2 de jul de 2007

RECORDAR É VIVER



Graças a uma moça chamada Lud, que está lendo o meu
blog, dos tempos do antigamente, fui de certa forma
relembrando as coisas que vivi, relendo meus post mais antigos.

Essa foto é do Carnaval de 2006, a primeira viagem
que eu fiz com um namorado, longe dos pais.
E a foi a primeira vez de tantas coisas vividas.

Uma delas é que eu não cresci viajando em turma
de amigos, como muito comumente fazem, mas esse
é outro capítulo.
Por isso, estranhei tudo, mas tudo tinha um sabor diferente.

Eu não sabia, mas foi um teste de compatibilidade
a qual eu fui submetida pelo meu namorado:
se eu fosse tolerante às besteiras coletivas dos amigos
e às individuais dele, ele estaria mais seguro
da escolha que fez.

Isso pq as pessoas tem hábito de fingir ser pessoa
que não é. Uma situação dessa, viagem, mostra muito
de uma pessoa.

O que eu não contei aqui, nem costumo contar
embora meu namorado e alguns dos amigos já sabem,
é sobre diferentes coisas que vivi e me causaram impacto:

*Os meninos que cozinhavam e por incrível que pareça,
deixavam a cozinha o mais arrumado possível.

*Não houve estresse com respeito a comida, limpeza da casa
e horários de ir e voltar pra praia, mesmo com 11 ou mais pessoas
na casa. Tudo foi curtido de maneira individual, em grupo ou em duplas.

*Apesar da grande quantidade de bebida alcóolica, tirando um pequeno
incidente, (não causado pela bebida em si) não houve briga,
confusão e mesmo irresponsabilidade.

*Clima de respeito total e tolerância às mais diferenças de personalidades.

Foram dias que aproveitei e fiz amizades novas, vivi
dias lindos num lugar abençoado por Deus que não
choveu nadinha.
Guardo no coração as coisas mais particulares, singelas
e verdadeiras que eu vivi por lá.

Foi tão bom, que mesmo não viajando ou me hospedando com
eles no Carnaval de 2007; mesmo assim,
sempre que possível, íamos
lá visitar a turma.

E como disse ela: que venha 2008!

2 comentários:

Lu disse...

Ai, Débora, que delícia... eu tb relembrei tudo agora!!! Vc descreveu tudo como se estivéssemso vivendo as cenas de novo, muito bom!
Pra vc ver, as mulheres de hj em dia não estão com nada, nem cozinham mais hahahaha pelo menos as daquela turma! Espero que em 2008 vc venha com a gente na mesma casa hehehe
Bjs

Lu disse...

corrigindo: estivéssemos hehehe