5 de jun de 2008

PAPOS "CABEÇA" (OU NÃO)

(Preâmbulo)

Ok, o blog é meu.

E ainda se chama Mundo Sano, portanto, é sobre tudo o que se passa na minha cabeça. Então leitores, aguentem, suportem...

Hoje é um dia daqueles. Mas eu sei que toda a Quinta é difícil mesmo. Nada esotérico ou exotérico, é por ser um dia na minha rotina que eu me envolvo com certas coisas. Por vezes a Quinta fica assim, pesada.

Nessas Quintas que são pesadas, acontece de um tudo : pode acreditar. Hoje, por exemplo, aconteceu. Não tem nem tanta importância, mas hoje, como é um dia daqueles, acabou que tomou importância.

(Fecha preâmbulo)



Bom, hoje de manhã, minha mãe veio perguntar pra mim, a minha opinião sobre o cabelo novo dela. "Normal, ficou bom", eu disse. Daí ela veio me dizer que o cabeleireiro, era o mesmo que cortava meu cabelo há um tempão (quando eu tinha dinheiro) e que como ele perdeu muita freguesia pq começou a acreditar na força da peruca e resolveu cobrar até pra encostar a tesoura no cabelo (que dirá cortar), praticamente implorou pra minha mãe ir de novo no salão novo dele....

Daí ela veio me dizer as vantagens dos preços e coisa e tal. Contou novidades dele, do salão e etc.
Vou pular a parte que eu não me lembro de não ter perguntado absolutamente NADA a respeito desse cabeleireiro.

Daí, ela me disse que "o dia que eu quisesse, ficava fácil eu ir com ela, meia hora de busão e tal". E eu não disse nada. (Como sempre)

Daí ela dispara: "ele pediu pra dar o recado".

Puta que o pariu, ribanceira com lesmas!!!!!

Daí eu disse "recado dado" e fui embora de casa.

Meu.... são essas coisas que me deixam puta (que nem seu LILI)

O cara, era meu super-mega-hiper amigo. Daí fiquei sem dinheiro, o cara nem me ligou mais. Um dia, juntei um dinheirinho e pedi pra ser atendida por ele, que por sua vez, me repassou pra uma fulana (estragar meu cabelo).

Nunca mais sequer me ligou. Mesmo. Nem pra ouvir da minha boca: "Sabe o que é, eu tô sem grana, pq a vida resolveu me fuder sem vaselina, de vez."

Talvez ele seja como aquelas outras pessoas que sabem de mim pela minha mãe. Ahã. Mais fácil, né? Não precisa se envolver. Não precisa escutar, não precisa fingir um interesse que não tem, ou melhor, que nunca teve.

Curioso, é que se corta cabelo DE CADA PESSOA, não é? Tipo, quando eu precisava cortar, hidratar, reflexear e etc, não bastava eu mandar minha mãe lá, eu tinha que ir, certo? Pois eu na minha infantilidade, achava que pra saber de mim, bastava me ligar.

Bom, o caso é que eu não vou mais. Assim como eu recomendei ele pra trocentas pessoas, que emprestei cheque pra ele fazer compras e etc, vamos fazer assim: fingimos que eu morri. E mortos não atendem mais recados nenhum.

Olha só, vaidosa como eu sempre fui e o meu cabelo parece um arame farpado embolado, o que de pior pode acontecer? Por 3 vezes cortei meu cabelo sozinha. Tem algum cabeleireiro que vai me estragar mais ainda o cabelo? E se estragar? O cabelo cresce.....Pior do que o cabelo já está, não vai ficar. E eu desfilo todos os dias o meu cabelo assim.

Fato é que assim como eu, ele é profissional totalmente repositável, substituível.

Ele, não preciso nem desejar sucesso, pq ele é um ÓTIMO profissional. Mas como pessoa, como amigo, bom, aqui também o assunto não é esse. O assunto é sobre o cabeleireiro que me mandou um recado e que quer que eu visite a ximboca do salão dele. Sim, hoje é ximboca, mas ele vai crescer, vai voltar a cobrar o olho da cara, vai deconsiderar as pessoas, vai perder clientes..... vcs duvidam?

Sucesso, viu pessoa! E juízo! Trate as pessoas como pessoas e vc não precisará nem de propaganda.

Essas pessoas é que me fazem, por vezes, acreditar que sem dinheiro, eu, a Déhbora, não sou nada, não tenho valor nenhum.

**********
(No mesmo assunto)

Quando essas coisas acontecem, eu me lembro dos "amigos" super-fantásticos que eu tenho.

Daqueles que não ligaram pra perguntar um telefone de um profissional/laboratório/pessoa que estavam precisando e claro, na verdade só queriam saber como a gente está.

Daqueles que quando pisam feio na bola com a gente, se esquecem de vir pedir desculpa, mas ligam fingindo que nada aconteceu.

Aqueles que mandavam milhões de e-mails perguntando sobre si mesmos (já que eu sou pessoa totalmente relevante e meus problemas e alegrias não interessam) e de repente, logo assim que a vida volta a sorrir, sequer mandam um "oi, só mandei esse e-mail pra dizer que eu tô feliz)

Ou aqueles que quando eram jovenzinhos, que nunca tinham trabalhado na vida, eu deixava pôr no currículo que tinha trabalhado na minha empresa, só pra facilitar nas entrevistas de emprego e hoje, trabalhando em multinacional, nem ligam pra saber como eu estou.

Depois, há gente que diz que eu sou amargurada. Olha, se vc se importar com ingratidão dos outros é amargura, putz, então eu sou amarga, foda-se.

********

No mais, eu sei que a vida dessas pessoas, continuará a ser sempre o vazio dos inúmeros divórcios, os desapegos às suas mães queridas e a volta delas nas suas vidas ocas, nos namorados que nunca satisfazem, nas clientes que abandonam, na dúvida dos caminhos profissionais a seguir, tentando provar pra paquera que é hétero, enfim.....

Eu continuarei aqui, amarga e tentando fazer novas amizades. Pq essas, sinceramente, eu até me comunico, mas pra mim, perderam a graça.

E claro, suas vidas patéticas, também não me fazem falta.

(Fecha)

P.S.:" Podem apedrejar, já tô acostumada mesmo. Fodam-se vocês."

P.S.2:"Não, é verdade! É um post nada cristão nem evoluído espiritualmente. Nem o Ps de cima é.....ehehehehehe"

2 comentários:

panda disse...

Fala ae Dedé,

Não sei porque mas adorei este texto...hahaha!!! Tão....tão aquariano...rs

Fica na paz!

Você é muito especial pra mim!

bjs!

Débora disse...

Vc é especial pra mim também. Adoro vc e o melhor é que vc sabe disso. Beijos, Dé!