11 de jun de 2009

COMEÇANDO NO FERIADO

Sim, feriado é ótimo. A começar pela sensação deliciosa do celular tocar o despertador no horário de todos os dias e vc olhar pra ele e desligá-lo para.....dormir. Ô prazer tão simples, idiota e satisfatório.

******
Barra Funda, véspera de feriado. Se nos dias ditos normais já é um infenro, imaginem na véspera de feriado. Até calango cidadão subindo pelo corrimão da escada rolante aconteceu. E meu repertório de xingamento aos que me empurram, continua crescendo. Vai do "não precisa empurrar, gentinha", "Ô, povo analfabeto! Nâo vê que empurrando demora mais?" até o "Está chovendo mas não precisa empurrar que o barraco vai deslizar mesmo......não adianta ir correndo pra casa".

O caso é que em um desses dias que o metrô chama de "atípico", abri um ocorrência pela negligência do metrô em deixar mais segurança para nós, usuários. Vou encurtar a história, mas envolve usuário me empurrando pra sair do vagão com tamanha força que quebrou a porta de vidro. E não sei como meu ombro esquerdo ainda funciona.

Momento hilário. O segurança que redigia a minha ocorrência, para fazer graça ou passar uma cantada muito mal-elaborada disse "Noossa, vc tem 32 anos? Pela sua cara eu daria no máximo 23." e eu com o meu mau-humor compreensível de quem quase perdeu o braço na multidão responde: "Mais um motivo para ter cuidado comigo: a cara é de 20 e poucos mas os meus ossos têm 32 anos ........"

***************

No serviço. Ok, a chefe é legal e sempre espera de mim o melhor. E o povo que embaça para trabalhar me deixa tiririca da vida. Tem uma zéfinha lá que acaba de descer do almoço, logo sobe pra cagar. Meu, tudo bem, intestino é caprichoso mesmo. Mas depois de cagar a zéfinha desce, dá uma ensebada de meia hora e sobe pra tomar café. E segue assim sucessivamente pela tarde toda.

No começo, ela dizia pra mim "tu tem que subi Faxineira, pra tumá o teu café da manhã" e eu respondia que já tinha tomado café em casa. Absurdo! "É seu direito tumá café, Faxineira. Sem fome tu tem que subí, visse?"

Daí eu ria amarelo e decidi que a menos que um dia eu tivesse fome, eu subiria pra tomar café da manhã. Claro que dessa forma, me excluí automaticamente do grupo da chacrinha. E dessa forma, a amizade fica cada dia mais difícil de fazer por lá. Mas sinceramente, eu já tenho afins. Claro, dois homens. Sempre foi mais fácil fazer amizade com homem. E a garota que entrou junto comigo, parece ser legalzinha. Vamos embora juntas e ao que tudo indica, ela tb não gosta muito das zéfinhas que por lá estavam antes de chegarmos. Mais fácil pra mim.

Ainda curioso é que tem no meu trabalho uma moça que ganhou o singelo pelido de "Norminha" em alusão à personagem da Dira Paes da novela das 8 que sempre dá uma galhada no fiel esposo. Se me dessem um apelido desses, provavelmente eu teria devolvido com um outro apelido tão singelo quanto. Mas essa sou eu que não sei ver graça na vida, não é mesmo?

A dita "Norminha" do meu trabalho, a-do-ra o apelido e diz que fará jus a ele. Precisa ver como ela fica inchada de orgulho quando as zefinhas em coro cantam "Vc não vale nada mas eu gosto de vc...."

******

Curioso essas pessoas que chegaram no Orkut agora e que com vergonhinha de fuçar nos perfis alheios que sempre tiveram vontade, se escondem no perfil da namorada achando que eu nunca iria descobrir.

Mas em se tratando de quem é, ser humano insignificante sem personalidade e/ou identidade, não me admira em nada usar do perfil da namorada pra fofocar. Afinal, o papai não tem perfil no Orkut, não é? E ser uma pessoa com iniciativa nunca foi o forte dele. Iniciativa, boas idéias, coragem, firmeza, caráter, vontade de TRABALHAR.... enfim, a lista de coisas a desejar da pessoa é tão ampla que eu me pergunto como a pessoa se auto-define.

