8 de ago de 2007

ESSA MADRUGADA

Fui acordada com milhões de fogos estourando.
Pela preocupação do meu vizinho fofoqueiro, posso
até jurar que se tratava de um balão.

Justo eu que "adoro" balões e já me meti em
várias discussões sobre eles.
Fico contente em saber que, apesar de a minha casa
não ter pegado fogo por causa de nenhum balão, pessoal-
mente já fiz queixas ao minstério público sobre comunidades
no Orkut sobre balão.

Ainda querem que a gente acredite que se trata
de uma "arte". Nunca vi arte destruir nada, já balão...
Daí falam sobre incêndios criminosos pra pegar o
seguro, que dão a culpa em balões.
O que os burraldinos não querem entender é que
se fosse pagar pelos livros que foram consumidos
pelo fogo, lá no Centro Cultural, por exemplo,
não haveria seguro que cobrisse tamanho estrago.
Livros antigos e caríssimos, sem contar os discos,
fitas e etc.

Ô gentinha que me enoja é baloeiro.
Fora que eles dizem que os balões são feitos
com noções de física, química, aerodinâmica, mas
escrevem tudo isso em um idioma que seria parecido
com português.

Faça sua parte: denuncie já!

Nenhum comentário: