4 de fev de 2009

DE UM TUDO

Prá começar, digamos que tem pessoas que eu julgo desaperecidas quando elas vêm do nada. Surgem. E dessas pessoas que há tempões eu não via, surgiu o que chamo de:


Bicha pão com ovo.

Tenho amigos homossexuais: homens e mulheres. Gente que é casada. Gente que é solteira. Mas homossexuais. Portanto, não venham me dizer que sou preconceituosa. Detesto é bicha pão com ovo que não se assume. Bicha pão com ovo e que tem a boca murcha, ainda por cima. Boca que corre pra fazer fofoquinha e intriga. Tem bicha mais detestável que aquela que não se assume e ainda faz fofoca? Pois é, e dizer que essa bicha-pão-com-ovo-de-boca-murcha tem mais que 50 anos, vcs crêm nisso? Ah, boca murcha não é metáfora, 'tá? O sujeito tem boca murcha como a do Boris Casoy e treme todo pra falar. Poblema de nelvus.


*********

Puta dor de garganta dos infernos. Resistência baixa. Peguei um ventinho e voilà, cá estou sem engolir. Fui na farmácia e pedi um paracetamol e algum anti-térmico ou um anti-inflamatório. Daí o farmacêutico gordinho me mostrou um que "era mais forte que cataflan" e eu disse: "valeu, mas pra tomar essas coisas eu prefiro ir ao médico e ele me receitar. 'Tô seguindo o bêabá primeiro."

E ele me olhou com uma cara de "que absurdo!". Pra mim remédio não é balinha. E tomo paracetamol até pedir arrego. Tudo bem que a última vez que fui ao médico, fui coagida a tal. Mas tomar remédio por conta próprio, no way!

********
Assisti um capítulo ontem da novela das 10 8. E tinha um tal que apareceu lá pra falar com o Tião-galinha-só-quero-um-pedacin-dexão-prá-módi-nóis-plantá que parecia o Feliz.

Ahahahahhahaha. O Feliz de indiano, dando a previão do tempo. E piririm e pororón, ele diria.

*********

Festa de Yemanjá:



Ok, vc é católico. Daí vc acha que é besteira. Mas sabendo que ela resolve problemas amorosos, vc vai lá e joga uma florzinha pra ela.

Ok, vc é kardecista. Então vc acha que as entidades do candomblé e da umbanda são entidades de energia "baixa" e portanto, tem que ser evitado qualquer tipo de contato. Mas quando a coisa aperta, a Dona Guiomar manda vc pra o estrela da paz vc vai visitar um terreiro e descobre que as coisas não são tão ruins assim e o que rola muito é preconceito.

Ok, vc é evangélico. Com vc eu nem perco tempo argumentando sobre raça, cultura e foclore. Next!

Ok, vc não entende nada, mas como é modinha agora todo mundo ser mais ligado à natureza e essas coisas de vibe do astral, vc vai lá e entra na onda porque afinal é muito cool todo o ritual em si.

Posso dizer? Besteira! Dona Yemanjá não liga pra nada disso, pois ela é superior ao que eu e vc e qualquer um possa pensar.

**********

Aliás, no assunto de umbanda e candomblé ou, umbandomblé como muitos gostam de falar, posso dizer que visitei uma loja maior legal. Muita coisa que pra entender tem que mergulhar fundo em questões de cultura, geografia, ecologia e psicologia. Uma viagem que nem todos estão propensos a fazer pq é preciso sim coragem. Coragem de despir sua personalidade de muitos preconceitos.

*********

O que é o bolo índia da Dona Deôla?


É exatamente o que a moça está cortando.

Ele é molhadinho, feito com creme que eu não decifro o que usaram e canela. Muito doce e não enjoativo. Eu comeria quilos. Preciso da receita já.

Update: achei a receita! E é da própria Dona Deôla!

**********************

BBB9.

Achei incrível a desculpa do moço dizendo que não se lembrava da palavra "castigo". Ok. Então vc recebe um telefonema que diz: "Débora, vc vai ganhar um soco na cara. Quem vc escolhe pra tomar um soco tb?" daí eu indico o Namorado que amo tanto, afinal "eu não lembro da palavra 'soco' e nem o que ela quer dizer."

Cafagestagem.

*******

Estão escolhendo as turmas e as duplas de professores que darão aula na Fundação que sou voluntária. Aguardo. Enquanto isso, já estou preparando as aulas.

*********

Estudando. Muito.