1 de set de 2008

SAMPA, FDS, TEMPINHO COCÔ

Há quem goste do frio. Esse alguém não sou eu, definitivamente.

O Namorado veio me buscar e eu não botei muita fé no agasalho. Sorte é que eu sempre levo casaco na mala. Paramos estrategicamente entre a Sé e a Liberdade. Havia coisas pra fazer nesses lugares, incluindo na República.

Na boa, o tempo Sábado 'tava um cocô: frio demais, cinza demais, garoa demais. Só não era um dia deprimente, pq eu estava com o Namorado.

Aqui, a "bunda" da Sé:


Incrível que mesmo sendo um tempo cocô, a cidade continua cheia.

Entramos em alguns sebos. Não vi nada legal e olha que eu curto um sebo. Depois, caminhando pela cidade, fiz algumas fotinhas:


Andando pela rua, vc via pessoas de um casaco só e os braços cruzados em uma explícita demonstração de "caracas, não botei fé no frio!"


Alguma cor no mundo cinza:


E um raro momento patriótico sem contexto esportivo:


Paramos em uma padoca pra tomar alguma coisa e lá eu comi o maior pudim de leite que já vi na vida. Juro, porções individuais que duas pessoas comem numa boa. Quase fotografei, mas fiquei assim meio constrangida. A casquinha do pudim, era toda convidativa.

Um dia volto lá e fotografo (e como, claro).

Mesmo com tudo o que eu citei, não tem como eu não gostar de Sampa.

Nenhum comentário: