12 de fev de 2008

O BOM GOSTO DE GASPARETTO

Apesar de muito criticado, eu gosto do Luiz Gasparetto. São vários os motivos, mas hoje quero falar sobre o gosto dele pela arte. Não estou falando sobre a pintura mediúnica fantástica que ele faz, estou falando sobre o bom gosto mesmo. Quem o vê falar, ou repara nas roupas modernas dele, nas atitudes arrojadas, não imagina que o cara é tão chegado em arte clássica.

Há algum tempo, eu vi na TV um programa que uma invejosa apresentadora apresentadora ía "visitá-lo" e mostrava a casa dele. A casa era um sonho de infância dele: ele passava todos os dias em frente quando criança e desejava morar em uma casa parecida com essa que ele via.

E, coisas do destino, ele comprou a casa que ele "namorou" na infância toda. Detalhe: a casa estava um caco. Quase foi demolida pra ser vendido apenas o terreno. Ele podia ter feito como o resto de apresentadores de tevês, novos-ricos-cafonas-bregas-da-silva as outras pessoas que tem grana e ter comprado uma mega mansão em Alphaville. Porém, ele preferiu gastar (julgo eu) o triplo pra restaurar o casarão e trazer peças de mobiliário que combinassem com o estilo mourisco da casa.

Domingo, pude passar em frente, de carro e tirei essas fotos, que apesar de não ser como eu gostaria, já dá pra ter uma idéia:



Conclusão: ele reformou a casa toda, tem peças lindas lá dentro e fez com que a casa se tornasse patrimônio histórico e tombado. Muita generosidade da parte dele. Muito carinho pela cidade e pela arte.

Aqui, tem um pouco da história dessa casa.

Ó, Gaspa: adorei sua casa. Quando puder, me chama que eu levo uma broa pra gente comer no café da tarde, ok?

4 comentários:

Lu disse...

É, nada como ter dindin, né? Eu tb, se tivesse na época da partilha, compraria a parte dos outros e continuaria morando na casa onde passei toda a minha infância...

Mas assim é a vida... por isso q o novo desafio é importante. Pra realizar esses nossos sonhos de infância!

Anônimo disse...

È Gaspa, sua casa tem tudo a ver com vc!!!! LINDA
Já viveu nela em vidas passadas!!!!
Sucesso
Bjs

Anônimo disse...

Gasparetto é um ser humano singular! Dedica sua vida em reconstruir a vida de outras pessoas como ninguem. E, quando vejo o que ele fez com essa "casa" só posso admira-lo mais ainda. A casa é apenas o reflexo do que ele é. Merece o que tem e onde coloca a mão vira ouro. Grande Homem, grande Ser Humano.
A casa esta em boas mão.

maria cecilia wolf cruz disse...

O link para a história da casa não existe mais, troque por este:
http://www.independenciaoumorte.com.br/acontece/item/92-palacete-rosa.html