22 de jan de 2008

AINDA FALANDO DE CASAMENTO

olhando pra mão da minha colega que preferia morar na favela com o seu amor (né, fia?), eu tive mais um insight.

Ela usa aliança de casada. Claro que ela já foi mais magrinha, afinal, dois filhos, dependendo da pessoa, dão um certo "incha" .
A aliança dela, eu duvido que ainda saia do dedo. O dedo estava estrangulado.

Nunca gostei de aliança e mesmo tendo relacionamentos estáveis, eu nunca fiz questão de uma pedaço de metal pra me lembrar que eu preciso manter o recato. Também nunca precisei de um lembrete pra que eu não me esqueça das pessoas quem eu amo.

Por isso, nunca obriguei ninguém com quem namorei a usar aliança. E duvido que eu vá usar depois de casada. Pelos mesmos motivos citados acima.Vocês não imaginam o alívio do meu respectivo. Quando o irmão dele ficou noivo, nós namorávamos há pouco tempo. Ele ficou preocupado de eu querer usar aliança e exigir isso dele. Uma pq ele não gosta pelos mesmo motivos que eu. Outra pq a profissão dele não permite o uso desse tipo de acessório e ainda, pq ele é esquecido. Não daria dois meses pra ele perder a aliança.....Foi melhor assim a gente concordar que esse objeto obsoleto não faria parte da nossa história.

E depois do dedo estrangulado que eu vi hoje, não quero que o casamento me estrangule em nenhum sentido....... nem que seja pelo dedo.

Nenhum comentário: