17 de out de 2008

RÁ, NÃO ENTENDO

Realmente, preciso mudar de profissão.

Tem um mané que sequestrou uma garota há 4 dias e ninguém consegue desembrulhar essa situação.

Uma vez que mandam comidinhas pra eles, pq, meu papai do céu, ainda não colocaram um calmante "dorme cavalinho" na marmita deles?

Dormia a refém, dormia o garoto, os puliça entravam na casa, deixavam a garota no hospital pra lavar o estômago e tals e amarravam o moleque no primeiro hospício com vaga. Não é um plano totalmente realizável e coerente?

Nunca ninguém drogou os pais pra poder sair e voltar na hora que quisesse? Não? Nem eu. Mas juro que eu faria isso com o mané de Santo André.

E chamaram todo mundo já e ninguém resolveu. O garoto disse que não tem exigências pra fazer, então..... matar não seria uma boa. Agora dar um "sossega leão" nele, teria já nos poupado desses pogramas de justissa da poupulassão.

5 comentários:

léu foéger disse...

ta pior q o caso isabella....
jaiajaoka
dorme cavalinho é uma boa idéia....

léu foéger disse...

Débora... um conselho: assiste geraldo(balanço da record) que você vai ver o que é jornalismo de verdade....
AFFFF,,,
que horrivel... hauhauahoauhauia

(prefiro morrer que perder a vida)
frase do sequestrador que esta com medo de morrer...

renatzzz disse...

dede, vc devia ser do esquadrao... meu eles sao muito do burro....

compartilho sua ideia.., alias varias ideias rs

beijundas

Débora disse...

Mas eu preciso aqui fazer uma correção: o Namorado (que é cirurgião), disse que dopar alguém não é assim tão fácil, pois no caso, o bandido demoraria cerca de meia hora e teria sintomas de um bêbado, o que o tornaria mais propenso a cometer loucuras.

Daí eu dei a idéia de usarem zarabatanas, como fazem no zoológico. Mas pra usarem zarabatans pra anestesiar direto na corrente sanguínea, daí seria mais fácil deixarem os atiradores de elite trabalharem, né?

Débora disse...

Meu, eu tive a infelicidade de ver esse Geraldo. Que coisa mais tosca nesse mundo, hein?!