20 de dez de 2007

MIMO


Me trouxe essa linda peça de dois gatos no sofá, indiana. Já tem lugar pra ela. No meu imaginário, no meu coração, nos meus planos. Vcs a verão quando ela estiver lá, no cantinho que eu a quero pôr.
Falamos de tudo: documentários que eu e ele assistimos e ficamos a recomendar um pro outro. Falamos de livros, música, pessoas, planos, futuro. Ou seja, o de sempre. A mesma conversa agradável e amável de sempre.
Ele, hoje é filósofo formado. Me orgulho muito dele ter conseguido, pq conheço bem as dificuldades não só financeiras, mas principalmente de mentalidades que ele teve que enfrentar. Ele enfrentou sozinho. (Teve a minha torcida, será que conta?) Tudo bem que ele como homem, teve e terá bem mais chances do que eu, por exemplo. (Tenho certeza que ele sabe que essa minha última frase não é feminista, nem machista)
A questão é: tenho orgulho dele ter superado tudo. Tenho orgulho dele continuar o mesmo doce de menino que era quando o conheci. Tenho esperança de um Brasil melhor, se o Dedé fizer 1/10 do que ele pretende.
Parabéns, Dedé! Amo vc, meu maninho.

2 comentários:

Lu disse...

Queria ver a foto de Dedé! Já é a 2a vez q abro um link q fala dele e vejo Leonardo Boff...

Débora disse...

Em breve, ponho foto dele e conto um episódio deveras emocionante que vivemos juntos.