esclareço que ontem, foi realizada uma palestra na Fundação da qual sou voluntária.

A palestra foi feita pelo diretor do RH do Google e os alunos adoraram o Matsuo. Ele contou todos os passos que o fizeram depois de muita insistência, garra, talento, esforço; ser um trabalhador da empresa mais querida pelos nerds/geeks internautas. Sem contar que é o Google é uma das empresas mais bem sucedidas e que mais fatura no uóórldi.

Daí, ele resolveu presentear os professores voluntários. Lindo, não?! E eu 'tô aqui boba por causa de uma caixinha de lápis tão bonitinha da Silva. Mas eu mereço. Olha só, tenho orkut desde novembro de 2004. Msn desde 2001. Blogueira há um tempão. Uso Google groups, o Picasa, agenda.... o search do google. Sem contar o Youtube que além de me divertir bastante, é usado por mim como material nas aulas que dou na Fundação e falando em aulas, (meus alunos estão de prova) sempre digo: "O Google é meus pastor e nada me faltará!"

Ai ai ai, não sei de que ângulo os meus lápis são mais bonitinhos. Assim:


Ou assim:



Ehehehehehehehehehehe.

28 de out de 2008

DO BRASIL PRÁ O MUNDO

Meu Paim, que coisa é essa?

Tipo, não sei do que gosto mais: do tio Chico, da Mortícia, das meninas com maracas, o cantor galã com uma camisa de peito aberto......



Báti fórti u tambô
Eu quéro é tiquitiquitáááá
Báti fórti u tambô.....
Eu quéro é tiquitiquitáááááa


Juo que ouço o cantor russo falando "samba".

27 de out de 2008

UEBA

Calor chegou, que maravilha!

Bom, fds foi uma correria só, embora no fundo não fomos passear onde queríamos. Depois de esperar alguns torturantes minutos na assistência técnica da Nokia, decidimos ir embora e só pegar o meu celular na Segunda.

Depois fomos almoçar com a família do Namorado e decidimos dar um rolê pelo Shopping Cidade Jardim que, Deus do céu, que coisa esquisita de shopping. Tudo bem que é amplo e bonito, bem ajardinado com a cobertura bem agradável... mas assim: difícil achar as lojas que vc quer e sabe que lá existem. Os acessos são mal informados aos clientes. Não conseguimos chegar ao quarto andar mesmo sabendo que ele existe.

Nhá.... pode ser o mais chique/caro de Sampa, eu passo a vez.

Fomos pra o Shopping Villa Lobos pra ver se achávamos um celular decente e barato pra mim. No estacionamento a singela placa:

Para o Shopping Villa Lobos, existem homens e abajours. Ou eles acham que todas nós aderimos à moda da saia balonê.

Eca.... Saímos sem meu celular: Namorado tinha uma emergência canina pra resolver e o único celular que era pra mim possível estava com defeito.

Resumindo a saga do celular: comprei hoje. Fui na loja Tim do véio e abaianadoShopping Tatuapé e comprei o tal. Depois fui buscar o meu que foi orçar. Um inferno aquela assistência técnica. Resolvi assim que cheguei, mandar um daqueles meus e-mails pra Nokia. Vejemos o que me responderão. E meu celular ficou orçado em 250 reals. O novo saiu 150 reals.

Peguei a caixinha do meu antigo e pûs o celular quebrado lá dentro. Os números estão gravados lá por segurança. Difícil é me acertar com o celular atual. Enfim. Percebi que qualquer celular furreca é melhor que o meu antigo. Mudernidades da vida, né?!

24 de out de 2008

AHÁÁÁÁÁAÁÁ

Então não sou só eu que fico puta com essa situação, não é?

Sei lá, acho que virarei freguesa disso aí.

AQUI FARROUPILHA!

Meu, na boa....

Seguinte, abri a conta da minha internet (que diga-se de passagem ontem parecia feita de gelatina a conexão) e vi que cobraram a mais....

Daí liguei pra lá e era um "engano". Engano meu cocô! Queriam tungar 1/3 da próxima calça jeans que vou comprar. Desfizeram o engano e pagarei o que foi combinado.

Bom.... daí hoje batem à porta e é um careca fiscal da prefeitura dizendo que tinham denunciado minha casa por eu jogar entulho em via pública e que " uma tal de Dna Débora tinha me denunciado"....

