29 de ago de 2008

DOENÇA DE INFÂNCIA

O ano era 1986. Contava eu, 9 anos de idade. O que uma criança de 9 anos de idade precisava no banheiro de manhã, senão fazer xixi, lavar o rosto (com qualquer sabonete) e escovar os dentes?

Para essas poucas tarefas e nenhuma vaidade, eu não usava a luz. Aliás, até hoje tenho o hábito de andar pela casa sem acender a luz. Vai daí que naquele dia eu vi meu rosto no espelho e achei tudo normal demais. Sete horas da manhã.

Quando cheguei na cozinha, minha mãe ao invés de dar o "Bom Dia" sem vontade, seco e com má vontade como todos os dias ela fazia, resolveu arregalar os olhos dela (daí eu imaginava que levaria mais uma bronca) e me fez a seguinte pergunta:

-QUE É QUE VC TEM????

Achei por um momento que a moleza que eu tinha sentido pra sair da cama (creiam, aos 9 anos eu levantava às 7 da manhã com o mesmo pique que hoje aos 31 levanto às 2 da tarde) e o jeito com que a minha mãe me olhou, eram sinais de que eu poderia estar morrendo.

Minha mãe ao invés de acender a luz da cozinha (definitivamente "luz" é genético) pegou "delicadamente" meu rosto e foi o levando até o vitrô da cozinha pra enxergar melhor. Detalhe que entre meu metro e meio de altura e o vitrô da cozinha, ainda tínhamos uma pia.

Daí minha mãe pediu que eu fosse me mostrar pro meu pai, que me aguardava todos os dias de manhã na sala da frente pra levar-me na escola. Detalhe que entre eu e a escola, bastava ele me atravessar a rua.

Meu pai olhou pra mim com a maior calma do mundo e setenciou:(leia com sotaque pra lá de lusitano) "Eu aviso e tu não me escutas, Débora. Tu comes tanta porcaria que ficastes intoxicada. Toma bastante suco de abacaxi que isso passa."

Minha mãe quando eu transmiti o recado, até concordou com ele que eu comia besteira pra caramba, mas como eles estavam se divorciando, não convinha concordar com ele aquela "coisa de mãe" dizia que era algo a mais.

Como a moleza virou um febrão, minha mãe foi comigo ao médico e ele constatou que eu estava com Rubéola. E pra variar, como eu nunca fico doente mas quando fico é de funhanhar comigo, meus pais precisavam ficar alerta pq a qualquer momento eu poderia ser internada devido ao meu quadro. Saí de lá com receita médica incluindo ferro (em vitaminas, seus mente sujas) e mil recomendações pra evitar correntes de ar e qualquer coisa gelada.

Cheguei em casa, dormi pra cacete. Tive delírios como toda a vez que tenho febre. Minha mãe de tarde saiu pra estudar (quase noitinha). Meu pai aquele dia não foi dar aula pra ficar comigo, mas em compensação..... na intenção de me agradar, ele trouxe....... SORVETE!

Háááááááá...........Sorvete.

E eu como boa hipocondríaca"caxias" disse que eu não poderia tomar "pq o doutor disse que eu poderia morrer"...drástica? Nem um pouco!

Como eu rejeitei o sorvete, meu pai viu que realmente eu estava doente. Deu tudo certo. Não fiquei estéril (embora nunca tenha comprovado a minha fertilidade. Não, não quero comprová-la agora, obrigada!). Meu irmão caçula nunca teve rubéola, apesar de dormirmos no mesmo quarto.

E por isso, estou livre de me vacinar contra a rubéola, MAS VC NÃO!

EXPERIÊNCIAS CAPILARES

Vamos lá testar a veracidade de uma propaganda?

De manhã, a minha santa mãezinha mãe pediu que eu fosse com ela até à perfumaria comprar um creme desses de tratamento para o cabelo. Segundo ela "ela ía muito na opinião do vendedor e nem sempre isso é o melhor".

Bom, o caso é que eu acho engraçado certos blogs e pessoas darem a sua opinião sobre esses produtos de cabelo, sendo que se algo der errado, elas têm condição de ir a um salão de cabeleireiros consertar tudo. No meu caso, se algo der errado FODEU eu terei que usar o cabelo do jeito que ele ficar ou ir a um hospital (público, diga-se) para tentar reverter o que a química pode fazer.

Anyway, estava já na perfumaria e aquela imensidão de potes olhando para mim e eu para eles e a minha mãe olhando para nós todos. Veio a dona da perfumaria e disse que se precisasse de ajuda era só falar. Olhei uns potões e estava quase me decidindo, quando veio a vendedora e perguntou se eu precisava de ajuda.

Olhando para o potão que eu pretendia levar, ela disse que tinha um da mesma marca, mas mais "forte", era com 12 princípios ativos. E eu disse "UAU!!!! 12, hein???!"

E daí minha mãe perguntou se aquele creme vendia bem e a vendedora disse que sim, afinal, o creme levava o nome da novela das sete e a Ana Maria brega Braga fazia propaganda do creme toda a hora.......

E eu levantei a voz e disse:

"-Ana Maria Braga? Ah, pq não disse antes? AGORA SIM EU LEVO O CREME!"

Infelizmente, meus caros, a vendedora não percebeu a ironia na minha voz. Minha mãe roxa de vontade de me matar rir e o pior é que daqui pra frente, tenho quase a certeza que vendedora vai me empurrar tudo e mais um pouco usando desses artifícios globelísticos.

E agora escrevo aqui pra vcs, com o cabelo empastelado de Novex Beleza Pura com fucking 12 princípios ativos!!!!!

Se eu ficar careca, aviso vcs. Se o creme for bom, eu aviso tb.

P.S.: "Obviamente este não é um post pago. Mas se o pessoal da Embelleze quiser me patrocinar pra testar tudo e mais um pouco, não se sintam constrangidos. Contacte a minha pessoa!"

UpDate: O cabelo não caiu. Ficou macio sim. Aprovo inclusive a fragrância do creme. Mas quero ver se eu o uso direito, porque dessa vez eu passei no cabelo seco. Da próxima vez eu sigo as instruções de uso.

SEXTA. DIA DE BALADA E DE VER O CÔNJUGE

Ehehehehehehehee

Cada título boboca.

Enfim, eu ando escutando radinho antes de dormir, uma vez que dormir nem sempre é fácil para mim. Até pelo fato de que eu sou mais notívaga, mas claro que os problemas me deixam vez mais desperta.

Bom, eu ando escutando um pouco de tudo até para conhecer as músicas "do momento", coisa que a minha irmã sempre cobra o fato de que eu preciso me modernizar um pouco. Mas fazer o quê se eu gosto de coisas retrô?

Tenho escutado muita coisa boa, nova. Mas sabe aquelas músicas "antigas" que a gente escuta e fica com ela na cabeça?

Aproveitando que hoje é Sexta, dia que as pessoas que precisam de datas usam para ver seus namorados(as), eu coloco aqui a musiquinha que anda na minha cabeça:



É uma música do tipo: "eu sei que eu fiz cagada mas se vc der uma chance, a gente tem de um tudo pra dar certo".

Ahahahahaahahahaha