7 de jan de 2008

ENTÃO É NATAAAL

já tinha passado o Natal, mas mesmo assim, decidi ir ver a fonte do Ibirapuera, afinal, eu já tinha visto uma apresentação dela no aniversário do parque. Só que na ocasião, burralda do jeito que eu sou assisti do lado inverso, ou seja: as projeções na tela de água, não vi nadinha.

Agora, mais avisada, fui pelo lado certo do parque, ver qual era a boa pro Natal.
Precisa dizer que estava lotado? Que tinha muita gente e digamos, todo o tipo de gente? Atrás de mim, enquanto eu ouvia o Frank Sinatra cantando Jingle Bells (não faço questão pela música, apenas o cantor), tinha uma mal educada sem noção que não parava de berrar enquanto falava no celular pro "uaxintgon cleiton" encontrar com ela.

O casal que estava na minha frente riu quando eu disse: "será que ela sabe que o espetáculo além de visual é auditivo tb?" Não sei pq a katyleni ela foi embora.
Daí, chega uma família, com duas crianças de saco cheio de estar lá e detalhe, argentina a família. As crianças gritando na minha orelha.....



Acho que agora já posso contar a surpresa (quer dizer, não toda) do Papai Noel: luzes sincronizadas ao som de Merry Christmas do John Lennon e pasme, nessa hora, meu coração disparou. Eu sei, é brega, é piegas e é totalmente contra tudo aquilo que sinto em relação ao Natal. Mas a música é especial, não fala somente do Natal, mas de algo muito mais profundo.


Depois, tal qual mulçumanos indo à Meca, lá foram todos os paulistanos, paulistas e brasileiros que estavam por São Paulo, adorar a grande àrvore natalina que em determinadas horas, jorrava uma neve artificial. (pausa pra gorfar o tremendo mau gosto).

Mesmo assim, curti a idéia de ver ao ar livre um espetáculo com música clássica, de graça pra toda a população, que ía em família assistir e a gente escutava da maioria "pq não tem isso mais vezes?"

Agora me expliquem: Pq diabos as pessoas teimam em subir a estátua do Brecheret no meio da avenida? Que graça é subir no monumento pra tirar foto? Coisa mais besta! Tanto pai de família pintor, eletricista que perde a vida caindo da escada trabalhando na sua função, e uns putos desses não quebram sequer um braço escalando o monumento!!!

Coisa de pobre mesmo fotografando pelo celular pré-pago de 24 prestações o primo em cima da cabeça do monumento. Alguém já viu uma merda dessas na Torre Eifel? Alguém já viu se turista sobe no colo do Washington na Casa Branca pra tirar fotinha e botar no "orgut"?

Estou pensando seriamente em lançar uma campanha de jogar ovos (de preferência podres) ou qualquer coisa bem vexatória pra os pobres sentirem vergonha ao entrar no ônibus, cada vez que passar pela praça e ver um candango pendurado lá.

E antes que alguém me diga: "oh, vc é isso e aquilo" eu bem quero lembrar da vez que fizeram "olhos" em duas das estátuas e provavelmente quem pode me criticar pela idéia, fez comentários do tipo "ah, que absurdo vc viu? pixaram a 'estáuta' ".

2 comentários:

renatzzz disse...

Posso atacar um repolho podre, ou melhor aquele frango de padaria, envelhecido uma semana... ahh um balde de pinga vagabunda q deve ser mais barata q dois ovos.... pior q cara entrando e onibus fedendo a ovo eh fedenedo a cachaça... vao falar o o pinguço vagabundo

Lu disse...

Hehehe making of da foto da árvore...

Boa!