Ahahahahahaha. Eu até imagino: "pergunte para a minha namorada o cara sençacionau que eu çou".

É, pq língua portuguesa nunca foi seu forte tb. Aliás, "forte" X essa pessoa, na mesma frase só em uma hipótese: Essa pessoa é uma forte candidata ao prêmio de "mais idiota do mundo".

E claro, sabe-se lá se o usurpador não sabe a senha da namorada? Sim, pq dono de uma personalidade pra lá de gosmenta, o ciúmes é tanto que tem sempre vigiar tudo o que a namorada faz. Vai que ela se atreve a ser mais feliz que ele, não é?

Putz. Sou grata todos os dias por ter mais esse câncer livre do meu caminho. Não fosse a intromissão dele em meu Orkut, sequer me lembraria de tal sub-humano.

***********************

E o febrão que me atacou? Jesus, Maria e José. A gente só dá valor para a saúde que tem quando a perde. Trabalhar com febre, acordar com febre. Credo. Sabe quando vc tem tanto calafrio que pra vestir dói? Quando vc passa a esponja no corpo na hora do banho e dói?

E com isso, perdi a excursão à aldeia indígena. Passeio organizado e esperado há milhões de anos. Tudo bem, fica pra próxima.

***********

Aproveitando uma gôndola de promoção compramos o Caçador de Pipas e assisti. Gente, não é que eu chorei tudo de novo da mesma forma de quando li o livro? Tudo bem, o filme falta muita coisa do livro, mas estava louca pra ver as locações do filme, a trilha sonora.....

**************

Na Fundação, tudo indo super bem. Os alunos têm feito muito progresso pessoal e nos estudos mesmo. Os alunos têm sido motivo de orgulho para mim e pra Dani. E a cada aula que preparamos com a idéia de fazê-los sofrer de tanto pensar, copiar e produzir, o que achamos que os levaremos à exustão.... no fim acba sendo um "já acabou a aula, professoras?". Arre!

Sei que há professores que dão umas provinhas muito cacaracacá. Outro dia vi uma provinha dessas e falei pra o VanVan que além de tudo é nosso cordenador da matéria, que a próxima vez que ele disser que as provas estão no mesmo nível eu vou socá-lo em público.

Adoro esse povo que pra camuflar a evasão, dá provinha fácil "pra incentivo dos alunos". Houve quem desse as resposta da prova para que os alunos memorizassem antes da prova......

E sabe o que eu acho incrível? É que mesmo assim, a minha sala na minha matéria teve o melhor desempenho em relação às outras.

********************

Falando em Fundação e voluntariado, pretendo ir pra outra Fundação, fazer outras coisas. Outra gente, outros desafios.

De preferência, crianças. Já que não sou mãe de um jeito, pretendo sê-lo de outro.

*************

No mais, preciso citar que se em uma hipótese bem hipotética pudesse escolher um homem pra casar sem ser o Namorado, eu diria que me casava com o Ricardo Boechat. Putz, o cara é mega inteligente e tem um senso de humor tão oportuno......

Imagino que mesmo nos dias mais chatos e tepêmístico dos meses, a convivência com ele deve ser ótima.

Ouví-lo todos os dias a caminho do trabalho, trocando piadas com Jose Simão tem sido recompesador por acordar tão cedo.

*************

4 comentários:

Fernanda disse...

Me desculpe,mas não tive como não rir do episodio do metrô.vc escreve de uma forma que tragédia vira humor.
Adorei!

Clau disse...

Você é extremamente bem humorada e escreve super bem!! Vou ler sempre seus posts, adorei seu blog!! Já está nos favoritos, ganhou um leitora assidua!!
bjinhos,
Clau.

Mana Iza disse...

ô mana...tanta coisa né? E eu sentido falta dos nossos papos.

Tá melhor das maleitas?

Vai escrevendo pelo menos por aki.

Bjo.

Armud disse...

Poisé, não faz tanto tempo que eu passei aki, mais decidi sempre q passar deixar avisado, afinal de contas, vendo alguns posts meus antigos eu não tenho leitora mais acidua que vc, e vou fz o mesmo ...
Bjus e adorei ver que as coisas estão nos eixos!
BJUSSS

PS: O GsE ta de férias indeterminadas eu eu to de "casa" nova! + Bjus