Rááááááaááá! Precisavam ver a cara dele quando eu disse que a tal "dona Débora" era eu! Ahahahahahahahaahaha. Mas 'pera aí, não fazem concurso pra fiscal? Jesus, o cara não sabia nem ler. Enfim, mandei ele na casa do tal cara da reforma, pq esse fiscal veio devido às denúncias que fiz em Julho, Junho e Agosto. A de ontem, provavelmente será lida e fiscalizada em.... 2009.

Ele foi lá na casa do cara e o cara disse que guardava entulho na garagem e que nem era dele (mesmo ele estando reformando a casa), era dos vizinhos. O fiscal, usando do argumento de me proteger contra o mal que os meus vizinhos podiam fazer, disse pro cara que foi o pessoal do prédio quem denunciou, mas também não notificou.

E mesmo ele vendo que o pessoal da rua colocou lixo fora do horário da coleta, ele ainda argumentou que naquela ruazinha o caminhão passava de dia e na minha rua passava de noite. Expliquei pra ele que se for o caso, eu filmo a coleta de lixo pra ele ver que acontece com o MESMO CAMINHÃO. Enfim, é um frouxo. Não fez nada.

Calmamente falei pra ele: "Bom, mesmo eu mostrando pra o senhor e o senhor vendo, não notificou. Eu acho que a situação só pára quando multarem os moradores. Então, se a situação não parar, não tem problema: não será pra mim que o sr ou a prefeitura terão que dar explicações. Será pra Folha de São Paulo, Bandeirantes e etc. Porque material não me falta e nem provas. Obrigada." Virei as costas e deixei ele falando sozinho.

Ah, querendo me enrolar? Aqui, farroupilha!

23 de out de 2008

ESCOLA QUERIDA

Pois é, o entulho continua lá na porta do colégio. Daí fiz a minha voltinha e vi o número exato da casa que jogou. Cheguei aqui, fiz a denúncia e corri no colégio pra dar o número da ocorrência uma vez que eu citei nela que a diretora da escola se prontificou a mandar ofício pra prefeitura. E, oi!, como de esperado acho que não mandaram....

**********

Cheguei na escola e os atendentes com aquela cara de bunda com a maior má vontade de atender, pensando que eu era uma colegial sem uniforme. De certa forma isso me fez bem ao ego. "Poxa, eu tenho 31 e pensam que tenho 15." Daí depois de algum tempo, pedi pra chamarem o meu prof de Biologia que agora é vice-diretor. Pelo meu vocabulário perceberam que eu não era colegial. Ops.

Fiquei esperando o titio Ulisse uns 15 minutos, com educação, pq percebi que ele tem milhões de coisas a resolver. Falei brevemente com ele, passei o número da denúncia e ele se admirou que dava pra fazer via internet. Aliás, vários serviços dá pra serem feitos no site da prefeitura e pasme: é super rápido o atendimento.

Batemos um papo rápido e fiquei de ir lá pra promover Fundação que sou voluntária.

**********

Antes disso tudo acontecer, estava saindo pra ver do almoço em casa e tinha uma rodinha de alunos na minha garagem. Óbvio que eu os expulsei educadamente dizendo que era um acordo entre eu e o Ulisse. Nem falaram nem retrucaram, apenas saíram. Senti que o clima 'tava pesado entre alguns deles.

Mais tarde vim a saber pela Maria-a-diarista-que-ri-que-nem-o-Rodela-do-programa-do-Ratinho que uma das meninas deu um tapão na cara da outra.....

E eu perdi a cena. Será que terá repeteco na saída da escola?

********
'Tá, enquanto eu esperava o Ulisse, percebi por debaixo da escada que dá acesso à biblioteca, uma porção de lixo reciclado estocado. Por causa desse prof que eu não consigo jogar lixo como todo mundo: reciclo quase tudo. E pensei:"Puta merda, a escola fazendo o maior trabalho de conscientização de meio-ambiente e cidadania e uns filhos de uns cornos e de mães vadias sifilíticas vizinhos da escola, com mais idade que eles, dando esse puta mau exemplo!" (meus pensamentos são bem boca-suja ao contrário do meu vocabulário, perceberam?) (Por isso que quando vcs me perguntam se eu falo palavrão e eu respondo que sim, considerem que eu falo palavrão dentro da minha cabeça, comigo.) (louca(o) é vc antes que eu me esqueça.)

Menção honrosa: O prof é Ulisse mesmo. Não faltou nenhum S. Isso faria dele uma pessoa diferente. Mas não é. Ele é um cara que entre outras coisas como ter uma pinta gigante no braço que nós chamávamos carinhosamente de "barata, mata ela, prof." dar todo o apoio para que o aluno aprenda Biologia e nunca mais esquecer, se preocupa com cidadania. Era um cara que não dava trela pra maus alunos, não fazia amizade nem com os bons alunos. Mas respeito com a gente..... ele respeitava tanto a gente como ser humano que nunca entrou em nenhuma greve.

Eu sou da geração daquela famigerada greve que durou mais de 3 meses e os profs queriam nos usar de "cara-pintadas" pra pressionar o governo a dar o aumento salarial que eles pretendiam. Cambada!

CORÁÁÁÁÁÁGEM

Li certa vez que a palavra "coragem" vem da junção de duas palavras: coeur=coração e agir/ação.

Então corajoso é aquele que age pelo coração. Com o coração. Pondo o coração na frente de todas as ações. Ou confiando de coração nas coisas que faz?




Não sei o que é mais corajoso: se foi fazer ou se foi postar esta foto.

Só sei que neste dia meu coração transbordou de alegria.


Deus tenha piedade de mim se assustei as crianças. Amém!



Menção honrosa: os olhos da palhaça à la Amy Winehouse. Claro que não carreguei. Mas a maquiagem do Diego ficou pró. Não mostro aqui, pq sei lá... de repente os outros palhaços não curtem. É tanto artista tímido na minha vida......

P.S.: "Postei essa hoje pq só hoje recebi via e-mail do prof. Renato."

22 de out de 2008

SOBRE O FDS

Seguinte. Pra quem não sabe os pais do Namorado são ceramistas. Por hobby. Mas acontece que eles fazem peças bonitas de verdade. Alguns pedem que eles façam e acabam comprando deles. E incentivado pelos inúmeros elogios que recebe, meu Quase-Sogro resolveu participar de um campeonato de artes promovido pelo Bunkyo.

Os critérios da premiação, a meu ver, foram duvidosos. Tinha muita coisa bonita lá, é verdade. E meu Quase-Sogro resolveu mandar 3 peças para que eles escolhessem uma. Escolheram a mais feinha das 3, na minha opinião. E na opinião dele e do Namorado e da minha Quase-Sogra.

Bom, no Domingo então, fomos ver a exposição e os meus Quase-Sogros foram buscar as peças pra levarem pra SJC. Domingo foi o último dia da exposição.

A expô contava com trabalhos de telas a óleo, cerâmica e outros tipos de arte, como quadros feitos a partir de flores prensadas ou ainda umas coisas esquisitas que não entendi bem a proposta do artista. (novidade, né? Eu não entendendo nada....)

Aqui, o fotógrafo oficial do Bunkyo conseguiu a muito custo fotografar o Quase-Sogro ao lado da peça dele:



Pûs pequenininha por alguns motivos como: se meu Quase-Sogro descobrir que este blog veiculou uma foto dele, ele ficará bem puto nervoso pq ele é tímido à beça; a foto na verdade mostra pouco mesmo e ela, por eu não ter usado flash, ficou embaçada.

A seguir, ponho algumas das peças que achei maior legal:




Esta ganhou na minha premiação pessoal, a categoria "Uóóón, tchi fofu!"
("Jóóóóó-quêi-pôôôô!")

Acredite, é cerâmica:

Não achei assim tããão maior bonita mas sei o trabalho que dá e me admirei pelas várias técnicas empregadas.

Aqui a vista do saguão onde as cerâmicas e alguns trabalhos ficaram expostos:



Telas de todos os gostos:

Carpas estilizadas.

Quadros ótimos para paredes de personalidade (leia-se "cores legais"):



Cores e demonstrações de alegria:



Foi muito legal a expô. Ocupou 3 andares do enorme Bunkyo.

Menção honrosa: tinha um grupo de estudantes que foram monitorados por uma senhora que era professora de artes. Em determinado momento, eles perguntaram o quê nas peças expostas tinha assim de mais "japa". Assim mesmo, pra uma senhora japonesa eles usaram "japa". Daí ela, educadamente, respondeu que praticamente eram influências uma vez que os artistas já eram descendentes de japoneses e os poucos japoneses nativos que contribuíram com a exposição, moravam no Brasil há muitos anos. Mesmo assim, ela ainda procurou alguns quadros pra mostrar entre cores, técnicas e traços os tais elementos "japa".

Subimos no segundo andar e a trupe já tinha chegado lá. Daí eles perguntam para a professora-monitora: "Qual é seu nome mesmo?".

Meu..... fala sério. Eram estudantes de onde? De quê? Pra quê? Prestando atenção ou borboletando? Santa paciência "japa", bátiman!div>