7 de fev de 2008

YES, NÓS TEMOS PASTA

quando meu respectivo comprou o cilindro pra fazer massa de pastel, achei que a coisa ía durar tanto quanto a "novidade" de saber fazer pastel. Fogo de palha. Mas não, a coisa foi avançando... Então, mãos à obra e vamos fazer massa pra macarrão e etecéteras.

Aqui o começo de tudo: passando a massa várias vezes pelo cilindro. Ah, a massa foi sovada previamente na máquina de pão que meu cunhado ganhou e brincou com ela usou por uma semana.



Depois corta-se em vários fios, e cozinha igual ao macarrão que vc compra no mercado e

Tcharááán:


Talharim ao molho vermelho de cebolinha e cogumelos:

A salsinha, foi o toque bicha estético do prato, mas que deu toda a graça. A massa, deliciosa. O molho, maravilhoso e os dois juntos então, acompanhados com um vinho tinto chileno, foi o suficiente pra que eu me sentisse uma verdadeira jibóia depois da refeição.

Mas, como a sobremesa era sorvete de chocolate, eu fiz um grande esforço em comer mais um pouco.

No dia seguinte, com a massa cortada em outro formato, fizemos lasanha de dois queijos: mussarela e gorgonzola. Não fotografei, pq seria muita maldade com vocês e comigo, que só de ver as fotos, sinto fome novamente.

Resumindo: o cilindro pra massas, já ganhou minha simpatia, definitivamente.

Um comentário:

Lu disse...

Menina, e eu que tenho essa maquininha aí, que era da minha avó e fica guardada no armário por falta de espaço nesse apertamento e falta de uma mesa de madeira pra prender? Isso sim q é maldade...