28 de jan de 2009

PORQUÊ

Assim junto mesmo.
Porquê de motivo.

Vou citando as coisas aqui e será meio fora de ordem cronológica.

Começa que eu por causa do ano novo, resolvi fazer numerologias pessoais para 2009 e com isso amortizar um pouco com a dívida do banco: tipo, eu trabalho e as pessoas depositam na minha conta. Melhor assim, não vejo o dinheiro e sei que ele está sendo útil.

Só que com esse lance de numerologias, eu páro tudo o que estou fazendo e faço uma por uma, pq faço uma coisa bem personalizada. Só não fica mais pq a maioria das pessoas que me pede não dizem especificamente o que pretendem para o ano.


Entre as coisas de parar, está na lista "não falar com a própria irmã por uma semana". E hoje é o aniversário dela. Mais um ano sem presente meu pra ela e hoje, tudo o que pude achar foi 5 minutos pra falar com ela.

Mudanças.

Com um dinheiro extra que recebi, resolvi começar a pôr alguma documentação em ordem. Aquela documentação que não preciso parcelar nenhuma dívida, que não preciso falar com nenhum ex-sócio nem nada. As dores de cabeça comum que todo o cidadão tem que tê-las um dia.

Primeiro foi uma tal de certidão negativa de inscrição no Pasep que pequisei na internet e retirava na Receita Federal. Com medo de ser presa por lá mesmo de dever impostos da minha empresa Levei a minha escudeira Daniela-dotôra-adêvogada para que me orientar.

Chegando lá, o documento não era emitido na Receita Federal e sim, no Ministério do Trabalho. (que só funciona de manhã). No dia seguinte indo lá, descobri que não era no meu bairro e sim no Anhangabaú.

Fomos pra o escritório e de lá liguei para o Anhangabaú e voilà: o documento era emitido pelo Banco do Brasil ou Caixa Econômica. Isso mesmo, banco. Nada de órgãos. Nada de nada. Só ir até lá e pedir e eles darem. E no meu bairro.

Com esse negocinho em mão, fui ao PoupaTempo de Itaquera e qual não foi minha surpresa em ver que o negócio é bem organizado, ágil e com atendentes atenciosos? E descobri que para fazer a atualização da minha CNH (tipo a minha é do tempo que nem foto tem) era preciso um novo RG.

Tudo bem que meu RG é de 16 anos e eu tirando a cara de salame de foto 3X4 estou irreconhecível na foto, mas fazer outro... Vamos lá. Tirar nova foto 3X4. Tentei sorrir e fiquei com a boca torta, tipo derrame. Mas o cabelo ficou bom. As olheiras estão lá, indefectíveis. Mas custa manter essas olheiras: leitura à meia-luz, insônia, genética, mau humor e etc.

Bom, vamos lá atualizar o cadastro de onde moro. Meu Deus, lembrando quando tirei meu RG, vi o quanto de casa que eu já mudei depois disso. E lá vou marcar meus dedos e não pude deixar de perguntar pra senhora que fazia esse serviço, como ela fazia quando a pessoa tem polidactilia. E taxa de R$ 23,00.

Daí amanhã vou buscar o RG novo. Ou não.

Quanto à minha carta: basta eu fazer um exame no Detran. Só até aí é que me informaram. Então, estou estudando além de outras coisas, o novo código brasileiro sobre multas e infrações.

Ainda tenho um $$$ pra receber de um cliente inadimplente, que já foi depositado e está lá no fórum.

Mas não é só isso. Tem muitas mais coisas rolando. Umas boas, outras nem tanto. Muitas delas necessárias.

Preciso de sorte, oportunidade.

Nenhum comentário: